Ovelha, Memórias de um pastor gay - Gustavo Magnani

26 outubro 2016




Edição: 1
Editora: Geração Editorial
ISBN: 9788581303253
Ano: 2015
Páginas: 232
Compre o seu: R$ 19,07 - Amazon
Sinopse:
Este livro, estreia impressionante de um jovem e talentoso escritor, é o relato pecaminoso de um decadente. A história de um homem religioso e carismático, temente a Deus, mas amante insaciável de sua própria carne exótica, a carne de outros homens.Um pastor gay, casado com uma ex-prostituta, filho de uma fanática religiosa. Neurótico e depravado. E agora condenado.Internado no hospital, debilitado e com um segredo de uma tonelada nas costas, este personagem atormentado decide libertar-se de seus demônios e relatar seu drama.Num relato cru e sem censura, ele literalmente vomita seus trinta anos de calvário e charlatanice na cara da congregação (e de qualquer um que se interesse por um bom inferno). Sexo, paranoia, corrupção e destruição são os ingredientes tóxicos dessa obra provocante, polêmica e inovadora.



Resenha


Onhe, tudo bem com vocês?
Surpresa, eu não morri.
Só meu cérebro. 

Desde que voltei a trabalhar tem ficado mais e mais difícil arrumar tempo e coragem de ler. Mesmo assim, a expectativa que tive para receber este livro foi altíssima.
Queria ver como se desenrolaria a história do Pastor Gay do título, qual seria o teor das páginas, qual seria sua crítica, enfim, quando Kris me disse pra escolher o livro da parceira eu fiquei realmente eufórica na expectativa de recebê-lo.
Comecei a ler imediatamente, e aí, não sei se pela expectativa que gerei, ou se foi característica do livro, a coisa deu uma desandada.

Explico:
O livro é narrado em forma de um diário, pela voz do próprio pastor que nos conta sua vida secreta de homossexual.  Casado, com dois filhos e pastor, o personagem principal no livro mostra não apenas a hipocrisia esperada pelo perfil delineado, mas diversas facetas de sua vida.
Tudo isso fez os primeiros capítulos serem extremamente rápidos, e o ritmo de leitura muito fluído. Mas conforme nos aproximamos do fim, o livro vai tomando um tom arrastado e sem fluidez, que me desestimulou da leitura, de forma que eu achei que nem conseguiria terminá-la, mesmo que não seja um livro “grosso”.

Ainda que esse atraso no ritmo só venha  nos últimos capítulos, vale ressaltar que a leitura de Ovelha não é fácil, seja você conservador ou uma pessoa liberal. A crítica à Igreja é menos ácida do que eu gostaria, mas se faz presente o suficiente para que cristãos conservadores se sintam desconfortáveis. Já o teor “moralista” dos comentários do personagem central, bem como de seus pares  "cristãos" é capaz de enojar qualquer pessoa que tenha o mínimo de respeito por quem é homossexual.

Ainda que eu soubesse que o livro não estaria na caixinha da zona de conforto, me espantou ser TÃO desconfortável, de uma forma que ainda não estou certa se foi totalmente bem conduzida pelo autor.
No fim, eu que sou a chata das galáxias, percebi diversos pontos incômodos na leitura, desde clichês a respeito de homossexualidade, até uma misoginia esquisita, na insistência em grafar em minúscula o nome da esposa do personagem central, e uma confusão na insistência em detalhar transas hétero e virilidade masculina no decorrer da história de um pastor gay.


Verdade seja dita, Ovelha é uma ideia brilhante, mas que poderia ter sido mais finamente executada e bem trabalhada em diversos pontos, mas ainda vale a leitura. De toda forma, é bom estar preparado para uma leitura que vai te desestabilizar, de uma forma ou de outra.

Espero que tenham curtido a resenha. Beijos e não deixem de deixar suas opiniões nos comentários.

Resenha escrita pela Amanda, apenas publicada por mim

3 comentários:

  1. Adorei a resenha, bastante sincera. Fiquei curiosa para saber o que eu ia sentir lendo esse livro.

    ResponderExcluir
  2. Oi Amanda,
    Acho a capa desse livro bem bonita e o título realmente alude a um romance bem sensacionalista, assim que vi eu fiquei sim tentada a fazer a leitura, pois imaginava que seria apenas uma impressão, mas pelo que vi da sua resenha é justamente assim que a história se sustenta. Mas mesmo assim, fiquei curiosa em fazer a leitura e poder tirar minhas próprias conclusões.
    Beijoos

    ResponderExcluir
  3. Gostei da resenha sincera, mas não é um livro que eu leria. Não me interesso pelo tema. Beijos

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥