Resenha: Príncipe Partido - Erin Watt (The Royals #2)

23 outubro 2017


Reed tinha tudo na vida: beleza, status e dinheiro. As garotas da sua escola matariam para sair com ele, os caras queriam ser como ele, mas Reed nunca tinha dado a mínima para nada disso. Nem para a família. Até que Ella Harper apareceu na sua vida. Quando Ella chegou à mansão dos Royal, o que ele mais queria era que a nova hóspede sumisse, mas ela o conquistou e, agora, Reed irá fazer de tudo para mantê-la por perto. Ella lhe dá segurança, lhe transmite paz, o aconchega... sensações que há muito tempo não sentia. Porém Reed comete um deslize e Ella se afasta por completo, trazendo caos à família Royal. Reed vê seu mundo desmoronar e toda a esperança de viver um romance com Ella desaparece. A garota dos sonhos de Reed não quer mais saber dele, porque sabe que se ficarem juntos, isso vai destruí-los. Ella pode estar certa. 'Príncipe partido' é a aguardada continuação de 'Princesa de papel'.
Edição: 1
Editora: Essência
ISBN: 9788542210798
Ano: 2017
Páginas: 352





Olá pessoas, hoje eu tô aqui para trazer a resenha de Príncipe Partido, que está saindo um pouco atrasada, mas antes tarde do que nunca, não é, não?!

Quem leu a minha resenha de Princesa de Papel percebeu que eu gostei muito da leitura e acabei cheia de ansiedade para fazer a leitura dessa sequência. Porém infelizmente a leitura da continuação, não supriu minhas expectativas, acabei achando que houve uma queda muito grande na construção das histórias de um volume para o outro. 

No começo a narrativa não me prendeu, os capítulos que eram narrados pelo Reed não conseguiam prender a minha atenção, as falas, os pensamentos não "colavam" com o personagem que conhecemos, não encaixavam direito e por isso eu demorei a me conectar com a trama. Depois todo o drama romântico adolescente que eu dei graças por não ter no primeiro livro, permeou os primeiros capítulos desse segundo. 
A Ella perdeu suas características que pra mim eram as melhores e começou essa narrativa muito diferente, ela não parecia a personagem destemida que encarou tantas coisas em Princesa de Papel. Agindo de uma maneira extremamente infantil, coisa que também não encaixava com a personalidade conhecida dela.


No entanto, a partir de mais ou menos a metade do livro a leitura começou a engrenar e a história tomou os mesmos ares do primeiro livro, além de começar a fluir bem, porém nem isso conseguiu me fazer gostar tanto desse segundo volume quanto do primeiro. O gancho deixado em princesa de papel, evoluiu de maneira dramática, quase apelativa, para nos deixar com mais um plot-twist no final de Príncipe Partido. Me fazendo acabar a leitura curiosa, mas não pelo desfecho em si e sim para saber que as minhas suposições estão certas, pois achei dessa vez que o mistério ficou bem previsível.

Quero ler o terceiro livro Twisted Palace, para finalizar a trilogia e com a esperança de que esse volte a ter a intensidade que tanto curti em Princesa de Papel.

Espero que vocês tenham gostado da resenha, não deixem de me dar suas impressões nos comentários, beijos.

9 comentários:

  1. Oi Kris!
    Estou bem curiosa para ler essa trilogia. Quando o primeiro foi lançado eu li tanto comentário bom que fiquei num misto de ansiedade e receio enorme. Decidi esperar o segundo, aí vieram as reações adversas. Assim como você, muita gente também achou que no segundo volume teve uma queda brusca na história e que ela só melhorou depois de um bom tempo.
    Pretendo comprar a trilogia completa ano que vem e fazer logo a leitura antes que o ânimo esfrie. Espero gostar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oii Kris tudo bem?
    Eu tive meio que a impressão que o segundo livro não foi tão devastador como o primeiro, e não é só de sua resenha, eu no momento não sei se leria, estou a cada dia fugindo de séries e trilogias, ótima resenha e essa capa é uma lindeza que só.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Gostei bastante da resenha, porém vejo pontos negativos já que li algumas resenhas com pontos positivos. Eu fiquei bem curiosa com o primeiro livro e estou desejando ler muito, já com o segundo fiquei bem receosa já com ele, mas tenho essa imensa vontade de ler a serie.


    Blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  4. Oi kris, é terrível quando isso acontece, me sinto meio que roubada. O problema é que com tantas séries saindo, as chances disso acontecer são enormes. Uma pena que esta continuação tenha te decepcionado. Eu não comecei a ler nem o primeiro livro ainda.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  5. Não consigo nem pensar em ler esse livro, li o primeiro e tudo que conseguia pensar é em como o Reed era abusivo. Mas que bom que você gostou o bastante para ler o segundo.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  6. Oi Kris, eu tenho problema com livros em série por esse motivo. É muito difícil o escritor manter o ritmo do primeiro livro e isso sempre me incomoda e acabo preferindo os livros únicos. Mas assim como vc, já que comecei terminaria a trilogia na esperança de que ele surpreenda. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oie
    que pena que o livro deixou a desejar, pois isso normalmente evito ler séries pois acabo me decepcionando já que quase sempre apenas o primeiro volume é bom, mas ainda assim, espero que melhore

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Kris suas resenhas são sempre maravilhosas, ainda não li nenhum, mas já vou marcar la no skoob pra nao esquecer.
    Http://www.falaaaianny.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu já estava a um tempo curiosa em ler essa saga, mas eu também tinha esquecido dela! Muito bom relembrar e saber um pouquinho mais da trama aqui!
    Mesmo que tenha te decepcionado, eu ainda tenho bastante curiosidade! Espero gostar!
    Adorei a resenha!

    Beijinhos!!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥