Rockfeller - Alexandre Apolca

12 janeiro 2016



Ficha TécnicaEdição: 1
Editora: Nova Paris
ISBN: 9788568270011Ano: 2014
Páginas: 184
Sinopse: Beto Rockfeller, que possui uma leve versão da síndrome da mão alheia, sonha em fazer sucesso com sua banda de rock. Após ser preso injustamente em um protesto na Avenida Paulista, é liberado e orientado a deixar São Paulo. Ele e sua desconhecida banda — cujos integrantes são: Yakult, Gringo e Santiago dos Santos — decidem se mudar para a mística São Thomé das Letras, a Machu Picchu brasileira. É exatamente nessa aconchegante cidadezinha mineira que começa uma trama estonteante e dinâmica — repleta de aventuras, romances, crimes e mistérios.Rockfeller se envolve com Anita Andrade, a namorada de um dos seus amigos. Esse triângulo amoroso é surpreendido com a súbita aparição de uma terrível enfermidade. Ele, desconcertado, se vê diante de uma difícil decisão, que mexe brutalmente com seus princípios morais e o pior, Rock pagará caro por sua indigesta decisão, seja ela qual for. Além disso, é obrigado a conviver com seus fantasmas, desilusões e psicoses e ainda tem de se acostumar com um enigmático corvo que o persegue.No entanto, após muito tempo, Rockfeller consegue uma segunda chance de ser feliz no Rio de Janeiro, as suas desventuras e psicoses ressurgem, e isso pode levá-lo a uma irreparável situação em que nem tudo que se vê pode ser real...


Minhas opiniões:

Essa virada de 2015 para 2016 tem sido angustiante na minha vida de leitora.
Perto do meu aniversário que me deixa depressiva e do nascimento da minha sobrinha que tem me deixado maluca, ler virou uma missão impossível, resenhar é pior ainda.
Dei uma desligada na semana passada, e consegui, a muito custo, ler o livro do parceiro Alexandre Apolca.

A leitura foi um choque, que eu realmente não esperava. É sem dúvida uma abordagem de personagem bem inusitada na literatura nacional.
Eu havia pensado inicialmente pela capa sombria que se tratava de uma história de terror. Não está, de todo errado, mas se encaixa mais num drama psicológico.

O vocalista da banda Escória Humana, Beto Rockfeller, é uma criatura peculiar. Majoritariamente odioso, é o próprio protagonista que narra seu passado, entre as décadas de 80 a 90.
Preso injustamente, e depois praticamente exilado em uma cidade que é a epítome do "Sexo, drogas e Rock n' roll" (São Tomé das Letras), é difícil saber o que é real, o que é efeito de droga, o que é esquizofrenia.

Perseguido por um corvo alla Edgar Allan Poe, o rapaz ainda tem um dilema moral ao se envolver com a namorada do melhor amigo, Anita. 
Todo mistério e drama ainda é permeado por uma estranha condição de Beto, a Síndrome da mão alheia, que deixa tudo ainda mais absurdo.
É difícil descrever o misto de raiva, desprezo, vergonha alheia e pena que nos causa esse bizarro protagonista.

Mais difícil é tentar resenhar a obra sem cair no indesejado spoiler. 
Uma coisa é certa: se você se incomoda com uma certa dose de crueza é melhor passar longe deste volume. Rockfeller é um livro bastante visceral, com personagens atormentados e por vezes desprezíveis, alucinações e comportamentos que sua mãe não aprovaria.
É uma bela ressaca literária de início de ano. 

27 comentários:

  1. Droga. Você podem, por favor, parar de fazer boas resenhas que me deixam com vontade de ler e comprar o livro? Assim meu bolso não aguenta!

    São apaixonada por dramas psicológicos, não sei explicar o porquê e a sua resenha me deixou absolutamente louca para ler a obra. Mas... Tira uma dúvida aqui para mim... O que é a síndrome da mão alheia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, é um negócio muito louco que a mão da pessoa faz coisas sem que ela perceba. Imagina a doideira. Huahahuaha

      Excluir
    2. Menina, é um negócio muito louco que a mão da pessoa faz coisas sem que ela perceba. Imagina a doideira. Huahahuaha

      Excluir
  2. Eu não me importo nem um pouco com este tipo de trama, confesso que lendo a sinopse já me interessei pela obra. E depois da sua opinião então... Quero muito ler. E já ouvi falar desse autor, acho até que já li algo dele.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Só de saber que a história tem um triângulo amoroso já me deixa sem o menor animo nem vontade de ler esse livro.
    O que é síndrome da mão alheia?? Não faço a menor ideia do que seja.
    Estou afim de leituras mais leves nesse começo de ano, então no momento o livro não me interessa.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  4. Olha eu não conhecia essa obra e gostei bastante da trama do livro.
    Me parece ser um livro bem desenvolvido com personagens cativantes.
    E sem contar que adoro estórias que envolvem bandas. Pode não sei o ponto principal da estória, mas já tem uma relação que me agrada. Romance então nem se fala. Mistério UAU... hahahahaa...por isso eu leria o livro sim. Acho que até uma das minhas colaboradoras iria gostar. Espero poder ter a oportunidade de ler assim que tiver tempo, porque esse ano menina, eu nem quero comprar livros viu? Quero ler os que tenho mesmo rs


    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-o-principe-dos-canalhas.html

    ResponderExcluir
  5. Amanda lindona devido a intensidade do livro dessa vez, vou deixar passar, estou optando por ler algo mais leve e menso denso,. pelo menos agora no começo do ano. Vou deixar para ler em outro momento mais punk. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  6. E comportamentos que sua mãe não aprovaria.... kkkkkkkkkkkkk ri muito desta parte. Ótima forma de dizer que não é um livro muito bom para pessoas em momentos saudáveis. Eu vi uma resenha sobre ele um tempo atrás e dizia que era meio louco mesmo. Mas síndrome da mão alheia? Que coisa mais doida. Imagina a mente para escrever uma história assim? Também não curto a data do meu aniversário, então é normal para algumas pessoas! :)

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Ainda não conhecia o livro, mas confesso que odiei a capa...kkk' a sinopse por outro lado... Fiquei curiosa com a premissa, acho que nunca li nada nesse estilo, e saber que você gostou (e entrou numa bela de uma ressaca literária por causa do livro) me deixou mais animada para ler. Estou curiosa para conhecer esse corvo à la Poe e essa Síndrome da mão alheia que eu nunca tinha ouvido falar.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Amanda, nossa senhoramariajosé, que livro mais doido! E, sim, sou uma das loucas que curte esse tipo de história que mexe com a nossa moral. Também concordo com você, essa capa tá parecendo mais um livro do mestre Stephen King, mas só porque é uma parada mais psicológica não significa que não dá medo, né?

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  9. Amanda tô pensando aqui nesse negócio de síndrome da mão alheia e deve ser bizarro heim?
    Eu acho q eu ia rir.
    Kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  10. Estou fissurada em Edgar Allan Poe, por isso qdo vi 'Corvo' na sinopse pensei logo: inspirado pelo mestre?! E não é que é?! A sinopse me deixou bem interessada e sua resenha ainda mais. Adoro personagens bem construídos, não importa que sejam loucos! A capa + sinopse dá a entender um terror psicológico. Não aquele de morte, sangue e destruição, mas um que não te deixa dormir pensando 'e se fosse verdade?' Estou muito longe da realidade?

    Blog Mundo de Tinta

    PS: Já visitei o blog outras vezes, mas acho que é a primeira resenha sua que leio, adorei a assinatura Emoticon wink

    ResponderExcluir
  11. Eu nunca li um livro de terror e pela sua resenha acho que é bom eu não começar por esse kkkkkkk acho melhor eu escolher um bem menos visceral kkkk.
    Não é o gênero que me atrai, mas eu pretendo um dia experimentar. Gostei da sua resenha, mesmo curtinha ficou ótima, e super te entendo em relação a dificuldade de resenhar sem soltar spoiler.

    ResponderExcluir
  12. Amanda, você conseguiu captar a essência do livro, kkkkk

    ResponderExcluir
  13. Oi Amanda! Eu também imaginei que fosse um livro de terror ao ver a capa, mas pela sua descrição acho que se enquadra perfeitamente ao gênero drama psicológico (se é que ele existe kkk) Mas me interessei pelo livro. E espero que você possa sair em breve dessa ressaca e ter excelentes leituras!

    ResponderExcluir
  14. Oiii
    Eu sou muito medrosa kkkkk
    Sempre fico pirando quando leio um livro de terror!
    Por isso vou deixar passar a leitura.
    Mas a sua resenha mesmo curtinha,me fez ver como é o enredo do livro,como ele te envolveu e como você gostou do desenrolar da história.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Esse livro parece ter um alto ter psicótico né?
    Caramba, ele já é psicótico, se envolver com a mulher de um amigo não deve ter deixado as coisas mais fáceis.
    Te entendo com relação ao aniversário, também fico do mesmo jeito, mas se apegue no nascimento da sua sobrinha. :)
    bjs
    diariodeumapsicopedagoga.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Mesmo gostando do clima "vida boa/nem tão boa/tenebrosa/horrível" de uma banda, eu não fiquei interessada pela premissa, coisas mais grotescas não me incomodam, mas me pareceu que o personagem principal tem algo totalmente novo que eu não teria coragem de enfrentar em uma leitura.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem? Agora quem está em crise sou eu, eu não quero ficar de ressaca literária, mas eu quero muito ler esse livro, principalmente pelo fato de a história passar no Brasil, nunca tinha ouvido falar dessa editora, mas ela fez um trabalho maravilhoso, adorei a capa e pelo que li, tem muito haver com o tema e história do livro, princialmente por causa dos personagens atormentadores. Beijos, obrigada por essa dica
    Sthe - Blog
    http://leesoncre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi
    Não me interessei muito pelo livro porque achei alguns detalhes meio confusos.
    Acho que só lendo mesmo para entender.
    Mas uma coisa gostei. O personagem é show!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  19. Olá... tudo bem??
    Não conhecia o livro não... achei a capa bem chamativa... e adorei a premissa, mesmo me parecendo confusa inicialmente eu curti, porque gosto de uma lance psicológico... que atormenta um pouco a mente sabe... acredito que realmente teve uma ressaca literária, até porque esse tipo de livro tem uma carga bem forte de densidade... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi Amanda, sua linda, tudo bem
    Confesso que a história não chamou minha atenção, e quando você disse que era bem visceral, imaginei cenas muito cruas, acho que seria um pouco pesado para mim. Mas tenho certeza de que é uma ótima dica para quem curte esse estilo. Gostei muito da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Eu gosto muito desse tipo de livro, mas esse livro não chamou minha atenção em quase nada. Senti que faltou algo essencial para tornar o livro intrigante, então, passo longe dessa leitura.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oii, tudo bem?
    Eu achei a premissa do livro bem intrigante. Gosto muito desse tipo de livro e o que você disse sobre ele me agradou, me interesso muito por livros que abordam o pior do ser humano.

    ResponderExcluir
  23. Não conhecia Rockfeller, é a primeira resenha que leio e você conseguiu me deixar bem curiosa com ele. Não me incomodo com narrativas mais "cruas" então isso não seria problema. Vou deixar o título aqui anotado para procurar mais sobre ele depois, pois no momento estou fugindo das ressacas! hhehe
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    Eu achei o livro meio estranho e complexo. Não costumo ler livros desse gênero a história não flui. Mas gostei de saber que foi uma ótima leitura pra você. Quem gosta do gênero vai amar essa leitura.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.com.br/

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥