Resenha: Sem Juízo (Legal Briefs #1) - Emma Chase

28 abril 2017




Como advogado em Washington, DC, Stanton Shaw mantém as perguntas afiadas e os argumentos irrefutáveis, além de ser conhecido como “Encantador do Júri” com seu sotaque do sul, sorriso irresistível e olhos verdes cativantes. Embora pareça que sua vida está seguindo pelo caminho que sempre desejou, o advogado perde o rumo ao descobrir que Jenny, sua namorada do colegial e mãe de sua filha, irá se casar.
Como uma medida desesperada, ele implora que Sofia – a amiga alucinantemente colorida – o acompanhe ao Meio do Nada, no Mississippi, para ajudá-lo a reconquistar a mulher que ama. Sofia aceita, mesmo que seu lado racional diga uma coisa e seu coração outra…
O que pode acontecer quando você mistura uma cidade com um único semáforo, dois advogados profissionais, uma rainha do baile de formatura, quatro irmãos mais velhos, a salsicha de Jimmy Dean e uma vovó armada? O uísque rola solto, a paixão cresce e até o mais detalhado dos planos é atropelado pelos desejos do coração.

Edição: 1
Editora: Universo dos Livros
ISBN: 9788550301310
Ano: 2017
Páginas: 304
Tradutor: Mauricio Tamboni



Boa noite leitores,
Hoje eu estou aqui pra trazer para vocês a resenha desse livro que é um 'Hot Bolado' como diz minha amiga Ana do Maluca por Romances ♥.
Sem Juízo é um romance erótico que usa e abusa do clichê da 'amizade colorida' que faz com que a leitura lembre muito a de um roteiro de comédia romântica e nos entrega uma narrativa muito sexy, cheia de cenas super picantes, mas que faz paralelo com um romance fofo.

A história começa nos apresentando Stanton e Jenny, dois adolescentes que ainda estão cursando o terceiro ano do colegial, e acabam de descobrir uma das coisas mais importantes de suas vidas, eles serão pais. E mesmo cheio de planos para o futuro e a promessa de sair da pequena cidade de Sunshine no estado do Mississípi e ir cursar direito na Universidade de Columbia, Stanton quer abrir mão de tudo para começar uma vida com a namorada e a criança, mas é Jenny que não aceita isso. Ela então propõe ao namorado que ele vá, estude e construa a carreira que ele tanto sonhou, para que depois eles pensem em construir o futuro juntos. Então, eles passam a manter um relacionamento aberto e Stanton mesmo em outro estado mantém-se muito presente na vida da filha e vai visita-las sempre que possível.

A trama avança 10 anos e somos apresentados a um Stanton adulto, agora um advogado de renome, mas em seu relacionamento com Jenny pouca coisa mudou, após a formatura ele a convidou para morar em Washington, mas ela preferiu criar a filha na cidade natal deles e eles continuam mantendo seu relacionamento aberto a distância. Por isso Stanton também mantém um relacionamento com Sofia, sua colega de trabalho, uma advogada muito talentosa. Filha americana de imigrantes brasileiros Sofia é uma jovem de personalidade marcante, muita opinião própria e dona de uma beleza deslumbrante, alguém por quem além de muito atraído sexualmente, Stanton nutre uma grande admiração pessoal. Ainda mais porque, assim como ele, ela não faz cobranças e não espera nada além do casual.

Porém, toda essa situação cômoda muda drasticamente quando Stanton recebe pelo correio o convite do casamento de Jenny, ele então passa a ter uma única meta na vida, impedir esse casamento e para isso ele pede ajuda a Sofia e junto eles partem para Sunshine na expectativa de conseguir essa proeza. Eles só não esperam que esse longo tempo de convivência e o ambiente íntimo e familiar, despertem neles, sentimentos que eles lutam para calar.

Vocês sabem aqueles romances doces e cativantes, que nos fazem torcer para um casal, achar eles burros pra caramba em seguida e depois faz a gente torcer de novo? Então, esse livro é Sem Juízo. Essa é uma daquelas tramas que começa de uma forma sutil, você acha que não vai te ganhar, mas quando vai ver já tá amarrada.
O livro foi a minha primeira experiência com a escrita da Emma Chase e eu amei, a narrativa dela é fluída e ao mesmo tempo detalhada, os personagens são complexos, muito bem construídos e apesar do clichê que os une, cada um deles é muito original. Suas histórias de vida, seus relacionamentos, seus traumas, tudo neles é muito bem explicado e a autora nos conta isso de uma forma envolvente e nem um pouco massante. O que torna a trama rica e única nos seus detalhes.

Sem Juízo é uma obra muito bem construída e que mescla elementos que fazem com que a leitura fosse muito agradável, em suas páginas encontrei romance, muita diversão e erotismo na medida certa. Alguns dos personagens secundários são hilários e quando se encontram com os protagonistas é gargalhada certa, ri muito durante a madrugada agarrada a esse livro.
Durante essa leitura fomos apresentados a (que eu saiba) pelo menos dois dos protagonistas dos próximos livros da série Brent e Jake, dois mocinhos que com certeza vão trazer mais duas histórias muito engraçadas e picantes.

Um dos fatores que me fez gostar muito dessa história foi a maturidade que a autora passou para a sua trama e o fato de apesar de estarmos no meio de um "quadrado amoroso" não existem traições, tudo o que ocorre entre os personagens e sob acordo prévio, a obra foca muito no diálogo, exatamente o que se podia esperar de um livro escrito com personagens profissionais de direito.
Eu amei o empoderamento da Sofia, não só como profissional ou pela sua liberdade sexual, mas porque não é difícil perceber o quanto ela é ativista durante a história. Uma cena em especial que envolve a irmã mais nova de Stanton e alguns chupões, me fez querer andar com ela no recreio.
As cenas eróticas da Emma são de tirar o fôlego, são muito bem descritas, são bem adultas, gostei muito da forma que a autora a construiu, sem falsos pudores, sexy sem ser vulgar (não que eu tenha problema algum com vulgaridade). Essa é obra bastante erótica, temos cenas de sexo do inicio ao fim, narradas bem explicitamente, porém muito bem encaixadas na história, o que não causa aquela impressão de sexo gratuito durante a leitura.

Enfim, eu curti muito a leitura, esse é exatamente o tipo de livro que eu curto ler para relaxar e me divertir, super indicado para intercalar entre leituras mais pesadas, ou só pra quando você quer uma leitura que te faça sorrir e suspirar mesmo. Eu não duvido nem um pouco que ele receba um dia a adaptação pro cinema, pois como eu mencionei anteriormente, a história nos lembra e muito um roteiro de comédia romântica.
Recomendo a leitura pra quem curte livros do gênero, lembrando que a recomendação é para maiores de 18 anos, ou leitores que já tenha maturidade o suficiente para as cenas que vai encontrar.

Espero que tenham curtido a resenha, não deixem de me passar esse feedback nos comentários e tenham um ótimo fim de semana.
Beijos

9 comentários:

  1. Oi, Kris!

    Esse livro é um super desejado e já está na minha lista de futuras leituras. Já li alguns livros da autora e gosto muita da escrita dela e de sua forma de construir a história, seus personagens são sempre muito cativantes. Espero fazer minha leitura em breve.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  2. Eu ja ouvi falar muito bem da Emma mas ainda não tive a chance de ler nenhum dos livros dela. Já tinha marcado Sem juízo na minha lista de próxima leituras e vou tentar adiantar as que estou lendo pra começar este. No meio de tanto livro de terror e ficção é sempre bom arranjar um tempinho para um bom romance né? Hahaha parabéns pela resenha! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Kris, acho que já falei por aqui, que esse tipo de livro não me atrai. Além disso, achei a capa muito apelativa. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá, Kris.
    Li recentemente e assim como você, adorei a leitura.
    A escrita da autora é totalmente envolvente e a maneira como ela conduziu a história me agradou bastante. Sem contar que dei muita risada em algumas cenas. Também recomendo a leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Amei a sua resenha, não conhecia esse livro, mas já anotei pois adoro comédias românticas, tem hora que a gente precisa colocar um pouco de humor nas leituras, pois temos muitos dramas por aí, né?

    ResponderExcluir
  6. Oii, tudo bem?
    Eu sempre estou vendo ótimas críticas desse livro, parece que a Emma acertou em cheio nessa trama. Eu adoro historias com personagens bem construídos e bem resolvidos, então tenho certeza de que irei apreciar essa historia quando a ler.

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bom?
    Romance não é meu gênero literário preferido, mas confesso que esse livro me chamou atenção. A premissa dele é bem interessante e apresente alguns temas até polêmicos. Fiquei curioso. Adorei a resenha!
    Até mais o/

    ResponderExcluir
  8. Kris, ouvi falar muito desse livro, mas não fazia ideia da premissa.
    Estou apenas enlouquecida com a sua resenha!
    Amei a história e fiquei louca de curiosidade em ler.

    ResponderExcluir
  9. Oie
    não é uma leitura que cham minha atenção, provavelmente não leria pelo menos por agora mas muito legal e bem escrita sua resenha, os fãs do gênero vão curtir a dica

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥