Resenha: Vicious - V.E. Schwabb

03 fevereiro 2016

Olá, gente!

Vocês se lembram de "Um tom mais escuro de magia", que resenhei há algumas semanas? Bem, depois de ler, e de me encantar com a história do Kel, um mago capaz de viajar entre as Londres dos diferentes mundos, resolvi que iria correr atrás de outras obras da maravilhosa V.E. Schwabb (ou Victoria Schwabb, que é o nome que ela usava para publicar antes) e descobrir se seu talento se reproduziria as páginas de outras histórias.. 

Então, depois de colocar meus dedinhos em Vicious, descobri que tenho outro nome para colocar na minha lista (já extensa) de autores favoritos. E embora este livro não tenha sido traduzido para o maravilhoso português ainda, vim fazer a resenha para que vocês se adiantem lendo em inglês, ou aguardem com ansiedade por mais essa intrincada (e perfeitamente factível, ainda que seja um livro de fantasia) trama. Me acompanham?

Sobre o Livro:

Autora: V.E. Schwabb.
Ano: 2013.
Páginas: 368.
Editora (em inglês): Tor Books.
ISBN: 9780765335340.
Estrelas: 5/5 COM LOUVOR!
Sinopse (traduzida do skoob por mim mesma, então perdoem qualquer erro): Um conto magistral, trançado de ambição, o ciúme, traição e superpoderes, ambientado em um futuro próximo.
Victor e Eli começaram como companheiros de quarto na faculdade – brilhantes, arrogantes e solitários garotos que reconheceram um no outro a mesma ambição e clareza que possuíam. Em seu último ano, um interesse de pesquisa compartilhado sobre adrenalina, experiências de quase morte, e eventos aparentemente sobrenaturais revela uma possibilidade intrigante: a de que sob as condições corretas, alguém poderia desenvolver habilidades extraordinárias. Mas quando a sua tese se move do acadêmico ao experimental, as coisas vão muito mal.
Dez anos mais tarde, Victor foge da prisão, determinado a alcançar seu velho amigo (agora inimigo), auxiliado por uma jovem cuja natureza reservada obscurece uma habilidade impressionante. Enquanto isso, Eli está em uma missão para erradicar todas as outras pessoas com super poderes que ele pode encontrar – além de sua ajudante, uma mulher enigmática com uma vontade inquebrável.
Armados com terrível poder em ambos os lados, impulsionados pela memória de traição e perda, os arqui-inimigos traçaram um curso de vingança, mas quem sobreviverá no final?



Resenha:

Eu já deixei claro que gostei, né? Não poupo saliva para falar sobre quão maravilhosa a Victoria é, e sobre como eu queria pensar nas coisas que ela pensa (e que, da forma como ela articula, se encaixam direitinho para alcançar um final bem amarrado, sem brechar). Mas se "Um tom mais escuro de magia" já tem algo de sombrio, Vicious mergulha de cabeça em um enredo conflitante e perigoso onde, desde o começo, você fica confusa sobre os valores dos personagens e suas motivações. 

Veja bem, são tão tridimensionais os personagens criador por Schwabb que você não sabe ao certo quem é o vilão e quem é o mocinho; mesmo ao fim do livro, você não consegue chegar a uma conclusão sobre isso, e eu, pessoalmente, acho essa característica incrível por ser, justamente, tão real: ninguém é só bom ou só ruim; todos temos traços conflituosos da personalidade, coisas que nos fazem agir de forma duvidosa, e também sempre temos algo que nos redime por piores que possamos ser. 

O livro não segue uma cronologia linear, mas as idas e vindas ao passado e ao presente se apresentam como uma quebra de lógica que é bem-vinda. Ao mesmo tempo que conhecemos o Victor, fugitivo da prisão e invasor de sepulturas, também nos encontramos com o Vic de dez anos atrás: uma criatura ambiciosa e observadora que tem problemas para conciliar a inveja que sente de seu melhor amigo, Eli, em quem ele jura haver uma malícia muito bem disfarçada sob a fachada de moço exemplar. 

É neste contexto de dez anos atrás que Eliot e Victor se deparam com uma descoberta que mudará suas vidas: pessoas ExtraOrdinárias, possuidoras de moderes sobrehumanos, existem; mais que isso, novas delas surgem todos os dias quando, sob as condições adequadas, pessoas lidam com uma experiência de quase-morte. Mais que isto, os dois amigos (cuja principal característica, eu volto a reforçar, é a ambição) tentam recriar os aspectos que levam alguém a se tornar ExtraOrdinário e, após muitas pedras no caminho, conseguem. 

Esta é a reviravolta que desencadeia todo o resto do livro, e dá luz aos sentimentos mais obscuros, e às motivações mais duvidosas por parte dos dois. E, vale a pena descobrir, passo a passo, o que leva ao desfecho que, confesso, me deixou sem fôlego e que foi insatisfatório da forma mais agradável possível (é um paradoxo, mas sabe quando você entende que as coisas TENHAM que acontecer de tal forma mesmo que não concorde plenamente com isso? Bem...).

Eu demorei algum tempo para terminar de ler este livro porque estive um tantinho ocupada nos últimos tempos, então lia somente à noite, antes de dormir. Ainda assim, fui consumida de tal forma pela engenhosidade da trama, que às vezes olhava para o relógio e me espantava de ver que já era quatro da matina e eu ainda estava com a cara pregada no celular assimilando capítulo após capítulo, querendo comer esse doce devagar, pra provar cada pedacinho. 

Para quem lê em inglês e não tem problemas com e-books, eu sei que Vicious está disponível na Livraria Cultura (o preço do livro impresso tá BEM salgado), e o mesmo vale para a versão em inglês de "Um tom mais escuro de magia" que algumas pessoas não encontraram para comprar (eu ainda não achei um lugar que venda a versão física em português deste, mas prometo que atualizo vocês assim que encontrar). Como a Victoria ainda não é AQUEEELA AUTOOORA FAMOOSA no Brasil, é preciso ter um pouquinho mais de paciência até que ela se popularize. Tenho certeza de que, com o talento que ela tem, não deve demorar muito. 

No mais, espero que, caso consigam ler, curtam tanto quanto eu. 
Beijinhos <3

2 comentários:

  1. Admito que se eu fosse pela capa e pelo título, o livro não me interessaria, mas pelo o que você disse ele surpreendentemente parece ser legal mesmo! hahaha

    http://magoevidro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Parece ser um livro muito bom! Adorei a resenha ^^

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥