Resenha: A Festa de Delirium - Jill Thompson

18 maio 2016




Edição: 1
Editora: Panini Livros
ISBN: 9788583680017
Ano: 2013
Páginas: 64
Sinopse:
Para ajudar a pequena Desespero a se livrar da tristeza de uma vez por todas, Delirium decide fazer uma festa para sua sisuda irmã e convida seus irmãos, Sonho, Destruição, Desejo, Destino e Morte! Mas não vai ser uma festa qualquer, porque, quando quem organiza a festa é a personificação do delírio, existe uma grande chance de tudo ser tão chocante e imprevisível como a cor do cabelo de Delirium!


 A Festa de Delirium foi um pequeno presente que eu me dei, sem nenhum motivo em especial, a não ser eu me amar, rsrsrs. Eu já desejava essa HQ, há tempos e sou fã dessa turminha, então não resisti quando o vi na promoção e comprei. 

A obra é uma HQ com ares de livro infantil bem não-convencional, com uma pegada completamente surrealista, como era de se esperar de uma história escrita para protagonizada pela minha querida Delirium. O Enredo é meigo e sombrio, honrando a versão original dos personagens em Sandman e mesmo nos contando uma história meio boba e quase infantil, é capaz de nos propiciar uma interessante reflexão.

Delirium percebe que nunca em toda a sua vida, viu sua irmã Desespero sorrir e resolve mudar esse quadro. O que a leva a ter a brilhante ideia de fazer uma festa surpresas para Desespero, afinal todo mundo gosta de festa, assim ela irá sorrir. Delirium então convoca todos os seus irmãos e organiza uma super festa com a ajuda de Barnabás o seu fiel escudeiro. Só que quando se trata dos Perpétuos nem tudo sai como o planejado.


Um dos pontos mais altos do livro são as aquarelas maravilhosas da Jill Thompson, que ilustram divinamente toda a história e despertam o nosso desejo de escolher uma tatuagem por página. Além de escrever uma história adorável a Jill teve uma delicadeza imensa com cada personagem nos mínimos detalhes. 

A Edição da Panini Books está maravilhosa, linda, com capa dura e páginas brilhantes, do tipo que dar gosto ficar vendo e revendo página por página um milhão de vezes. Eu simplesmente amei, se tornou um dos xodós da minha estante e tenho certeza de que mesmo não sendo assinada pelo Neil Gaiman, essa é uma série que os fãs de Sandman, devem ter. É muito amor envolvido.

Espero que vocês tenham curtido, essa minha resenha que tá mais pra uma simples apresentação.
Beijos 


2 comentários:

  1. OI ^^
    mana adoro enredos sombrios em livros assim, acho muito gracinha. acredita que eu não conhecia? mas já vou ficar de olho pq achei um amorzinho. adoro livros com ilustração, sou apaixonada por desenhos. ai já viu, fiquei babando nas fotos. Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  2. eu tenho*--*
    as ilustrações são uma lindeza só... e a história é super bacana, confesso que ri das artimanhas da pequena Delirio pra fazer Desespero dar risada... <3

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥