Resenha: Belgravia - Julian Fellowes

29 agosto 2016



Edição: 1
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788551000076
Ano: 2016
Páginas: 368
Tradutor: Rachel Agavino
Sinopse: Uma nova saga histórica, fascinante e irresistível, repleta de segredos e escândalos
Ambientada nos anos 1840, quando os altos escalões da sociedade londrina começam a conviver com a classe industrial emergente, e com um riquíssimo rol de personagens, a saga de Belgravia tem início na véspera da Batalha de Waterloo, em junho de 1815, no lendário baile oferecido em Bruxelas pela duquesa de Richmond em homenagem ao duque de Wellington.
Pouco antes de uma da manhã, os convidados são surpreendidos pela notícia de que Napoleão invadiu o país. O duque de Wellington precisa partir imediatamente com suas tropas. Muitos morrerão no campo de batalha ainda vestidos com os uniformes de gala.
No baile estão James e Anne Trenchard, um casal que fez fortuna com o comércio. Sua bela filha, Sophia, encanta os olhos de Edmund Bellasis, o herdeiro de uma das famílias mais proeminentes da Bretanha. Um único acontecimento nessa noite afetará drasticamente a vida de todos os envolvidos. Passados vinte e cinco anos, quando as duas famílias estão instaladas no recente bairro de Belgravia, as consequências daquele terrível episódio ainda são marcantes, e ficarão cada vez mais enredadas na intrincada teia de fofocas e intrigas que fervilham no interior das mansões da Belgrave Square.

     Belgravia é um romance histórico, devido ao gênero literário e não no sentido de narrar uma história de amor que se passa no século passado, embora a história de amor sirva como um forte pano de fundo nessa narrativa e seja a base inicial para o desenvolver de toda essa trama.

      A história se divide em duas partes e começa no ano de 1815 na Bélgica, às vésperas da batalha de Waterloo e nos apresenta aos membros da família Trenchard. James Trenchard um comerciante em ascensão e cheio de ambições. Anne sua esposa, uma mulher sensata e consciente de sua posição social, que não era vista com bons olhos da época, diferente do marido e os filhos Sophia e Oliver, dois jovens criados com requintes de uma grandeza social que o nome de sua família não dispunha. Nessa época Oliver é apenas um jovem menino, mas Sophia é uma jovem encantadora e espirituosa de 18 anos e beleza estonteante,  que indo contra os costumes da época é cortejada por Lorde Belassis, o futuro duque de Brockenhurst e é devido a esse envolvimento e as consequências da batalha de Waterloo que se origina a parte dois dessa trama.
       Agora o ano é 1840 e o cenário é Belgravia, uma nova área residencial desenvolvida para abrigar luxuosamente os membros da sociedade londrina, passaram-se 25 anos desde a famosa batalha de Waterloo, mas para duas famílias em especial essa batalha trouxe consequências diferentes e é entre essas duas famílias. os Trenchard e os Brockenhurst que nós vamos acompanhar o desvendar de vários segredos e escândalos. 

      Belgravia é uma obra complicada de se resumir sem dar spoiler, uma vez que o minimo detalhe já pode revelar demais, por isso acho melhor trazer agora as minhas considerações sobre a obra. 

A Escrita do Julian Fellowes me cativou completamente, já fazia um bom tempo que eu não lia um romance histórico com esse estilo e foi maravilhoso matar as saudades. A obra é escrita de uma maneira mais folhetinesca, com vários núcleos de personagens, que vão da nobreza aos empregados, e cada um desenvolve as suas próprias histórias que interligadas nos conduzirão ao desfecho da trama principal. 
     Seguindo mais ao estilo dos romances históricos clássicos do que aos modernos, Belgravia é uma volta as raízes do gênero. Além e nos trazer um viés completamente realista do que foi a vida na corte inglesa naquela época. Os embates entre a nobreza, que previa o declínio da monarquia, e a burguesia emergente, que muitas vezes detinha mais posses, mas ainda assim era hostilizada pelos que detinham títulos. Uma vez que na época o comércio não era visto com bons olhos, assim como o enriquecimento devido ao trabalho. Ainda bem que os tempos mudam.


       Com uma escrita simples, sem muitos floreios e de fácil entendimento Julian Fellowes nos conduz por sua narrativa a qual devoramos capítulo após capitulo incessantemente, em busca da verdade e do desfecho que o autor trará a sua narrativa. Essa que é tão cativante e arrebatadora, com seus personagens muito bem desenvolvidos, e suas tramas tão bem estruturadas e intrincadas. A Narração é leve, mas nos conecta completamente com a história que ainda nos premia com 'plot twiters' de tirar o folego, até culminar num final fabuloso.


       A Edição da Intrínseca está com uma estética incrível, traz uma capa azul levemente aveludada e detalhes dourados, condizendo em tudo com as referências da obra. A diagramação também não deixa a desejar, a tipografia escolhida foi usada em um tamanho agradável e aliada as folhas amareladas facilitam bastante a leitura, a revisão está impecável.

      Quero agradecer a Editora Intrínseca pelo convite para participar dessa ação, foi um prazer fazer essa leitura e conhecer a escrita do Julian que foi uma maravilhosa surpresa.
Recomendo a leitura sem dúvidas, principalmente aos amantes de clássicos históricos, essa é sem dúvidas uma obra que lhe trará um reencontro deleitoso com o gênero. 




Espero que tenham curtido a resenha, Beijos!




17 comentários:

  1. Olá
    Adorei sua resenha e eu realmente espero poder ler esse livro, ainda mais porque o gênero me interessa muito. Históricos sempre me atraem e fico curiosa sobre os mistérios envolvidos nesse cenário. Sem contar que quero muito assistir a série ao qual o autor é criador. Deve ser uma leitura excelente!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Kris. Comecei a leitura desse livro ontem e estou gostando muito do que li até agora. A edição está mesmo muito bonita e luxuosa, impecável! Eu gosto muito de romances de época ou históricos mas achei a premissa desse livro bem diferente do que tenho lido e foi isso que me atraiu para a leitura. Espero que ao terminar de ler eu possa dizer que gostei pois minhas expectativas estão muito altas.

    ResponderExcluir
  3. Oii, tudo bom??
    Segunda resenha que eu leio desse livro só hoje. Eu amo histórias de época e esse livro me pareceu que ele mostra bem os detalhes de um jeito que não fica maçante, parece ser um livro fácil de ler. Amo o fato de contar sobre a guerra e tal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, li este livro este mês e o que mais me impressionou nele foi a abordagem histórica. O autor fez isso de uma forma tão consistente que despertou em mim o desejo de saber mais e mais sobre aquele período. Adorei saber que você também gostou!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Kris, tudo bem? Acho que comentei que não sou muito fã de romances de época mas todo o pano de fundo e conteúdo histórico desse livro fez com que eu me interessasse e muito por ele além da capa que está linda. Ler sua resenha me deixou ainda mais ansiosa!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá Kris,
    Estou fazendo a leitura desse livro e estou bem surpresa com o que estou encontrando nas páginas. Tinha uma ideia completamente diferente do que seria, mas estou amando o que estou encontrando. Estou notando que é difícil resumir o livro mesmo, pois tudo que soltar é um spoiler - olha que estou apenas na metade do terceiro capítulo.
    Adorei saber que você gostou da leitura e espero gostar, as expectativas estão altas.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Ainda não fiz a leitura desse livro apesar de muito recomendado nos ultimos dias e pelo fato de eu gostar muito do gênero deveria ser um ponto a favor porém o livro não me atrai eu não consigo gostar do livro mesmo que as resenhas sejam ótimas.
    Enfim vou esperar o tempo passar vai que bate a vontade.
    Adoreii sua resenha
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Eu acabei de finalizar a resenha deste livro! Mas eu acabei não curtindo muito. Não sei se é porque estou acostumada aos romances históricos modernos e esperava mais romance em "Belgravia". Os personagens não me encantaram e a história me pareceu um pouco cansativa em certos pontos, então eu não estava realmente animada para finalizar a história. Só queria terminar logo kkkk'
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Eu já vi várias resenhas sobre esse livro, e todas dizem muito bem dele. Acho que vou acabar lendo pra saber porque tanto burburinho!
    Abraços, Helô

    ResponderExcluir
  10. Olá...
    Estou babando nessa edição da intrinseca! Acho que é a diagramação mais bonita da minha estante... Detalhes dourados, cores escolhidas e a capa aveludada me ganharam, viu?
    A história também não fica para trás! As consequencias do segredo dos Trenchard me envolveram muito, tanto que não conseguia largar o livro!
    Obra mais que recomendada!

    ResponderExcluir
  11. Oi ok querida,
    Já li várias resenhas sobre esse livro e gostei bastante da sua resenha (♥). Acho que muita gente início a leitura só por que é um Romance de Época.

    Não achei a leitura grande coisa, gostei do livro mas não me surpreendeu tanto assim. Não vou enganar que a leitura é fluida, os personagens são bem construídos. Mas já li vários livros do gênero então esse pra mim foi só mais um.

    P.S gostei da sua foto ♥

    Beijoss querida, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. OI!!


    O que achei interessante nessa obra foi que autora conseguiu escrever uma estória respeitando os marcos históricos que realmente ocorreram. Realmente essa não é uma façanha fácil, o que me atraiu bastante. Já vi alguns episódios da série dela na Netflix e gostei bastante e se o livro seguir os mesmos passos vou amar, obrigada pela dica e que venha outras novidades dessa parceria entre seu blog e a intrínseca. Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Olá!!
    Estou querendo ler esse livro desde que foi lançado,quase enlouqueci qnd vi na livraria mas o precinho na hora não ajudou muito!!
    Amo livros com essa temática e com algumas resenhas que vi sobre não me decepcionaram e minha vontade de ler só está aumentando a cada dia!!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/08/resenha-o-eterno-namorado-nora-roberts.html

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Eu já li alguns comentários sobre esse livro, mas não é um gênero que leio muito, logo confesso que não fico muito animada, sabe? Algo que achei bacana é o livro ser na época da batalha de Waterloo, imagino que deve ter alguns pontos interessantes sobre esse acontecimento. Além disso, gostei de saber que a leitura é envolvente e que os personagens são cativantes. Enfim, não é um livro que eu leria agora, mas vou marcar a dica para algum dia.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  16. Já vi várias resenhas desse livro e algo não desperta meu interesse nele. Romances históricos clássicos são perfeitos e é bom saber que o livro consegue ressuscitar essa forma de romance. Gostei do caso da autora focar em vários personagens, e não só nos protagonista. Entendo que isso desenvolve mais o enredo. Também gostei da capa, linda, assim como vc.

    ResponderExcluir
  17. Esse livro me desperta um grande interesse, pois além de ser escrito pelo mesmo autor de Downton Abbey, série da qual gosto muito, é um romance de época, gênero que me agrada imensamente. Gostei dessa contextualização em dois tempos, antes e depois da batalha de Waterloo.

    Tatiana

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥