Resenha: A Bela e a Fera (Edição oficial do filme) - Elizabeth Rudnick

24 abril 2017




Bela deseja para sua vida muito mais do que a pequena cidade provinciana de Villeneuve pode oferecer. Lá, ela se destaca da multidão com um ponto de vista único, uma independência vigorosa e um notável amor pelos livros. Ela anseia por viagens e aventuras, e por uma vida tão empolgante quanto as histórias que lê, mas, quando seu amado pai é aprisionado por uma fera em um castelo encantado, o destino de Bela muda para sempre. Ao arriscar sua liberdade e seu futuro, ela assume o lugar do pai, jurando-lhe que escaparia em segredo. No entanto, conforme aprende mais sobre a Fera e seu misterioso castelo, Bela descobre que pode haver mais sobre a história dele – e sobre a sua própria – do que ela jamais poderia ter imaginado.

Edição: 1
Editora: Universo dos Livros
ISBN: 9788550301020
Ano: 2017
Páginas: 204
Tradutor: Cely Couto




"Sentimentos são fáceis de mudar, mesmo entre quem, não vê que alguém pode ser seu par..."


Oi gente, eu hoje estou aqui pra trazer para vocês a resenha desse lindo conto de fadas que foi recentemente adaptado para o cinema e pôde assim, trazer mais uma vez a nós e a essa nova geração, toda a sua beleza e encanto.

Quem nunca ouviu falar de A Bela e a Fera? Acredito que poucas pessoas nunca assistiram a versão clássica do conto de fadas lançada pela Disney e que recentemente recebeu a sua versão Live-Action, bastante fiel ao clássico da animação, diga-se de passagem e esse livro é por sua vez a adptação fiel do roteiro do filme.

No início da narrativa somos apresentados a uma corte que está em meio a uma grande festa, feita por capricho de um jovem e magnífico príncipe mimado, onde só as pessoas mais belas foram convidadas e o luxo reina. Porém, um acontecimento nessa celebração faz com que o príncipe seja testado e ele não passa nesse teste, tomando para si e para seus começais uma grande maldição.
A trama então caminha no tempo e nos apresenta a Bela, uma jovem inteligente e sonhadora, que não se conforma com cidade simplória em que vive com o pai, onde atrai atenções negativas por se destacar entre as moças. Afinal de contas Bela é uma jovem leitora, viciada em livros e os usa como válvula de escape e fuga de sua realidade tão pequena, num vilarejo onde as outras moças sequer são alfabetizadas. Isso rende a ela, muitos comentários e apelidinhos, algo que ela omite tentando poupar o pai, mas que a magoam profundamente. Um dia após um acidente que acomete o seu pai na floresta ela acaba conhecendo a fera e tendo que conviver com ela, uma experiência que nenhum dos dois acreditava que poderia muda-los tanto.

O meu resumo da história do livro é bem supérfluo, porque acredito que a maioria dos que aqui chegarem já conheçam essa história, então falar demais seria chover no molhado. Por isso acredito que a melhor forma de falar nesse livro é apontar o diferencial dessa versão. Como mencionei anteriormente a história é muito fiel a do filme que esteve (está?) em cartaz recentemente, porém devido a narrativa em terceira pessoa, temos um ponto de vista mais profundo em relação a trama e recebemos informações que no filme passam desapercebidas.

Talvez algumas das principais diferenças que ocorram entre a versão do filme e do livro sejam dadas devido as características de atuação dos atores, enquanto no cinema a relação de LeFou com Gaston, aparentava assumir um interesse romântico por parte do primeiro, no livro é descrita estritamente como a admiração de um macho submisso à figura do macho alfa.

A Bela também no livro recebe nuances de uma jovem empoderada, que luta pelo que quer e defende aqueles que ama, não baixa a cabeça e enfrenta sempre os arroubos de Fera de frente. Enquanto esse se mostra de início uma pessoa arrogante, endurecida e ferida, mas que muda após longas conversas e reflexões, não só com Bela, mas também com os serviçais do castelo que o temeram, embora o amassem também, por tantos anos.
Essa pegada na narrativa me levou a refletir sobre os dias atuais e levando em consideração o contexto histórico que temos vivido dia após dia, nos leva a pensar no poder das palavras, da conversa, da empatia do se colocar no lugar dos outros e perceber que até algumas atitudes negativas são reflexo do histórico do individuo e pode ser compreendido e até mesmo resolvido com uma conversa e entendimento de ambas as partes.
Então, sim, mesmo um conto de fadas antigos, pode nos trazer refletir bem sobre temas atuais.

Eu sem dúvida recomendo a obra, é um sopro de beleza e magia sobre a nossa vida.
A edição da Universo dos Livros está linda, essa capa do filme está encantadora, a diagramação é organizada e a fonte tem um tamanho agradável, proporcionando uma ótima experiência de leitura.

Espero que vocês tenham curtido a resenha. Me contem se vocês curtiram o livro e/ou o filme nos comentários.
Beijoos

16 comentários:

  1. Oiii Kris, tudo bem?
    Eu fiquei apaixonada pela sua resenha menina, eu tenho bastante interesse em ler e principalmente sendo essa capa tão linda e encantadora, sua resenha ficou ótima e anotei a dica.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Ai, Kris, eu estou apaixonada por essa edição!
    Ainda não li mas essa capa é maravilhosa. Também não assisti ao filme mas pretendo fazer isso em breve. Achei os pontos que você mencionou muito bons e gostei da maneira como você fez a resenha.

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro a ideia de trazer ,um conto tão conhecido por todos , de forma "repaginada" para a nova geração. Eu ainda não assisti ao filme (estou mega triste por isso), mas já vi muitas pessoas reclamando de que o filme é muito igual à animação (só que reclamam também quando não é tão fiel, nunca entendo esse povo). Espero ler essa obra breve (e assistir ao filme se ainda estiver em cartaz essa semana) para poder tirar minhas próprias conclusões, sem contar que essa capa está deslumbrante !Rsrsrs Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pessoal é bem sem noção porque se é um live-action da animação, é a animação regravada com pessoas, né? Parece que o prazer é reclamar kkk
      Valeu pela visita.

      Excluir
  4. Heiii, tudo bem?
    Estou bem curiosa pra ler esse livro, acho que irá se tornar um dos meus favoritos!
    Adoro o desenho e o filme e agora so falta o livro mesmo pra ter tudo hehe.
    A capa está linda, nao tem como nao se apaixonar.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  5. Oi, Kris
    Acho que todos os contos de fadas nos remete a pensar nos tempo atuais, né? A bela e a fera então. Adorei saber que trouxe alguma reflexão.
    Adoraria ler esse livro, espero não demorar para isso. Adorei a dica.


    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  6. Olá Kris, tudo bem? A história de 'A Bela e a fera' é uma das minhas favoritas de longe, e de quebra, esta edição da 'Universo dos livros' está divina. Impossível não ficar babando e a desejando. Sua resenha está maravilhosa, tanto que me deixou com ainda mais vontade de poder ler. Parabéns e beijos!

    Páginas incríveis

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Infelizmente não gosto deste conto, até hoje nunca tive paciência para assistir a animação inteira, por isso não liguei para esse novo filme e também não tenho muito interesse no livro, mas estou muito contente que eles estão agradando e muito os fãs.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Kris?
    Eu tô louquinha por esse livro.
    Primeiro porque vai matar a saudade de um dos clássicos dos contos de fadas. E também, porque a edição está linda. Não vejo a hora de tê-lo na minha estante.

    ResponderExcluir
  9. Oi,Kris! Amei sua resenha e estou louca para ler essa versão do cinema, é um clássico realmente lindo e fiquei curiosa, principalmente em relação ao momento da maldição. Eu ainda não assisti ao filme e adoraria ler não apenas essa parte como também ter a oportunidade de me encantar outra vez com essa história haha. Obrigada pela dica. Bjss!

    ResponderExcluir
  10. Das animações da Disney, a minha favorita sempre foi Aladdin. No entanto, não tem como ser insensível à Bela e a Fera, seja o desenho ou o Live-Action. Amei a versão e fiquei feliz em ver no seu texto que o roteiro amplia a nossa experiência em relação ao filme. Obrigada pela dica. Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Gostei da resenha e gosto do conto, a capa é linda, e a Bela e a Fera ´é um clássico.

    ResponderExcluir
  12. OIii!

    Eu tô com o livro aqui mas não consegui ler ainda, mas tenho certeza que foi uma obra fiel e muito bem feita, assim como o filme! Acredito que por mais que o enredo seja parecido, ele sempre será uma forma de se encantar!

    beijnhos

    ResponderExcluir
  13. Oi Kris, adorei a resenha e gostei bastante das diferenças que você trouxe entre uma edição e outra.
    Essa edição está um primor, muito encantadora.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  14. Olá Kris,
    Ainda não li esse livro, mas é uma história pela qual sou apaixonada principalmente por conta da animação da Disney. Adorei ler suas impressões e fiquei muito contente por você ter dito que o livro é "é um sopro de beleza e magia sobre a nossa vida".
    Acho que o ponto mais positivo, além de tudo, é que é um livro com uma personagem feminina empoderada e que mostra como precisamos ser perante a sociedade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi Kris, sua linda, tudo bem?
    Essa é uma das minhas histórias preferidas justamente pelas lições e mensagens que podemos aprender. Você falou em algo que é uma das coisas mais difíceis que existem: empatia, se colocar no lugar do outro. Acho que se todos nós conseguíssemos fazer isso, nossas vidas seriam melhores. Estou louca para ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥