Resenha: Templo de Gelo - Débora Knittel & Érica Falcão

16 março 2016




Edição: 1
Editora: Solisluna
ISBN: 9788589059725
Ano: 2015
Páginas: 239
SKOOB
Sinopse:
Holly e Celino, apesar de se amarem, precisam aprender a lidar com as diferenças entres os seus respectivos mundos. Afinal, ela é humana e ele... um anjo. Ao buscar os pertences deixados por John no Museu da Quinta da Boa Vista, Holly conhecerá Pedro, um atraente estudante de arqueologia. Esse encontro reacende o desejo de Holly de fazer a viagem que planejara com John, o falecido pai que ela tanto amava. Quando Celino se afasta de Holly para desvendar um mistério do Mundo Angelical envolvendo Helena, anjo do Templo do Amor, a situação entre ele e Holly piora. Celino precisará da ajuda do anjo Lavínia, que está detida no Templo da Rendição, por ter se aliado a Bérberus, servidor fiel do Senhor das Trevas. Nesta história, amor, lealdade, desejo e traição se entrelaçam, despertando sentimentos que poderão abrir ou selar feridas há muito adormecidas. Cada ser deve fazer sua escolha e o mal pode estar em qualquer lugar... Então, cuidado para não despertá-lo.


Resenha

Oi Gente, demorei um pouco pra trazer essa resenha e nem sei por que, já que já li o livro tem um pouco te tempo. Então, esse é o segundo livro da trilogia Eclipse da Lua Azul e continua com a mesma pegada aventureira do primeiro livro. Porém nele nós encontramos o desenvolvimento do romance entre Holly e Celino que começou no livro 1 e se já não fosse complicado para uma humana e um anjo conseguirem entender e tentar estabilizar as suas diferenças em um relacionamento, a guerra entre o bem e o mal continua. Em templo de gelo, conheceremos mais profundamente os vilões e veremos que alguns que achamos paspalhões no livro anterior podem ser piores do que imaginamos.

"Todos os dias a luz e as trevas lutam dentro de cada um de nos, talvez essa seja a batalha mais difícil de travar"

Nesse livro dois, os personagens mais presentes dos protagonistas que já conhecemos são Celino e Holly, Maiara e Kamim aparecem muito pouco e fazem bastante falta. Talvez tenha sido por esse motivo que eu não tenha curtido tanto a leitura desse volume da série como eu curti a do anterior. Pois como eu já havia mencionado na resenha passada, Holly não é uma personagem com a qual eu tenha me identificado tanto, devido a sua enorme imaturidade e por as vezes parecer que ela acredita que o mundo gira em torno do seu umbigo. E essa impulsividade da personagem é a sua parceira em todo o decorrer da história, é devido a isso que ela se envolve em vários problemas ao longo da narrativa.
Celino também não é um dos meus personagens favoritos, mas não porque ele é um personagem ruim, pelo contrário,  ele é bonzinho demais, inocente demais, faz os gostos da Holly demais. Em alguns momentos parece que o envolvimento deles é mais Pai e filha do que de namorados. Pela primeira vez na vida eu me vi DES-Shippando um casal. Sério, queria muito que eles não ficassem juntos, o Celino merece alguém mais legal.

Tirando essa rixa entre eu e a Holly,  a narrativa, do livro continua excelente, altas doses de aventura, ação e magia, posso dizer até que nessa sequência eu pude perceber um forte amadurecimento da obra. Ainda se trata de um infantojuvenil, mas nessa sequência nos deparamos com uma temática mais amadurecida. 
O Clímax desse volume foi tenso e nos deixou cheio de expectativas sobre o futuro de alguns personagens pra o próximo livro.
A Escrita das autoras é de uma sincronia inimaginável, não dá pra perceber onde uma para e a outra começa, a narrativa é completamente uniforme e dinâmica. Acredito que a obra dá pra ser lida em uma única sentada, devido a sua intensidade. 
A qualidade gráfica do livro continua ótima, a capa está linda, não percebi erros de revisão, a fonte usada esta em um tamanho excelente para a leitura e o material usado para a impressão do livro é de muito boa qualidade.


Estou ansiosa pelo capítulo final dessa trilogia, e espero poder ver mais a Maiara que foi de quem eu senti muita falta, sua personalidade é tão doce e ao mesmo tempo madura, que é um sopro de ar fresco sempre que ela aparece. Curti muito a leitura e recomendo, tanto para adultos que como eu curtem uma boa aventura infantojuvenil, como para as crianças e adolescentes que estão dando seus primeiros passos nesse universo da leitura.

Beijos

10 comentários:

  1. Olá :)
    Não conhecia o livro mas me interessei bastante pela premissa do livro. Vou até anotar a dica aqui.
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiii Kris, tudo bem?
    Realmente não conhecia o livro, confesso que a premissa soube me chamar bastante a atenção, leria com toda certeza. Espero que o último livro seja incrível.
    Beijão <3

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro e pela capa e título não pensei que fosse infantojuvenil. Que maldade a sua colocar um nutela na foto, agora estou querendo os dois!
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Oi!

    Adoro livros de nefilins, anjos e agregados. E, uma crítica pessoal, achei a sinopse meio confusa, enfim compreendi melhor o enredo pela sua resenha. Não conheço a obra, entretanto mesmo você abordando os lados negativos, me interessei a ler. Também ultimamente ando meio nervosa com esses protagonistas hiper paternalistas, sei lá, as vezes sinto falta de mocinho mais normais. Entende?
    Mais leria de boa!!!!

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Não conhecia o livro Templo de Gelo e logo de cara eu achei a capa linda.
    Eu acho tao legal qdo o livro é uma co autoria, como sera q elas escrevem juntas ne?
    Que bom que as autoras tem sincronia e que o livro desenvolveu bem, gostei da resenha e me animei a ler.
    VOu ler com certeza!
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Apesar de não conhecer o livro, já me encantei com a capa. A premissa também é boa e gostei da dinâmica de ser escrito por duas pessoas.
    Espero ter o prazer de ler em breve.
    Bjos

    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Kris.
    Ainda não conhecia a trilogia nem as autoras.
    A história não me chamou muita atenção, mas vou deixar a dica anotada aqui.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá, acho que já tinha visto alguma coisa sobre o primeiro livro, mas não lembrava bem dos personagens. Pela sua resenha, a história ganha contornos mais complexos nessa aventura infanto-juvenil. Gostei muito, apesar de não ser tão adulto, eu leria sim. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Kris, ainda não tinha ouvido falar dessa trilogia.
    Confesso que depois de ler o que você achou dos personagens eu não me empolguei tanto assim, mas a capa e o enredo geral despertou minha atenção e eu daria uma chance.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Não conhecia essa trilogia, são tantas né que até deixamos algumas passarem!
    Adoro livros com anjos, nefilins são ótimos e já tem um tempinho que não leio nada desse estilo. Gostei de saber da história mesmo sendo o segundo livro. Vou colocar na lista e quem saber eu leia em breve!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/2016/03/resenha-as-batidas-perdidas-do-coracao.html

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥