Resenha: Obsidiana (Saga Lux #1) - Jennifer L. Armentrout

23 julho 2016



Edição: 1
Editora: Valentina
ISBN: 9788565859790
Ano: 2015
Páginas: 320
Tradutor: Camila Pohlmann
Sinopse:Começar de novo é um saco.
Quando a gente se mudou para o interior, bem no início do último ano do colégio, eu já vinha me preparando para o sotaque caipira, o tédio, a internet lenta e um monte de chatices…Até dar de cara com o meu vizinho lindo, alto de dar tontura e com intimidantes olhos verdes. Hummm…os prognósticos estavam melhorando.
Até que…ele abriu a boca.
Daemon é irritante. Arrogante. Dá vontade de matar. A gente não se dá bem. Não mesmo. Mas, quando um caminhão quase me transforma em panqueca, o garoto literalmente congela o tempo com um aceno de mão e aí, bom, algo inesperado acontece.
O alien gato (meu vizinho) tem poderes!!!
Você me ouviu bem. ALIEN! A verdade é que ele e a irmã têm uma galáxia de inimigos que querem roubar seus poderes. O rastro que deixou em mim brilha como árvore de natal e isso não é nada bom. O único jeito de sair viva dessa é ficar colada em Daemon até a magia alienígena desaparecer.
Quer dizer, isso se eu não matar o cara primeiro.


      Olá Pessoas, eu hoje estou aqui pra trazer pra vocês a minha primeira resenha em parceria com a Editora Valentina e essa é nada mais, nada menos do que a resenha de Obsidiana, esse livro que tem dado o que falar, no meio da blogosfera e que eu (tá vou assumir) tinha um certo preconceito antes de começar a ler, mas quando comecei não consegui largar e (mais uma vez) adeus noite de sono.

       Obsidiana é um Young Adult paranormal e ao contrário do que eu pensei não é nada parecido com crepúsculo, fora o fato dos personagens serem adolescentes. A história é narrada em primeira pessoa pela Katy, uma jovem blogueira literária (sente só a representatividade) que se muda com a mãe para um cidadezinha do interior de West Virginia, três anos após a morte do pai, na intenção de começar uma vida nova. Só que ela não está nem um pouco animada com a realidade da sua nova cidade, pequena, sem muitas opções de vida social para pessoas de 17 anos e com uma internet leeeeeenta. É nesse clima de desânimo que ela impelida por sua mãe acaba indo tentar fazer amizade com os adolescentes vizinhos da sua casa e é ai que ela acaba conhecendo Daemon e ele é maravilhoso, lindo, gostoso, têm estonteantes olhos verdes, mas se comporta como um completo babaca.

Pelas palavras de Kat:
"Rosto lindo, corpo perfeito e péssima atitude. A santíssima trindade do boy magia." 
Em compensação Dee, a irmã dele, é linda, por dentro e por fora, mas manter uma amizade com ela será algo difícil já que Daemon deixa bem claro, desde o início que não a aprova pra ser amiga de sua irmã, mas Kat, não está disposta a desistir dessa amizade, ainda mais quando perto de Daemon ela se sente impelida a ser uma nova Kat, mais segura e menos otária. Dee, também não está disposta a se afastar de sua nova amiga e também usa de vários artifícios para aproximar o irmão de Katy. Assim eles acabam passando algum tempo juntos e Kat começa a imaginar que tem algo diferente naqueles irmãos, ou ela estaria tendo alucinações, assim como o seu pai pouco antes de descobrir que tinha um tumor cerebral?

        Eu simplesmente amei a leitura e olha, eu realmente não esperava por isso. A escrita da Jennifer é jovial, com uma linguagem moderna e que com certeza se encaixa na personalidade dada à personagem, vocês tão vendo a sinopse? Então é tipo aquilo ali, não dá pra não se conectar, é como se estivéssemos conversando com a Kat e ela é um amorzinho. Apesar de em alguns momentos ela ser meio tapada ao ponto de eu querer poder tirar ela do livro pra chutar a bunda dela, eu a queria pra minha amiga sim. Ah, vocês lembram que eu falei que ela é blogueira literária, né? Então, essa foi uma sacada maravilhosa da autora, me senti homenageada, porque a gente se identifica com a personagem durante vários momentos triviais da vida dela, como por exemplo quando ela escreve uma resenha, ou recebe uma cortesia da editora. Adoro livros com essa interatividade!

       Daemon é o tipico protagonista BadAss - meu feminismo ainda não conseguiu me fazer parar de gostar de personagens assim. JUDGE ME! - e apesar de agir como um bundão na maior parte do tempo, ele é excitante e tem sim aquele interior fofo, que a gente sabe que esses mocinhos sempre tem. É complicado não se apaixonar por ele (eu me apaixonei, quero um Daemon pra mim). E essa é um dos maiores motivos do relacionamento entre esses protagonistas ser como cão e gato, adoro o fato da Kat não ser bobinha submissa e sempre levantar o lindo dedo do meio quando Daemon age como babaca. E se teve uma coisa que me fez curtir ainda mais a leitura, foi o fato desse Yong Adult, não ter aqueles romances melosos, GRAÇAS A DEUS. Os demais personagens são bem coadjuvantes e salvo Dee, não recebem muita atenção ao longo desse livro.


Uma foto publicada por Kris - Conversas de Alcova (@ladycereja) em


      O desenvolvimento da história é todo muito bem elaborado, a autora se valeu das lendas de West Virginia sobre "Seres de Luz" para construir a história dos seus seres extraterrestres. O engraçado é que quando a gente pega um livro e vê a palavra Alien, pensa logo que vai ler sobre um monstrinho verde cabeçudo, babando gosma, né? E se esquece que dentro da própria cultura pop já existem outros seres extraterrestres com uma aparência semelhante a nossa, Superman que o diga, AMÉM!
Assim sendo, é lógico, que os extraterrestres de obsidiana tem sim suas capacidades sobre-humanas, mas eu não vou contar aqui quais são, ou roubaria a graça da história pra vocês. A leitura do livro é muito fácil e acaba correndo muito rápido, se você for compulsiva, como eu, lê rapidinho, eu li o livro todo das 3:00 às 8:00 da manhã e terminei a leitura com gostinho de quero mais. O Livro é o primeiro volume de uma série que pelo que eu vi já tem 5 ou 6 livros lançados, não tenho certeza e foi publicado em 2011. Achei até que ele demorou bastante pra ser lançado por aqui. O trabalho gráfico da +Editora Valentina está como sempre impecável, a capa do livro é bem fiel a da versão original, a diagramação do livro ficou muito boa, com uma letra grande e que facilita a leitura. Não percebi erros na revisão durante a leitura.

Eu amei a leitura, me envolvi com os personagens e sem dúvida alguma recomendo pra vocês, principalmente para os fãs de Young Adult e Fantasia Sobrenatural, podem ler sem medo de encontrar um livro mais do mesmo ou uma trama incongruente que não se sustenta, a história é ótima bem como a Belle falou lá no Canal da Valentina, por falar nisso vocês conhecem o canal da editora? Se não passem lá, eu nem curto muito assistir vlog, mas a Belle é muito divertida.

Gente, espero que vocês tenham curtido a minha resenha, eu tô relendo aqui e com a sensação de que rejuvenesci uns oito anos pra escrever, mas é que eu ainda tô no clima jovial da leitura, então tudo certo.
Não deixem de interagir comigo nos comentários, será um grande prazer saber a opinião de vocês.
Beijooos 


11 comentários:

  1. Oi, Kris. Eu estou louca para ler esse livro (e toda a série). Tenho visto ele sendo muito bem comentado e a premissa me agrada bastante. Eu gostei de saber que a história lhe agradou dessa maneira e mesmo tendo um certo preconceito, antes da leitura, a obra conseguiu lhe interessar e lhe prender na leitura. Isso só me deixa ainda mais interessada e curiosa.

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu adoro essa saga, especialmente por conta do desenvolvimento. Acho que a autora escreve muito bem e oa personagens são incríveis. Sua resenha ficou maravilhosa e me deixou até com vontade de reler. Essa capa, acho linda <3
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Kris,
    Mais do que curti a sua resenha *O*
    Confesso que eu tenho (ou tinha) certo preconceito em relação a essa obra, pois achava que ela era muito similar à Crepúsculo, fiquei feliz por ver que estou errada.
    Já estou meio que apaixonada por Dae, mesmo sem ter lido - estou me perguntando como vou me sentir quando ler.
    Uma das coisas que achei legal foi que a autora usou de lendas de West Virginia.
    Dica mais do que anotada e parabéns pela incrível resenha *O*
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  4. Oi, Kris!
    Primeiro, uma pergunta: qual o motivo do preconceito? Você mencionou Crepúsculo, mas de uma forma meio misteriosa, fiquei curiosa!
    Sua resenha está sensacional, mesmo com essa sensação que teve. Linda, dá gosto de ler.
    E nossa, nunca encontrei um livro em que há uma blogueira literária nele, que legal! Ah, durante a leitura da resenha, você mencionou a paixão por Daemon, fiquei curiosa para saber se eu me apaixonaria por ele também, haha.
    Enfim, gostei mesmo da proposta do livro, tanto pela sinopse, quanto pelas suas palavras.
    Um beijo,
    Historiar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi O Preconceito é de que fosse mais um livro mais do mesmo, com personagens parecidos com os de crepúsculo, os mesmos Plots Twisters nas estórias, esse tipo de coisa, como acontece em vários romances de fantasia Young Adult

      Excluir
  5. Oiiiii

    Faz um tempo que esse livro ta minha estante e até agora não tive tempo de ler. A estória é parecida com uma série que eu amava assistir que infelizmente foi cancelada, então fiquei doida pra ler o livro. Quero poder ler em breve, e ver o quanto você amou o livro e todas esses elogios, só aumentou minha curiosidade. Não vejo a hora de ler <3

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Eu também adorei essa história!
    Em alguns momentos também vi um pouco de semelhança com crepúsculo, mas como não li nenhum dos livros acho que não reparei muito.
    O mais legal é ver os protagonistas se pegando igual gato e rato, hora brigam, hora brigam mais ainda, e no máximo tem uma pegação mais forte ali.
    As cenas de ação desse livro são fodas também. Espero poder ler Onix logo

    ResponderExcluir
  7. Oi, flor.

    Eu li esse livro e gostei bastante da leitura. O Daemon é muito fofo mesmo, apesar de as vezes ser um pé no saco. Confesso que sou apaixonada por ele hahahhaha Eu terminei o livro com muita vontade de conferir o próximo, que aliás, já estou lendo.
    Fico feliz que vc tenha gostado do livro e espero q vc goste do próximo também. ♥

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Achei bem intrigante o título da obra, Obsidiana é bem diferente. Depois que li sua resenha que entendi o porquê. Gostei dos postos citados a respeito do exemplar, a questão da fantasia alienígena com poderes sobrenaturais, que se apaixona pela mocinha pode parecer bem clichê, mas percebi que esse livro aborda de um jeito único e cativante.
    Como não li nada a respeito da autora, preciso me aprofundar mais um pouco para ter certeza se irei adicioná-lo na minha lista de desejados!
    Grande abraço e parabéns pela resenha!
    Filipe Penasso - Pena Pensante

    ResponderExcluir
  9. Eu estou chocada com a quantidade de resenhas que falam que esse livro é surpreendente. To correndo comprar na livraria haha Que bom saber que você gostou e que tem fantasia <3 Achava que esse livro seria mais um de romance porém estou vendo que não. Ainda quero lê-lo esse ano!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li romances que envolvem extraterrestres, mas esse parece ser diferente e bem desenvolvido, com mocinhos que conquistam o leitor e a personagem principal, gosto de narrativas que conversam o leitor e fazem a leitura fluir melhor, amei a resenha e pude sentir todas as emoções que o livro lhe despertou, quero ler

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥