Resenha: Uma Chance Para Recomeçar - Diana Scarpine

24 maio 2017



Carina é uma workaholic rica e bem-sucedida cuja vida se resume ao trabalho. Afogada em estresse, ela não se importa com a solidão que habita seu coração, pois o amor nunca foi uma das suas prioridades, até que algo inusitado acontece. Repentinamente, ela se vê privada do trabalho e deseja aplacar a solidão que a consome, principalmente quando conhece Aurélio, que a trata de uma forma diferente da qual ela está acostumada. Consumido pela tragédia que vitimou sua família e deixou-lhe sequelas físicas e emocionais, Aurélio não quer nada além de se afundar cada vez mais na dor e na culpa que sente. Suas certezas começam a ficar abaladas à medida que Carina se aproxima cada vez mais dele. Quantos obstáculos precisam ser vencidos para recomeçar? O amor é capaz de vencer as amarras do passado e o preconceito?


Edição: 1
Editora: Pandorga
ISBN: 9788584421350
Ano: 2016
Páginas: 432





Oi gente, eu hoje estou aqui para trazer para vocês a resenha de Uma Chance Para Recomeçar, eu recebi a obra em parceria com a autora Diana Scarpine e espero que vocês curtam a resenha.

Carina é viciada em trabalho, e de tanto ela se esgotar, se estressar e não respeitar seus limites acabou sofrendo uma paralisia facial, justamente enquanto estava de férias. E esse acontecimento a deixa completamente triste, não só por tudo de grave que isso possa significar, mas porque isso afetou o que ela mais gostava em si própria: seu sorriso. E sendo assim, após as férias, ela resolve antecipar o seu retorno das férias e buscar ajuda para o seu problema. Ela acaba sendo encaminhada a uma clínica de fisioterapia, lá ela preocupada com o que as pessoas iriam achar ao olhar para ela, esbarra bruscamente num desconhecido e sai sem olhar para trás. 
Esse homem chama-se Aurélio, ele é massagista nessa clínica, se veste de maneira desleixada, com roupas largas, usa uma máscara para cobrir seu rosto e é cego. Sequelas de um acidente que sofreu na sua juventude onde perdeu além de sua família, sua vontade de viver. 
Quando Carina marca seções de massagem com ele para tratar de seu rosto, ele logo imagina que ela se assustaria com sua aparência deformada, e isso acaba gerando uma confusão entre eles, afinal ela pensa que ele é que se assustou com seu rosto - sem saber que ele era cego. Após essa confusão Carina tenta se envolver mais na vida de Aurélio, em pequenas conversas, caronas e um contato que ambos não tinham com outras pessoas a muito tempo. Mas podia surgir um relacionamento entre eles, principalmente quando Leo ainda não superou a morte de sua esposa que amava tanto? Poderia Carina se apaixonar por ele mesmo com sua aparência grotesca a qual todos tem medo? 
Uma chance para recomeçar é um livro sobre superações, sobre as dificuldades de deixar o passado e todos seus medos para trás quando eles ainda insistem dia a dia em serem lembrados.

A Narrativa é dada em primeira pessoa e o ponto de vista varia entre a Carina e o Aurélio o que nos leva a conhecer, mais profundamente ambos os protagonistas.
Carina é uma mocinha bem insegura, carente, muito educada e que se desculpa demais. Algo que eu até me identifico, em partes, mas que acabou me incomodando devido aos excessos, como mencionei ela se desculpa demais, se culpa demais e principalmente a se menospreza o tempo todo.
O relacionamento dela com Aurélio é difícil, e por mais que a mensagem do livro seja de superação acho que isso demorou demais a acontecer, e acabou tornando a leitura um pouco cansativa. Pois a trama dançava em um círculo vicioso - Carina se impunha, Aurélio se retraía e o relacionamento ficava estagnado -. 
Outro ponto que pode ser mencionado também é que devido a protagonista ser extremamente carente e se apegou muito rápido a Aurélio, principalmente pelo fato dele não abrir espaço para ela, ser um tanto quanto grosso e também porque ela mesmo não querer um relacionamento sério. Acaba sendo questionável, se é salvável se entregar a uma relação, simplesmente por estar fragilizada. 

Aurélio é sinônimo de Superação da obra, pois ele carrega além de marcas emocionais, marcas físicas também, a cegueira e as cicatrizes em sua pele, o tornam um grande alvo de preconceito, o que por sua vez aumenta suas marcas emocionais. Não é fácil para um homem que um dia foi lindo e desejado, passar a ser tachado como uma aberração. Isso o fez se colocar num papel extremamente autodepreciativo, algo que é completamente compreensível e passível de acontecer, mas que na narrativa (ao menos para mim) não conseguiu captar apenas a nossa empatia, pois mais uma vez o excesso faz essa característica do personagem tomar aspectos irritantes, uma vez que isso influi na narrativa e dá a impressão de nos prender numa ciranda infinita que não vai sair do lugar.

No final das contas, o que a diana quis passar foi que pelos personagens retratarem pessoas bastante fragilizadas, eles acabam se fechando pra vida, focam em detalhes que poderiam ser ignorados na relação ao invés de atentarem para o que realmente sentem um pelo outro. Isso é algo que comedido pode aguçar o interesse na leitura, mas quando passa a ser recorrente, faz a gente querer entrar na história pra dar na cara dos dois e mandar eles pararem de ser idiotas.

Uma chance para recomeçar é um livro com uma história muito bonita, apesar desses detalhes dos personagens. A história possui uma mensagem muito forte de superação e aceitação, fala profundamente sobre o preconceito e as dificuldades que pessoas com sequelas passam, lemos sobre relações familiares complicadas, questões sociais como acessibilidade e acompanhamos o amadurecimento desses personagens que sofreram tanto na vida e merecem uma segunda chance de serem felizes. 
A história é muito bem construída, a ambientação da Diana foi maravilhosa, pois ela desenvolveu a sua obra num lugar que ela conhece e usou isso para fazer críticas muito bem fundamentadas, sobre como é ter uma deficiência e sobreviver em algumas cidades. Achei muito legal a autora não focar apenas no romance e usar a sua escrita para cobrar uma melhor qualidade de vida, para pessoas com necessidades especiais.
A escrita dela apesar de ser um pouco formal demais é fluida, de modo que se você procura um romance doce e com um conteúdo que te faça refletir Uma Chance Para Recomeçar é sem dúvida uma boa pedida.

Analisando a obra graficamente vemos que a capa é muito bonita e corresponde a atmosfera singela da trama e isso segue também na diagramação, proporcionando um projeto muito bonito visualmente, a fonte é agradável e proporciona uma leitura bem fácil e não cansativa.

4 comentários:

  1. Olá, Kris!

    Muito obrigada pela resenha!

    Abraço,
    Diana Scarpine.

    ResponderExcluir
  2. Olá Kris, gostei muito da composição dos personagens desse livro, mesmo eles sendo um pouco teimosos o que da vontade mesmo de pegar as mãozinhas e unir a força. (risos)
    Mas eu gostei que ambos personagens tem suas limitações e lidam com isso a sua maneira.Gosto de romances maduros e bem construídos. Bjkas

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro e fiquei interessada no enredo. Duas pessoas com problemas reais e que afetam suas vidas. Quero saber como vão ultrapassar os obstáculos que muitas vezes acredito que eles mesmo ergam. Fora que gostei de saber que o livro é narrado pelos dois personagens.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Kris, li e resenhei esse livro lá no blog também. Concordo com você que dava para a Diana resumir um pouco, pelo menos as informações repetidas que os personagens ficam remoendo. Mas de uma forma geral me envolvi tanto com o enredo e com os personagens que para mim foi mais que uma leitura, marcou demais.
    Achei mega importante a autora falar de forma tão embasada da falta de acessibilidade das cidades Brasileiras e das dificuldades em geral que os portadores de necessidades especiais passam.
    Amei conferir suas impressões. Beijos e parabéns pela leitura e apoio do autor nacional!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥