Resenha: Oposição (Série Stellium #1) - Thaísa Lixa

04 outubro 2016





Edição: 1
Editora: Chiado
ISBN: 978-989-51-6759-3
Ano: 2016
Páginas: 526
Sinopse: Em uma dimensão chamada Constelação, são os supremos Deuses do Inferno que controlam e ditam as regras da sociedade, amedrontando os humanos e os deixando dóceis perante seus poderes nessa e em todas as outras dimensões que existem pelo o universo. Entretanto, por conta de uma traição, o Deus principal e líder, Ahriman, decretou uma lei que jamais poderia ser quebrada: Ele definiu que as diversidades genéticas não existiriam; o que faria a população ter uma aparência padronizada de olhos e cabelo castanho-escuros ou negros.
E assim era, até o nascimento da jovem Lilith, uma menina de cabelo loiro e olhos azuis, acompanhada de uma beleza estonteante e que atraía olhares de todos à sua volta, por sua singularidade e magnetismo pessoal. Tratada desde perfeição até aberração pelas pessoas de seu mundo, Lilith tenta sobreviver em meio a tanta gente intolerante. De uma coisa ela não tinha dúvida: havia sido amaldiçoada. Só mesmo este fato explicaria o motivo de ter nascido com a aparência proibida e de ter macabros pesadelos todas as vezes que dormia.
Lilith pensava isso consigo mesma, não tendo a real dimensão do quanto suas suposições eram verdadeiras.


         Oiee gente, a resenha que eu trago hoje para vocês é sobre uma obra nacional bem original e que corre numa linha bem diferente das que estamos habituados a ver os autores nacionais se jogarem que o Dark Fantasy. O livro em questão é Oposição e foi escrito pela Thaísa Lixa, uma jovem, super simpática e de aparência doce e meiga, mas não se deixem enganar pelas aparências, a escrita da Thaísa é forte e a sua narrativa é brutal. Ela criou um universo governado por Deuses do Inferno, a barbárie, a tortura e a luxúria são coisas corriqueiras para os humanos.

        A obra começa em Constelação, lá os países são divididos em 12 signos do zodíaco, em cada país só nascem pessoas do signo que dá nome ao país e consequentemente com as características referentes a esse signo. Então, somos apresentados a Lilith, uma garota incomum, que nasceu com cabelos loiros e olhos azuis, uma aparência que foi banida pelos deuses há muito tempo, esse banimento é explicado mais à diante na leitura. E por esse motivo Lilith sofre muito preconceito do resto da população, onde a maioria das pessoas têm uma espécie de fanatismo pelos deuses. Se isso não fosse suficiente ela ainda é assombrada desde a infância por um sonho recorrente, que a mostra um futuro obscuro, para o qual ela é destinada a ser entregue a Ahriman, o principal deus do inferno. Em constelação acontece sempre uma cerimônia chamada "Convocação" onde todos os humanos tem de se apresentar perante os deuses. E durante essas convocações eles decidem o que vão fazer, muitas vezes levando alguém em sacrifício para ser torturado no inferno.
        A garota tem pouquíssimas amigas, porém a maior delas é sem dúvidas sua irmã mais nova e olha Lilith precisa muito dela, pois é a personagem mais desligada que eu já vi num livro e além disso uma das suas características mais fortes é a sua paixão incondicional pelo Ballet.
        O inicio da obra nos possibilita acompanhar o crescimento das meninas, da infância até o inicio da juventude e paralelamente conhecemos também outro grupo de personagens, que não são humanos e sim Demnos, uma espécie que também é submissa aos deuses, mas foram criadas para escravizar os humanos, e se alimentar deles, mas esse grupo de Demnos em especial, não são maus. Eles não vivem em constelação, e sim em outra dimensão. Só que o destino faz com que Lilith e Alice acabem indo parar na dimensão onde eles vivem, um lugar que pode ser muito perigoso para humanos sem dono é mais ou menos por ai que a aventura começa a pegar corpo.



        A obra da Thaísa é bem extensa, porém a leitura é bem agradável, devido a escrita da autora ser bem fluída e ter uma linguagem de fácil entendimento. Em alguns pontos eu achei que a obra se estendeu mais que o necessário, acho que a história poderia ter sido um pouco sintetizada de modo a se tornar mais objetiva, porém isso não foi algo que prejudicou a leitura.
        Eu gostei muito da originalidade presente no mundo que a Thaísa desenvolveu, a obra traz em si uma mitologia diferente de tudo o que eu já conhecia e o fez muito bem. Os personagens também são extremamente bem elaborados e descritos, cheios de personalidade, ou nós gostamos deles ou não. A minha personagem preferida foi sem dúvidas Alice, pois gostei do seu jeito de ser e do seu comportamento, me identifiquei com ela várias vezes. Já com Lilith, eu vivi uma relação de amor e ódio, eu gostei da personagem, mas ao mesmo tempo a achei boazinha demais, ingênua demais, solicita demais, bonita demais, perfeita demais, avoada demais e esse excesso de extremos a tornou bastante irritante ao meu ver por diversos momentos. A trama ainda nos coloca em meio a um relacionamento bastante conturbado, onde Lilith se vê apaixonada por dois caras, o demno Seth e seu melhor amigo o humano Nathan e os dois também se sentem bastante atraídos por ela, só que não é amorosamente. Ousado né? Então o enredo é todo ousado e quem gosta de uma trama mais densa com certeza vai curtir, a Thaísa tem cara de anjo, mas ainda escreveu nos mínimos detalhes cenas com violência sexual e tortura, além de construir um grande jogo psicológico. O final da obra foi, de certa forma, surpreendente e me deixou bastante curiosa em relação ao que a autora nos reserva para o segundo volume, porque o final do livro nos deixou com várias questões em suspenso.

        O trabalho gráfico da obra está espetacular, a capa e a diagramação são da Marina Ávila e como sempre acontece nos trabalhos dela são um deleite a parte. O papel é que sempre é usado pela Chiado, que é amarelado, texturizado e ao mesmo tempo leve, fazendo com que a obra embora tendo tantas páginas, não pese tanto. A revisão do livro foi impecável, assim como o trabalho de copidesque. Recomendo a obra sem pestanejar, principalmente aos fãs de fantasia. Porém, não posso deixar de ressaltar que, a obra tem violência e conteúdo sexual, por isso indico para maiores de 18 anos, mas se você for menor e não se incomoda com o conteúdo quem sou eu para dizer que não leia, né nom? Mas, se você busca uma fantasia doce e delicada, essa obra não é pra você. É preciso ter um pouco de sangue frio para ler Oposição.

     Espero que vocês tenham gostado da resenha. Ficaram interessados em fazer a leitura, já conheciam a obra? Não deixem de interagir comigo nos comentários.

        Beijoos

20 comentários:

  1. Olá
    Adorei poder conferir seus comentários a respeito, especialmente porque também já fiz essa leitura e me identifiquei bastante diante de suas impressões. Confesso que o que me motivou inicialmente a fazer essa leitura foi a capa e todo projeto gráfico, que está de parabéns.. claro que o enredo de modo geral, é incrível também..
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Eu estou muito curiosa para ler esse livro, a capa é muito bonita e a trama me deixa intrigada. A sua resenha está muito boa, como sempre, mostrando os principais pontos da leitura e sincera. Acredito que a leitura vá me agradar muito e espero que eu possa ler em breve, estou me sentindo muito tentada a solicitar no próximo mês.

    ResponderExcluir
  3. Eu estou lendo esse livro aos pouquinho. Ele realmente é bem extenso e eu estou lendo no Kindle e tem sido um pouco complicado pq só uso o kindle em casa e chego tarde...enfim.
    A Marina Ávila arrasa mesmo, já giz até uma postagem sobre ela.
    A obra da Thaísa é bem ousada mesmo. Gostei de saber das suas impressões, que foram majoritariamente positivas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Fiquei feliz de ver um nacional indo por esse caminho do dark fantasy. É mais comum para nós os nacionais irem pelo romance. Gostei de suas colocações. Esse seria um livro que leria e pretendo ler. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  5. A primeira coisa que chama a atenção, realmente é a arte gráfica desta capa que está linda demais. Mesmo sabendo que é grande, o fato de você ter mencionado que a leitura é agradável, me deixou curiosa. espero poder conferir em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Kris,
    Nossa que livro mais interessante! Loiros de olho claro sendo banidos e conviver apenas com pessoas do mesmo signo que o seu deve ser bem instigante! Ando lendo algumas fantasias nacionais e me surpreendendo! Que bom que esse é mais um livro bem desenvolvido, após ler sua resenha, com certeza vou dar uma olhada nele. Gostei da resenha!
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Eu já conhecia a obra e não é de agora. Sempre tive curiosidade de saber mais sobre o que se trata o livro, mas nunca consegui encontra o livro com um preço que caiba no meu orçamento rsrs. Adorei saber que o livro foi muito bom e a autora sobre escrever. Não sabia que o trabalho gráfico era da Marina Ávila,só sei que ela faz realmente ótimos projetos rsrs até mais vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oii,
    Eu não conhecia o livro e muito menos o gênero, uma novidade pra mim. Só sei de uma coisa desse livro: EU PRECISO! Adorei esse negócio de quem comanda são os deuses do inferno e os países serem referente aos signos. É uma historia bem original que me conquistou!

    Beijos!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá Kris,
    O que me assusta muito é o tamanho desse livro, sabe? A história parece ser boa, mas é extremamente extensa.
    Gostei muito da sua resenha e adorei saber que a história é agradável. Legal a mitologia presente no livro ser diferente e os personagens bem elaborados. Achei muito legal acompanharmos tanto a história desde a infância à juventude.
    Achei sua resenha incrível e concluí a leitura convencida a ler o livro.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. Oi
    O que mais chama atenção nesse livro é essa mistura de gêneros. Confesso que tenho muita vontade de ler e já vi várias resenhas positivas elogiando a trama e principalmente as personagens.
    Gostaria de parabenizá-la pela riqueza de detalhes na resenha.
    Dica anotada
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  11. Oi Kris, tudo bem?
    Eu acho essa capa linda, só me irrita esses olhos quase fechados da menina. Chega a me dar uma agonia hahahhah
    Mas confesso que já quis ler essa obra só por causa da capa :3 Mas depois que fui lendo algumas resenhas desisti. Eu adoro fantasia e adoro quando envolve inferno e demônios, mas sei lá. Tem coisas que me deixam com um pé atrás. Tipo essas característica boa moça da personagem. Isso me irrita.
    E o fato de ter continuação, também é um ponto negativo, pois prefiro livros únicos.
    Então essa dica eu passo.
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Esse livro está no TOP 10 dos melhores desse ano.Amei a escrita da Thaísa assim como você achei supõe fluida. A historia em si é um tanto instigante você fica o tempo todo querendo saber o que vai acontecer.Amei o Seth .O final me deixoi louca para o proximo livro.Recomendo esse livro para todos aqueles que gostam de uma boa fantasia . FORA QUE POR MAIS QUE O LIVRO É GRANDE VOCÊ NEM SENTE QUE ESTA LENDO E QUANDO VÊ JA ACANOU E VOCÊ ESTA LOUCA QUERENDO MAIS .

    ResponderExcluir
  13. pra ser sincera, a única coisa que me deixou curiosa com esse livro foi a questão da ambientação que a autora criou, e o lance dos signos e características das pessoas que vivem em casa local... mas com relação ao enredo, não me senti motivada a ler... ando saturada de triângulos amorosos também, mesmo que tu tenha ressaltado que esse tem alguma peculiaridade...
    enfim... mas que legal que a leitura te agradou e espero que a continuação faça o mesmo...
    bjs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valéria tu entendeu errado, não tem triangulo amoroso no livro, não é uma relação poliamorosa, mesmo.

      Excluir
  14. OI!!

    Acho que esse jeito único de escrever da autora, esse contraste cativa para compreender melhor esse mundo com mitologias complexas e diferentes. Apesar da violência descrita me senti compelida a ler e conhecer um pouco sobre a autora, em como é esse universo paralelo e funciona esses signos que tem tanto em comum com o sujeito. Enfim, obrigada pela dica. Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá, estou totalmente surtada com esse livro, não só pela capa maravilhosa mas porque eu sou a total louca dos signos, e fiquei super curiosa para ver a ambientação que a autora vai criar de cada planeta e as pessoas e suas personalidades de cada signo, realmente foi uma sacada maravilhosa, adorei.

    ResponderExcluir
  16. Olá, Kris! Já conhecia pela capa (que achei lindíssima!) mas nunca havia lido sobre o livro! Fico feliz pela ideia tão criativa e ainda mais por ser um livro nacional! Ainda que eu não seja fã do gênero literário Dark Fantasy, aposto que muitos leitores irão se apaixonar!
    Parabéns pela resenha e muito sucesso para a Thaísa!

    Bjs,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Não curti muito essa capa, não. Porém, achei a premissa maravilhosa! Fiquei bem curiosa sobre a obra, que já até tinha ouvido falar sobre, mas que na época não despertou meu interesse. Não conheço a escrita da autora, mas não vejo a hora de conhecê-la. Espero fazer a leitura em breve.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Eu tive a oportunidade de ler esse livro e posso dizer que foi uma leitura muito aprazível. É um livro extenso, mas prende a nossa atenção de tal forma que, quando percebemos, o livro já acabou. Além disso, sou encantada por essa capa, acho belíssima. Gostei muito da sua resenha.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  19. Oi Kris ^^
    Sem sombras de dúvidas posso dizer que amo fantasias com esse toque mais pesado na trama, a realidade do local tem que ser sim escrachada pois só o impacto pode transmitir um pedaço do quanto os personagens sofrem com aquela realidade.
    Oposição tem uma capa muito linda, fiquei gamado dela desde que a vi no blog de um amigo.
    Saber que cada país refere-se a um signo me deixou muito animado! Fiquei imaginando os habitantes de cada localidade com seus trejeitos respectivos ao signo. suhuss
    Eu tenho uma teoria do pq a Lilith ser como é, mas acho que só vou ver confirmada lendo... Ou não.
    Parabéns pela resenha, Kris. Me fez desejar ainda mais essa leitura.
    Bjs :*

    https://peregrinodanoite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥