Resenha: Delta de Vênus - Anaïs Nin

15 fevereiro 2016






Ficha Técnica:Edição: 1
Editora: L&PM
ISBN: 852541395X
Ano: 2005
Páginas: 304
Sinopse: Prostitutas que satisfazem os mais estranhos desejos de seus clientes. Mulheres que se aventuram com desconhecidos para descobrir sua própria sexualidade. Triângulos amorosos e orgias. Modelos e artistas que se envolvem num misto de culto ao sexo e à beleza. Aristocratas excêntricos e homens que enlouquecem as mulheres. Estes são alguns dos personagens que habitam os contos eróticos de Delta de Vênus, de Anaïs Nin. Escritas no início da década de 40 sob a encomenda de um cliente misterioso, estas histórias se passam num mundo europeu-aristocrático decadente, no qual as crenças de alguns personagens são corrompidas por novas experiências sexuais e emocionais. Discípula das descobertas freudianas, Anaïs Nin aplicou nestes textos a delicadeza de estilo que lhe era característica e a pungência sexual que experimentou na sua própria vida. Mais do que contos eróticos, Delta de Vênus oferece ao leitor histórias de libertação e superação. Esta nova tradução de Delta de Vênus traz pela primeira vez ao leitor brasileiro os contos Pierre e Marcel, que haviam sido suprimidos da edição anterior.


Resenha:

Oi Gente, Hoje eu venho trazer pra vocês a resenha de uma Obra Clássica, que me deixou bem dividida, não posso dizer que amei, tampouco que odiei, meio confuso né?
Calma vou explicar.

Já fazia bastante tempo que eu queria me aprofundar e conhecer melhor a escrita da Anaïs Nin, pois sempre recebi ótimos Feedbacks e vindo de pessoas que eu curto bastante e admiro o gosto literário. Porém acredito que Delta de Vênus, não é o livro ideal para se começar o contato. Antes do início da leitura, eu já estava pronta para a carga erótica que eu encontraria, afinal Nin, nada mais é que a Mãe do Erotismo literário. Porém os temas abordados para a composição dos contos é bem pesado e pode incomodar bastante aos leitores mais sensíveis, algo que não é o meu caso e ainda assim eu me senti um pouco incomodada.
Quem me conhece sabe que eu não sou uma pessoa puritana, não chego nem perto disso, e que para algo erótico me chocar, precisa ser realmente algo forte. Eu não vou mencionar o tema em si, para não dar spoiler, mas desde já os aviso aos que resolverem se aventurar na leitura dessa obra a estarem preparados.

Afora a temática de alguns contos, a leitura foi extremamente gratificante, eu amo contos e em termos de escrita Nin é uma diva. Seus contos são muito bem estruturados, com início, meio e fim, muito bem definidos, de modo que é completamente fácil entende-los e não terminamos de os ler sentindo aquele vazio de que faltou explicar alguma coisa, bem pelo contrário alguns contos são tão ricos e tão bem descritos que ao terminar de lê-los, ficamos a querer saber mais. Outro lado bastante positivo na leitura é a forte dose de história nos textos, ao lê-los somos capazes de imaginar claramente os cenários e os anos 40 em todo o seu glamour e decadência.



Uma das coisas que eu mais gosto nas edições da L&PM é que a editora se importa de apresentar aos leitores não apenas o lado literário das obras, como também traz uma forte didática sobre o contexto histórico e os porquês em relação a ela. Por isso recomendo que não cometam o erro de pular o Prefácio dos livros da editora, pois ali vocês são levados a compreender melhor a razão de algumas narrativas serem tão perturbadoras. No caso de Delta de Vênus, foi esse esclarecimento que me levou a ver a obra com olhos mais racionais. 

Os contos que compõem Delta de Vênus foram escritos sobre encomenda para um excêntrico velho rico e desconhecido, interessado em Literatura Erótica, essa proposta foi feita inicialmente a Henry Miller, que por necessitar de dinheiro a aceitou, mas não se sentia bem por faze-lo e acabou passando tal tarefa para Nin. Após receber os primeiros contos escritos por ela, o entusiasmo do colecionador foi notável, porém foi-lhe recomendado: " (...) Mas deixe de fora a poesia e as descrições de qualquer coisa além do sexo. Concentre-se no sexo.)", a partir daí Nin começou a conversar com os amigos e receber deles alguns relatos verdadeiros ou fictícios aos quais ia escrevendo e reinventando para o colecionador. Nas épocas que a situação financeira apertava todos os amigos mais próximos escreverem contos eróticos anonimamente para saciar os desejos desse misterioso colecionador, em uma parte do prefácio Anaïs Nin diz: 

"Eu era como a cafetina de uma presunçosa casa de prostituição literária, de onde a vulgaridade estava excluída."

Ou seja, no prefácio fica claro que encontraremos num livro histórias dotadas de puro erotismo e nenhum romance. Afinal eram contos escritos para entretenimento de um "Tarado" e por isso a temática dos contos passeia pelos mais profundos fetiches e perversões da natureza humana. 
Já vi algumas pessoas tecerem um forte paralelo entre a escrita de Anaïs Nin e a literatura erótica atual, não apenas pela qualidade do texto, mas também em relação ao excesso de romantismo nas obras eróticas contemporâneas. Porém, com a conclusão da minha leitura, acredito que isso daria uma forte discussão pois nesse prefácio Nin deixa claro que a falta de emoção e romantismo no seu estilo de escrita, não foi algo natural e sim imposto pelo colecionador:

"Você não sabe o que está perdendo com o exame microscópico da atividade sexual e a exclusão dos aspectos que são o combustível que a infama. O Aspecto intelectual, imaginativo, romântico, emocional. É isso que dá ao sexo texturas surpreendentes, transformações sutis, elementos afrodisíacos. Você está reduzindo seu mundo de sensações. Você o está fazendo murchar, definhar, drenando o sangue dele."


Enfim, como vocês puderam perceber Delta de Vênus é uma leitura intensa, interessante e altamente reflexiva, porém que pode não ser apreciada por todos os leitores. 
Espero que tenham gostado da resenha, Beijos.

28 comentários:

  1. Apesar de você ter me inteirado do teor de alguns, e lendo sua resenha, bem, eu tb não sou nem um pouco puritana, e continuo tendo vontade de lê-lo. Mais por curiosidade mesmo, esse prefacio consegui meu deixar ainda mais curiosa!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que pode ser que tu goste Déia.
      A escrita dela é muito boa.

      Excluir
  2. Oieee Tudo bom?
    bem , esse definitivamente não é meu livro.. huhuhu... não que eu não leia erótico, mas não vesse nível.. acho que estou mais para florzinha.
    A Lala gosta de ler uns livros mais nesse gênero, vou ver se ela já chegou a ler ou conhece !!!
    =)
    BJoks

    ResponderExcluir
  3. Esse parece um livro que eu não deveria ler, mas quero. Gostei mais ainda por ser um livro de contos, as vezes sinto falta disso e relativamente leio mais rápido livros assim.

    Assim como a leitura te deixou com um sentimento confuso. Essa resenha fez o mesmo comigo. Ler ou não ler? eis a questão.

    Bjs,
    http://garotasdepapel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thiana, que bom que eu consegui plantar a sementinha da dúvida. Minha intenção foi essa mesmo, porque acho que esse tipo de leitura é bem pessoal e quem vai fazê-lo deve já estar preparada para o que vai encontrar. Espero que você curta, caso decida ler. E me conta.
      Beijos

      Excluir
  4. Nossa imagino que esse livro tenha sido bem polêmico para a época que foi escrito, já que abrange um teor sexual explícito capaz de chocar até os tempos atuais ( com tanto livfk erótico por aí)...
    Vc me deixou megs curiosa, de verdade. Vou anotar o nome desse livro e procurar para comprar.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ter sido, mas não tanto quanto seria aqui, pois a França sempre foi um país sexualmente mais bem resolvido que os demais.

      Excluir
  5. Olá, tudo bom?

    EU já tinha ouvido falar dessa escritora, mas nunca me aventurei em algum dos seus livros. De acordo com a sua resenha, esse não seria um livro que eu gostaria dela :( Vou ter que ver outros para tentar achar algo que eu realmente vá gostar!

    Ótima resenha, como sempre. Obrigada pela dica, mesmo assim.

    Beijos.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Menina do céu, eu uso um cenário muito parecido com o seu para fotografar meus livros... hahahahahah Que coincidência!!!!
    É um livro que eu com certeza não leria, mas achei interessante os contos terem sido escritos por um tarado... hahahahahha Anotei a dica para indicar para as amigas.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, eu lembro mesmo que tinha visto um blog com algo parecido. Peguei o tutorial num blog gringo, como não tenho um lugar legal pra tirar ft, fazer um cenário é uma mão na roda.
      Então, na verdade os contos não foram escritos por um tarado, mas para um.

      Excluir
  7. Olá, sabe que eu sou suspeita de falar pois adoro ler um bom livro erótico, e confesso que esse chamou bastante minha atenção, eu não conhecia ele ainda e a sua resenha me ganhou para mim ir atrás dele o quanto antes.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal Kétrin, acredito então que você irá curtir bastante a leitura.

      Excluir
  8. Oiee ^^
    Ainda não conhecia esse livro, mas não gosto muito de eróticos (de vez em quando leio um ou outro, mas os mais leves, sabe?). Não sou bem uma pessoa sensível, mas as cenas muito pesadas me incomodam um pouco, sabe? Então não sei se leria esse livro um dia, sei que não o leria agora *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oie.
    Não conhecia o livro, nem a autora e nem a editora.
    E bom! Não, eu realmente não leria esse livro. Não curto o gênero e ainda mais com essa premissa e contendo porções a mais de erotismo. Definitivamente não é um livro para mim.
    Curto mais aquele romance com mais açúcar kkkkkkkkkkk.
    Mas adorei a resenha

    http://colecoes-literarias.blogspot.com.br/2016/02/parceria-galera-record.html

    ResponderExcluir
  10. Oiii
    Eu não conhecia o livro.
    Eu não leria o livro,pois achei muito pesado.
    É lógico que leio livros com o tema erótico ,mas nada nesse nível por assim dizer.
    Por isso vou deixar passar a leitura dessa vez.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi!!!
    Livros que contos são bons para intercalar com outras leituras. A resenha passa ser uma leitura muito intensa, com erotismo e sensualidade. Espero ter a oportunidade de ler.

    Beijos
    Carla Fernanda
    http://livrosqueliblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem??

    Gostei bastante de como você se expressou na sua resenha! Deixou bem claro o conteúdo e que pode não agradar a todos... Inclusive acho que não é o tipo de livro que me agradaria, mas parece ser bem escrito para que gosta do gênero!

    XOXO
    Umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Que livro interessante. Só pela capa já super me chamou atenção, adoro coisas interessantes relacionadas a sexo, ainda mais quando é visto de uma forma séria, sem aquela romantização que me dá enjoo hahaha
    Curti muito a premissa, acho que já tinha ouvido falar por cima desse livro, mas foi bem por cima mesmo, não tinha ideia do conteúdo. Gostei das informações! :)

    Mago e Vidro

    ResponderExcluir
  14. Oiee

    Eu não curto o gênero, não conhecia a editora e nem a autora, me pareceu ser bem intenso mesmo.
    Gostei da sua resenha, e apesar, de não ler quase nada no estilo, fiquei curiosa com esse.
    A capa é bem sugestiva rs.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie Kris!!!
    Confesso que não conhecia a autora, nem sua obra. Mas como sou uma pessoa naturalmente curiosa dei uma googada e sendo sincera achei a maioria de suas obras muito interessantes, porém como você mesma disse elas não são para leitores "sensíveis" que por um acaso é meu caso rsrs. Amei sua resenha, achei-simplesmente fantástica! Espero conseguir ler algo da autora no futuro, por qual você acha que devo começar?
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi Kris
    Nunca tinha ouvido falar desse livro nem da autora,e apesar de gostar muito desse gênero literário,não curti esse livro,não por não ser puritana pq também estou longe disso..hahahaha..mas pelo simples fato de não ter um romacezinho no meio..Então dessa vez irei passar essa leitura ;)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/02/resenha-encontrada-carina-rissi.html#comment-form

    ResponderExcluir
  17. Eu li esse livro logo que foi lançado, e gostei bastante. Eu adoro o fato de ser um livro estritamente erótico, talvez por isso não tenha gostado de nada que li nos últimos tempos com essa temática. Sem sombra de dúvidas, é uma excelente recomendação de leitura.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  18. Oi
    Adoro contos e se por com temas fortes, melhor ainda.
    Gostei muito de conhecer esse livro. Suas impressões e os quotes deram para sentir que não é uma leitura simples.
    Gostei bastante da dica.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  19. Ola lindona dessa vez a premissa do livro não me chamou tanta atenção assim, mas fico feliz em saber do cuidado da editora em levar ao leitor muito mais que uma história e sim se importa em situar o mesmo. Dessa vez vou deixar passar a dica. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Kris, tudo bem?

    Não sou uma pessoa sensível, mas acho que não leria... não pelo teor dos contos em si, que admito que me deixou curiosa... mas porque parece que os contos são baseados somente no sexo, deixando a emoção de lado, e isso não me agrada. Entendo a forma como eles foram escritos, mas não me chamam a atenção.

    Mas gostei de saber que os contos são completos, com início, meio e fim bem definidos e gostei de saber que na edição tem o contexto no qual a obra foi escrita.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  21. Olá...eu não conhecia essa obra. Li sua resenha e já vi que esse livro não me agrada nem um pouco.Não gosto de histórias hots. Na minha opinião são todas muito clichés. E esse livro você disse que é bem intenso. Então não me agradou muito. De uma coisa é certa: Não gosto de sentir amor e ódio em um livro. rsrsrs...
    Bjs

    livrosemarshmallows.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Olá.
    Assim como você não sou puritana, mas como você diz que se chocou com alguns contos e que outros são maravilhosos, fiquei sem ter uma opinião concreta se iria ler ou não, quem sabe talvez dê uma chance a autora.
    Ótima resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi.

    Já tinha visto esse livro em algum lugar, mas nunca me interessei pela leitura, apesar de gostar de livros erótico, fiquei dividida agora, sem saber se leio ou não. Vou esperar mais um pouco, quem sabe daqui a um tempo eu não tenha vontade de ler.

    Beijos.

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥