Resenha: Amante Desperto (Irmandade da Adaga Negra #3)- J. R. Ward

21 agosto 2017



Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre vampiros e seus carrascos. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Dentre eles, Zsadist é o membro mais assustador da Irmandade da Adaga Negra.
Tendo sido por muito tempo um escravo de sangue, Zsadist ainda carrega as cicatrizes de um passado repleto de sofrimento e humilhação. Conhecido por uma fúria que não acaba e por atos sinistros, ele é um selvagem, temido igualmente por humanos e vampiros. A raiva é sua única companheira e o terror, sua única paixão... Até que resgata uma bela vampira das garras da maligna Sociedade Redutora. Bella sente-se imediatamente enfeitiçada pela ardente força que emana de Zsadist. Entretanto, mesmo quando o desejo de ambos começa a consumi-los, a sede de vingança de Zsadist contra os torturadores de Bella o leva à beira da loucura. Agora, Bella deve ajudar seu amante a superar as feridas de seu atormentado passado e vislumbrar um futuro ao lado dela...

Edição: 1
Editora: Universo dos Livros
ISBN: 9788579301179
Ano: 2010
Páginas: 464


Oi gente, bonita, oi gente formosa. Hoje eu estou aqui após um longo hiato, não só no blog, mas na leitura também (julho foi um mês das trevas) para trazer para vocês a resenha do meu livro 'tira ressaca literária' que foi Amante Desperto. Para quem não sabe esse é o terceiro livro de uma série composta por 3.582 livros, mentira minha gente, até agora no Brasil foram lançados 14 livros e um guia pela Universo dos Livros, mas só Deus sabe o que a tia Ward pretende.

Amante Desperto é o livro protagonizado pelo irmão da IAN, ZSadist, um dos personagens mais complexos dessa trama, que nos outros livros foi mostrado como um guerreiro de valor, porém bastante temido até mesmo pelos seus aliados, e pela Bella, uma jovem vampira que tivemos o prazer de conhecer no livro anterior, onde ela foi o elo de ligação entre a Mary e o Rhage.

Como eu mencionei na resenha do livro anterior, eu ao lê-lo já fiquei bastante interessada pela história do Zsadist, pois a autora já deu em Amante Eterno uma promessa do que encontraríamos no quarto volume. Ao longo da leitura dos livros anteriores nós já temos alguma ideia da história do Z e das razões que o levaram a ser como ele é. Sabemos que ele foi preso e transformado em escravo de sangue até ser salvo pelo seu irmão gêmeo Phury, porém não imaginamos nem de longe os detalhes de tudo que ele passou naquele cativeiro. Nós percebemos no livro anterior o quanto ele se interessa pela Bella e como ela é uma das únicas pessoas, que mesmo com dificuldade conseguem abalar a sua armadura e no fim do segundo livro, quando ela é levada a cativeiro pelos redutores a conexão entre eles aumenta porque eles passam a ter algo em comum e é isso os une aliado ao interesse mútuo que eles sentem.

"Quando você me encontrou, eu estava morto, embora respirasse. Estava cego, embora pudesse ver. E então você chegou... E eu fui despertado."

Eu vou tentar não dar spoiler da trama pois esse é um livro que merece ser degustado. O passado de Z e tudo o que isso refletiu em sua vida, faz com que o romance entre esses personagens, seja bastante psicológico. A autora se superou com o amadurecimento que ela deu a esse personagem ao longo da Obra, ele foi de longe o personagem mais cativante que eu já vi nessa irmandade, ele não é o mais agradável esteticamente e nem mesmo tem a personalidade mais amistosa, mas a maneira que ele arrebata o carinho das leitoras vai mais além. Bella é uma personagem feminina maravilhosa e determinada, mas também, não poderia ser diferente ou ela não teria alcançado o coração do Zsadist, no entanto o protagonismo da obra pertence a ele.
Além do envolvimento desse casal que protagoniza cenas de tirar o fôlego e se abanar com um lequinho improvisado, eu amei o relacionamento entre os irmãos Phury e Zsadist, apesar de desejar chutar a bunda do Phury durante boa parte do tempo, a entrega e a união entre eles é linda de se ver. Achei uma pena ter ouvido de algumas amigas, que o livro do Phury é decepcionante, pois (apesar de um fura olho chato da porra) a sua participação no livro do seu irmão foi tão intensa, que eu creio que o seu deveria ser de uma intensidade semelhante.

Dos três livros que li da irmandade até agora, Amante desperto é de longe o melhor, continuo amando o Rhage, mas agora ele divide o meu coração com o Z. A Ward se superou na construção desses personagens e de suas histórias, a maneira que ela os uniu foi extremamente agradável e avassaladora. Porém não deixarei de mencionar que eu fico desanimada com a maneira que a autora conclui o arco dos redutores, porque ela constrói histórias complexas e detalhadas para eles, mas depois os mata de forma simples e não desenvolve o enredo que ela construiu para eles anteriormente. Para mim isso é meio que decepcionante.

Em questões gráficas a edição da Universo dos Livros está impecável, a revisão do livro está excelente, o material e a diagramação proporcionam uma leitura extremamente agradável.
Espero que vocês tenham gostado da minha resenha, não deixem de comentar e eu sem sombra de dúvidas recomendo a leitura, principalmente para as leitoras que gostam de obras eróticas.
Beijos ♥

7 comentários:

  1. Z é meu amor tbm.. mas o livro do Phury é uma bostinha mesmo, apesar de que ao longo dos outros eles vão crescendo de uma forma menina que so tu lendo rsrsr
    Bjs Kris
    Anny

    www.falaianny.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá! Já tive indicação dessa série em várias resenhas e a sua me fez ficar com mais vontade ainda de ler (apesar dos 3000 volumes kkkkk). Acho legal que além do romance e das cenas hot temos o desenvolvimento de um relacionamento familiar e o amadurecimento dos personagens. Dica mais que anotada!
    Beijos.
    Karla Samira
    www.pacoteliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oiiii tudo bem??

    Nossa que legal esse ser o melhor da serie. Não conheço muitos livros da Universo do Livros, gostaria de conhecer mais. Quanto ao livro em si, não curto muito o tema, mas adorei conhecer.
    Adorei a resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Tenho uma amiga que é louca por essa série, mas menina, nem mesmo com sua resenha deslumbrante e altamente explicativa eu consegui me interessar.

    ResponderExcluir
  5. Ainda não comecei a ler essa serie mesmo várias pessoas já terem recomendando. Ainda espero ter ajudado oportunidade de ler futuramente.

    ResponderExcluir
  6. Hi baby, tudo bem? não conhecia essa série de livros mas pela sinopse e por algumas coisas que você ressaltou na resenha esse livro parece ser bem clichê, bem característico de livros sobrenaturais tendo vampiros como protagonistas, mas sei que muita gente pode gostar, mesmo não sendo algo que eu leria no momento, adorei sua resenha

    Lilian Valentim
    https://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Olá! Vejo várias pessoas falando dessa série em grupos do WhatsApp, preciso criar coragem e ler o mais rápido possível, mas vejo que é uma série bem extensa. Mas mesmo assim vou dar uma chance.

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥