Resenha: Outros Jeitos de Usar a Boca - Rupi Kaur

24 julho 2017



'Outros jeitos de usar a boca' é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume –, o livro se tornou o maior fenômeno do gênero nos últimos anos nos Estados Unidos, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos.

Edição: 1
Editora: Planeta Brasil
ISBN: 9788542209303
Ano: 2017
Páginas: 208



Olá pessoal, primeiramente peço mil perdões pelo atraso da resenha, estou sem computar e usando o da minha filha sob ameaça. Espero dar um jeito nisso em breve, mas enquanto não acontece estou me virando como posso.
Vamos lá...


Milk and Honey (2015), no Brasil Outros Jeitos de Usar a Boca foi inicialmente lançado de forma independente pela Rupi Kaur, uma jovem artista indiana que vive no Canadá e tem sido sucesso de público por onde tem passado. A obra teve inicio através do projeto da autora de publicar o seu trabalho no Instagram e se tem um livro que pode ser chamado de literatura de Mulher é esse!

Outros Jeitos de Usar a Boca é um copilado de poemas sobre a realidade do que é ser mulher. Em seus textos ela aborda temáticas como feminidade, aceitação, amor, percas, rompimentos, abuso, violência contra a mulher e sobretudo EMPODERAMENTO FEMININO (essa palavra ai, mesmo que tanto incomoda macho opressor).
Uma das coisas mais notáveis na obra da Rupi é que ela é singela, não é uma obra que é só para ser lida, ela é sobretudo para ser sentida. A leitura desse livro é uma experiência quase espiritual, pois alguns textos, mesmo pequenos são capazes de penetrar a nossa mente de maneira a despertar em nós lembranças do passado. Algumas infelizmente não tão felizes, por isso vale a pena esclarecer que a obra possui gatilho emocional.

como é tão fácil pra você
 ser gentil com as pessoas
ele perguntou

 leite e mel pingaram
 dos meus lábios quando respondi

 porque as pessoas não foram
 gentis comigo

O livro é dividido em quatro partes que podem ser vista como o caminho evolutivo da mulher moderna rumo a esse seu empoderamento: "A dor", "O Amor", "A Ruptura" e "A Cura" e cada uma dessas partes conversa bem de perto com cada uma de nós.
Algumas das poesias da Rupi são tão pequenas e ainda assim tão fortes que chega a ser surpreendente. Algumas me marcaram profundamente, ainda mais em se tratando do momento delicado que estou vivendo, eu as vou carregar na alma. Essa leitura que ocorreu muito rapidamente, entre lágrimas de identificação, foi um balsamo para as minhas dores e me deram força para levantar.


Você pode estar se perguntando: "Nossa como um simples livro de poesia pode fazer isso?" E eu te respondo que as palavras da Rupi Kaur mostram como desde pequenas nós mulheres somos abusadas pela sociedade no geral, reprimidas, ensinadas a não nos aceitar, mas elas nos mostram também que devemos resistir, que devemos nos amar, que somos todas guerreiras e não devemos ter medo de mostrar as nossas cicatrizes, devemos nos permitir florescer e seguir...

O trabalho gráfico do Livro está maravilhoso, não só os poemas, como também as ilustrações presentes na obra e que a representam magnificamente bem, inclusive a da capa, são da Rupi Kaur e complementam essa maravilhosa experiência de leitura.
Sem dúvidas eu recomendo essa obra, para mulheres e para homens também, abram seus corações e deixem-se inundar.

Beijos, espero que tenham curtido a resenha e deixem seus comentários ♥

10 comentários:

  1. Oiii KKris tudo bem?
    Esse é um dos livros que mais adoro ler, esse com poesias me atrai com toda certeza, por abordar assuntos tão importantes na nossa sociedade atual e que deve ser muito valorizado. Linda foto e essa capa está fascinante.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Ai! Como parece fofo este livro!
    Amo poesia e este tem jeito doce. Anotado!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Kris, eu sou louca por esse livro desde que saiu uma lista dos 20 livros que devem ser lidos por todo mundo. Já vi algumas resenhas e gostei muito da sua também. Acho que a escritora aborda temáticas que devem estar em discussão no contexto atual em que vivemo. Que bom que vc já teve a oportunidade de ler ele... Vou atras do meu já. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Ando vendo bastante resenha desse livro por aí. A propaganda dele também está bem forte.
    Assim como você, vejo que muitos gostaram e embora eu não curta mito a vibe poema/poesia, me senti compelida a ler esta obra!
    Gostei bastante de sua resenha!

    Beijinhos!!


    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Kris não conhecia o livro e nem a autora, mas fiquei bem interessada nele. Não acho difícil um livro de poemas conter tudo isso, tanto conteúdo assim, além de força, pois não é de hoje que autores usam poemas e poesias para darem suas opiniões.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Tenho visto muitas pessoas comentando sobre esse livro e todas elas positivas. Confesso que, apesar de achar a premissa incrível, não me interessei muito, pois não gosto de poemas. No entanto, não descarto a leitura justamente por ser uma temática extremamente importante. Nós mulheres temos que aprender a falar mais abertamente sobre tudo que a sociedade nos faz enfrentar, e que bom saber que este livro faz isso de uma maneira tão sensível.
    Adorei a resenha e vou deixar a dica anotada para um outro momento. Apesar de ser um gênero que eu não gosto, a temática é muito importante.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oie
    eu simplesmente não vejo a hora de poder ler esse livro, eu amo o pouco que vejo por ai do pessoal postando as frases e poemas, espero amar muito

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Ficar sem computador realmente é uma barra!
    Não conhecia a obra e confesso que não sou muito de fazer leitura de poemas, mas fiquei intrigada de como a autora conseguiu desenvolver essas quatro etapas da obra mostrando a evolução da mulher como um todo.
    Tenho certeza de que o livro é lindo e essa capa por si só já me mostra isso.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  9. Eu amei sua resenha! Se tem um livro de poema que quero muito ler é esse! São tantos elogios que fica difícil não querer conhecer essa obra tão delicada

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥