Resenha: Caraval #1- Stephanie Garber

23 abril 2017




Scarlett nunca saiu da pequena ilha onde ela e sua irmã, Donatella, vivem com seu cruel e poderoso pai, o Governador Dragna. Desde criança, Scarlett sonha em conhecer o Mestre Lenda do Caraval, e por isso chegou a escrever cartas a ele, mas nunca obtivera resposta. Agora, já crescida e temerosa do pai, ela está de casamento marcado com um misterioso conde, e certamente não terá mais a chance de encontrar Lenda e sua trupe, mas isso não a impede de escrever uma carta de despedida a ele.
Dessa vez o convite para participar do Caraval finalmente chega à Scarlett. No entanto, aceitá-los está fora de cogitação, Scarlett não pretende desobedecer ao pai. Sendo assim, Donattela, com a ajuda de um misterioso marinheiro, sequestra e leva Scarlett para o espetáculo. Mas, assim que chegam, Donattela desaparece, e Scarlett precisa encontrá-la o mais rápido possível.
O Caraval é um jogo elaborado, que precisa de toda a astúcia dos participantes. Será que Scarlett saberá jogar? Ela tem apenas cinco dias para encontrar sua irmã e vencer esta jornada.

Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581638560
Ano: 2017
Páginas: 298

Compre em Pré-venda na Amazon





Imagem de divulgação edição estrangeira

Olá leitores, olha eu aqui em pleno domingo pra trazer para vocês a resenha de um livro que não me deixou dormir de ontem pra hoje. Caraval um dos últimos lançamentos da Editora Novo Conceito que é sucesso de vendas em mais de vinte países diferentes e que eu particularmente, adorei. ♥

Devo começar a resenha dizendo que comecei essa a leitura da obra com as expectativas lá embaixo, devido a resenhas negativas (e que me deram spoiler sem avisar) que eu vi no Skoob, porém ao termino da leitura discordei completamente dessas resenhas, pois como leitora que gosta de fantasias e de Thriller eu digo com convicção que Caraval, cumpriu muito bem esse papel, obrigada.

A história começa nos apresentando duas irmãs, Scarlett e Donatella Dragna, elas são filhas do perverso governador Dragna, um sociopata nojento que usa do amor que suas filhas sentem uma pela outra para machuca-las, de uma forma que eu não vou explicar, para que vocês possam descobrir e se surpreender fazendo a leitura. 
Scarlett desde os muito nova escreve para o Grande Lenda do Caraval, mestre de uma trupe de artistas que se apresentam de ilha em ilha num famoso espetáculo conhecido por sua magia de fazer a realidade e a fantasia formarem uma linha tênue. Essas histórias fantásticas sobre a magia do Caraval foram contadas a elas por sua avó Annelise, de quem elas se aproximaram depois que sua mãe foi embora.
Porém as cartas de Scarlett nunca foram respondidas, exceto uma, a ultima delas que ela escreveu dizendo que não queria mais receber a visita do Caraval em sua ilha, pois estava noiva e de casamento marcado, um casamento arranjado pelo pai, com um homem que não conhecia.
Donatella, que não aprovava esse casamento e não entendia a razão da irmã aceitar essa imposição do pai, após ver a resposta de Lenda a sua irmã e o que acompanhou a carta, três convites para o espetáculo, decidiu que daria a sua irmã a chance de viver, ainda que um pouco fora da prisão que era seu lar.
Porém tudo que envolve Caraval é um jogo e o tempo delas para chegar na ilha onde ele acontece é cronometrado e assim elas acabam se envolvendo numa aventura, onde é preciso correr contra o tempo e não se pode confiar em ninguém, caso queira chegar ao final e ter seu desejo realizado.

Então minha gente, meu resumo da história, vai ser assim, curto e superficial mesmo, porque qualquer coisa além disso eu estarei dando spoiler e Caraval é uma obra que vocês terão prazer se envolvendo do início ao fim, descobrindo cada uma das surpresas que ela esconde.
Ah vale ressaltar que o ambiente circense que caracteriza a obra é inspirado nas trupes circenses americanas e essas são diferentes do circo que conhecemos aqui no Brasil e mesmo assim o ambiente do Caraval é apenas inspirado nos espetáculos e na estética circense vintage, é mais uma espécie de "Teatro Mágico" governado por uma figura misteriosa, que me lembrou muito Oz.
A estética da ambientação narrada é bem semelhante a desse clipe:


Caraval é uma fantasia new aduld, por abordar uma temática mais intensa do que a de uma obra infanto-juvenil comum, logo no início da leitura presenciamos uma cena de abuso físico, onde o pai agride de uma maneira absurda uma das filhas e posso dizer que é uma cena difícil de digerir. Uma vez dentro do Caraval, a história se desenvolve numa premissa intensa e com muitas pistas que levam ao desfecho da obra. Essa aventura envolve riscos físicos e psicológicos aos personagens e cobra do leitor muita atenção no decorrer da leitura. Mas, toda essa atenção é recompensada com um final cheio de emoção e um maravilhoso desfecho.

A escrita da Stephanie Garber é bem construída, densa e ao mesmo tempo muito fluída, uma vez que no momento que a trama se inicia os acontecimentos seguintes se desenrolam num ritmo de tirar o folego. Os personagens que compõe a narrativa são todos muito interessantes e cativantes, principalmente as irmãs protagonistas que têm personalidades tão distintas uma da outra e ambas muito bem desenvolvidas.
No início da leitura confesso que a Scarlett me incomodou um pouco, pois eu sem dúvida me identifiquei mais com a impetuosidade de Donatella, mas com o passar das páginas me senti cativada por ela e encantada pelo intensidade dos sentimentos dela pela irmã.
Durante a narrativa um dos principais personagens que nos é apresentado é Jullian, ele é um misterioso marinheiro que "ajuda" as meninas a chegarem lá, durante a leitura não se sabe ao certo quem ele é, ao lado de quem ele está, se ele é alguém de suma confiança, afinal. E essa é uma das coisas legais dessa leitura.
Mas sem dúvidas é o amor fraterno que é o cabo chefe da história, a união dessas irmãs, a força delas, a vontade delas de superar e proteger uma a outra da maldade que as circulam, é o pilar que sustenta essa história. Que é rica de elementos e traz um pouco de tudo o que os leitores mais gostam numa leitura: Suspense, ação, aventura, magia e romance.

Olhaaa, eu Shippei muito 'Scarllian" enquanto lia.

Eu sem dúvidas recomendo a leitura, principalmente para os fãs de fantasia é lógico. Espero que vocês se encantem e se apaixonem por essa leitura, como eu me apaixonei. Eu tava com uma baita de uma ressaca literária e Caraval salvou minhas leituras do mês. fiquei encantada e louca para ler a sequência, espero que a Stephanie, não demore a lançar.

Espero que vocês tenham curtido a resenha, não deixem de me contar se conhecem o livro, se querem ler ou qualquer algo mais que achem pertinente nos comentários.
Beijooos ♥

19 comentários:

  1. uau!! amei a sua resenha,vi algumas resenhas que me deixaram sem vontade de ler ele.
    mais a sua maravilhosa!! vou ler com certeza!!
    amei seu blog.
    seguindo ,e voltarei sempre.
    http://escreverdayse.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee que bom que você ficou com vontade de ler, pode ir com fé que vale a pena.
      Eu espero que você goste

      Excluir
  2. Quando as gurias do meu facebook começaram a falar desse livro eu achei que era de autoria da Luiza Trigo hahahahah agora entendi o pq de tantos comentários sobre como ele é intenso!

    Eu compraria o livro só por essa capa, chamou MUITO a minha atenção. Mas, pra me tranquilizar ainda mais, a história parece ser muito boa também e com certeza vai valer a leitura <3

    Beijos ♡
    misinwonderland.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha eu também me vendia por essa capa, viu? É linda mesmo e ainda bem que a editora manteve.
      Beijos e obrigada pela visita

      Excluir
  3. Olá Kris,

    Nosso tempo é tão curto, mas quando a gente se delicia com obras como essa, a sensação com certeza, não é de tempo perdido. Fiquei muito interessado na obra, e a ambientação chamou muito a minha atenção. Tenho me batido com livros com personagens fortes e cenas difíceis, mas tenho gostado de toda essa potência na literatura e gostaria muito de mergulhar nessa leitura.

    Parabéns pela resenha, ficou show!
    Bjs
    www.isaaczedecc.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, não senti mesmo que perdi tempo pelo contrário queria mais livros assim
      Beijooos

      Excluir
  4. hey, eu adorei sua resenha, diferente de vc eu so vi resenhas positivas, juro q n encontrei uma negativa.. mas isso n me fez ter curiosidade de ler o livro, talvez um dia eu tenha a oportunidade!

    perolasdelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, depois que eu li fui olhar no Goodreads e as resenhas por lá são muito positivas, mas no Skoob só tinham duas e bem negativas. Agora já tem mais e eu vi que as pessoas curtiram é bom que não assusta o povo, porque o livro é bem delicinha ^_^

      Excluir
  5. Adorei sua resenha!
    Também estou lendo Caraval, mas por enquanto não estou curtindo tanto quanto você. Espero que as coisas melhorem :(

    Beijos,
    * Blog PS Amo Leitura *

    ResponderExcluir
  6. Olá! Primeiramente, amei a capa do livro: simples e linda! Um triller com aspectos fantásticos não é bem o meu estilo de leitura. Que pai perverso esse governador! O cenário circense muito me agrada, pois é fácil deixar a imaginação nos levar e a leitura fica ainda mais completa. Que bom que as personagens conseguiram lhe cativar e, claro, que o amor fraterno falou alto na trama. Vou procurar para leitura, ainda mais depois de saber que lhe curou de uma ressaca literária.
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Que capa linda!!!
    Que bom que o livro foi ótimo pra você, por isso acho que devemos ler e termos nossa própria percepção.
    Essa é a primeira resenha que leio e me agradou bastante, adoro thrillers e com fantasia, melhor ainda. Além do mais pareceu bem intenso.
    Gostei do aspecto circense e diferente. Vou anotar, esse quero ler com certeza.

    bjs
    Fernanda Yano

    ResponderExcluir
  8. Caraca nem sabia deste livro da Editora, mas estava vendo algumas publicações. Nossa, achei bem interessante a história e cheia de fantasia, apesar de que a primeira cena ser bem diferente do que costumo ler. Vou ver se consigo já colocar na minha lista de leitura e como você não pode dar muito detalhe já fiquei mais curiosa ainda.

    Greice
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Kris.
    Confesso que ainda não sei o que pensar desse livro porque li algumas avaliações negativas sobre ele. Agora, lendo essa sua resenha tão animada, fiquei confusa e acho que só lendo mesmo para saber mais dessa história! hehehehe
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Como você, eu também li muitos comentários negativos sobre esse livro, o que me desanimou de ler. Ao ver o quanto você gostou do livro, fiquei mais animada. Eu adoro livros de fantasia e esse mistura com thriller deve ser interessante.
    No entanto, o fato de ser uma série e a cena de abuso físico me fizeram desistir de novo. Apesar da sua ótima resenha, acho que não lerei este livro por enquanto. Ou, pelo menos, deixarei mais pra frente.
    De qualquer forma, fico feliz que você tenha gostado da leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?

    Serei sincera: fantasia não é meu gênero favorito, mas essa história e sua resenha atiçaram minha curiosidade. Não conhecia esse livro, por motivos óbvios. Mesmo sem ter lido, é o tipo de livro que vale a pena indicar.

    Beijos
    Laneh Martins

    ResponderExcluir
  12. Apesar da trama instigante e dos personagens interessantes, confesso que não senti vontade de conhecer esse livro. Fantasia não está entre meus gêneros preferidos. Mas, gostei de saber que a leitura foi apaixonante para você!
    Bjos,
    http://contosdacabana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Kris, eu não sei se gosto dessa combinação de fantasia com thriler, mas vendo sua resenha, vejo que a história tem vários elementos que atraem o leitor, além da capa chamativa. Acho que daria sim, uma chance para esse livro. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gleyse acho que rolou uma confusão sobre a questão do 'Thriller', muita gente assimila o termo com um livro policial ou de suspense.
      Mas 'Thriller' não é um gênero literário, e sim o estilo da narrativa, no caso um 'Thriller' é um livro page-turner. Aqueles livros que fazem a gente não conseguir largar a leitura, pra saber o que vai acontecer em seguida.

      Excluir
  14. Olá, tudo bem?

    Não sei o motivo, mas esse livro, ao ler resenhas sobre ele, apesar de não ter nada um com o outro, me faz pensar em Jogos vorazes (coisa de gente doida, não ligue - rs). A premissa me é muito atrativa, estou super curiosa, e definitivamente entrou pra minha lista de desejados. XD

    Beijo.

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥