Resenha: Espelho dos Olhos - Nicolas Catalano

26 janeiro 2016




Ficha Técnica
Autor:
Nicolas Catalano
Editora: Novo Século
ISBN: 9788542805642
Ano: 2015
Páginas: 464
Classificação: 5/5 ♥
Sinopse: E, se por causa de uma revelação, sua vida mudasse? E, se por causa de ser quem você é, as pessoas te julgassem sem ter conhecimento algum? Revelar-se, às vezes, pode não ser uma boa ideia. Mas é preciso.
Enquanto Evangellyne Allins tenta sobreviver a uma Escola tirana, num país onde cores de olho, Elites e Classes de Talento são o que importa, a vida de seu querido pai está em tremendo risco. Esse foi o preço de sua manifestação.
Será que valerá a pena enfrentar todos os seus reflexos mais profundos e íntimos pela pessoa mais amada?
Tortura. Medo. Aversão. Evangellyne será forçada a descobrir-se quer queira quer não. Ela será obrigada a arcar com as consequências desoladoras de sua manifestação; e seu interno, o estado Espelho dos Olhos, a transformará inconscientemente.

Sabe aquelas resenhas de quando o livro é bom demais e que você nem sabe por onde começar, porque parece que você tá falando de mais, ou de menos? Pois bem, essa é uma dessas. Já fiz três rascunhos e em nenhum eu consigo organizar meus pensamentos, por isso eu deixei os rascunhos de lado e decidir vir e fazer direto aqui. Espero que vocês Curtam!




Resenha

Espelho dos Olhos é uma distopia nacional, super original, escrita pelo Nicolas Catalano e que já nesse primeiro livro, mostra que tem talento e chegou arrasando no mercado editorial.

A História se passa em um futuro distópico, no país chamado de Estravânzia,que se localiza onde hoje é a Russia. Esse país é governado por um regime monárquico, é dividido em cinco Ilhas chamadas: Ilha do Norte, Ilha do Sul, Ilha do Leste, Ilha do Oeste e Ilha Central e sofre de uma grande segregação racial, só que ao contrário do que aconteceu no passado o que tem importância não é a cor da pele, mas a cor das íris das pessoas. 
Em Estravânzia a chamada Elite do País é formada pelas pessoas de íris colorida, que são frutos de um experimento genético, descoberto por acaso pelo cientista Remi Claus, onde as pessoas que ingeriram essa determinada substância desenvolveram essa mudança na cor das íris e alguns talentos sobre humanos, o que fez com que fossem definidas as classes de talento de acordo com a cor dos olhos e algumas dessas classes de talento tinham também "Sub-classes". Os que não ingeriram a substância e não desenvolveram as íris coloridas e consequentemente os talentos foram definidos como Zero-Classes.


Com o passar dos anos os danos causados por essa segregação se aprofundaram e os Zero-Classes acabaram por ser inferiorizados, pelos poderes das classes dominantes e passaram a compor a classe trabalhadora do país. Enquanto os poucos integrantes da elite ostentavam dinheiro e luxo os zero-classes precisavam trabalhar muito, nos trabalhos considerados indignos para a elite, recebendo salários ínfimos. Sendo assim algumas ilhas passaram a ser bem desenvolvidas, enquanto outras por possuírem mais moradores zero-classes, tornaram-se pobres e subdesenvolvidas.

Nossa protagonista é Evangellyne Allins, uma garota que reside na ilha mais pobre de Estravânzia, a Ilha Leste e que apesar de possuir olhos verdes, o que faria dela uma Glorificadora, nunca conseguiu desenvolver o seu talento, o que a faz ser bastante discriminada, tanto pelos zero-classes, quanto pelos membros da elite da sua ilha. Quando Evangellyne completa 17 anos está apta a entrar na Escola Talental, que fica na Ilha Central, mas não irá pois o seu pai adotivo, que é um zero-classes não tem condições de pagar. Porém quando a equipe que cumpre a Lei: Viagem de Busca chega a Ilha Leste a vida de Evangellyne começa a mudar, só que talvez essa mudança não seja tão pra melhor como você está pensando.

Como eu já havia dito o Nicolas Catalano escreveu Espelho dos Olhos, mostrando ao que veio. Eu não esperava me deparar com uma distopia tão inovadora e tão complexa. A escrita do Nicolas para mim foi genial, apesar de Estravânzia ser um país, ele criou um mundo, com leis, problemas, pessoas e até mesmo animais diferentes. A realidade da obra é incrível e se autossustenta completamente, em nenhum momento da leitura, eu encontrei alguma brecha, ou algo que não se encaixasse com o resto desse universo.

Os personagens são muito bem desenvolvidos, carismáticos, cativantes (até os mais problemáticos), a ambientação da história também foi muito bem feita e nos transporta até lá, enquanto lia a narrativa, se eu fechasse os olhos poderia imaginar a cidade perfeitamente, os animais, tudo, tamanha a perfeição na descrição do autor. A Narrativa acontece em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Evangellyne e nos faz não só acompanhar a história com ela, mas nos faz sentir como ela em vários momentos. A escrita do Nicolas é simples e dinâmica o que faz com que as pouco mais de 460 páginas sejam lidas rapidamente.


O livro é recheado de ação e aventura, temos altas doses de ficção científica e um forte debate social, tudo isso mesclado com um pouco de humor e romance (bem de levinho). Como toda distopia é lógico que Espelho dos Olhos nos dá muitas questões para refletir, porém eu creio que é impossível eu falar de alguma aqui sem dar spoiler. recomendo que vocês leiam, essa leitura vai fazer vocês verem a segregação racial, com outros olhos (perdoem o trocadilho, podre!).

Vale ressaltar que eu terminei a leitura desejando imensamente que o livro tivesse mais folhas, porque será dolorosa a espera por Espelho de Sangue, a continuação que está programada pra 2016/2017.


Gente espero que eu tenha me feito entender  e que vocês tenham curtido a resenha. Não deixem de deixar seus comentários.

Beijinhos no ♥

23 comentários:

  1. Arrasou na resenha, Kris.
    Me fez ter vontade de ler, mesmo não gostando muito do gênero.
    Pareceu uma crítica bastante contundente ao mundo de hoje essa coisa da segregação, e eu adoro isso.
    Ah, e esse quadrinho que tu fez pra explicar as cores dos olhos ficou uma graça, e tuas fotos humilham minha falta de capacidade. Huahahuahahuahuahuahahauahahauahauahahuahauahauahauahauahauahauahauahauahauahahahahahauahauahauahauahauahahahauahauahauahahahahahahahahahuahauahauahauahajhuahauahauahauahauah

    ResponderExcluir
  2. Ai gente... mais uma série!!!
    Céus! amei essa capa... enquanto lia a sinopse fui me encantando com a originalidade do enredo e quando você disse... não sei como falar do livro... pronto... morri
    To morta com farofa e louca pelo livro, mas confesso que saber que tem uma continuação e que ela vai demorar taaaanto pra sair, tirou um pouco aquele 'tesão' que o livro me fez ter... rsrs
    Espero poder ter e ler todos os livros, porque odeio essa angustia de ficar esperando o próximo livro... kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Tinha me interessado por esse livro quando vi, mas não sabia que era tão bom assim. Gosto de distopias e acho que iria adorar a leitura, ainda mais sabendo que a escrita é boa. Que bom que gostou tanto e recomenda. Essa mistura de debate social, com aventura e romance deve ser incrível.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi... tudo bem??
    Estou louca para ler esse livro, apesar de já ter sido resenhado em meu blog por uma de minhas resenhistas... eu amo distopia e ainda mais nacional. Os autores tem sido criativos e as ideias tem sido bem originais... acredito que esse não deve ser diferente porque você amou a leitura... sua resenha ficou tão empolgante que me deu vontade de ler imediatamente... Xero!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. O que é isso! A história parece ser realmente fantástica!
    Quero muito saber mais sobre essa sociedade e é uma distopia! Amoooo!
    Sua resenha realmente despertou uma vontade louca de conhecer mais da história, sei o quanto é difícil resenhar um livro que gostamos muito, mas vc está de parabéns pela resenha, instiga o leitor a querer saber mais e mais.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  6. Gente, eu amei essa capa, e fiquei feliz da vida de saber que o livro é bom. Minha felicidade só aumentou mais ainda ao saber que é uma distopia e nacional! ♥ Simplesmente amei tudo, e quero ler imediatamente esse livro. Que perfeito! Sua resenha me deixou curiosa e empolgada para conferir a obra!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Esse livro parece ser tão incrível! Quando vi que era uma distopia (totalmente diferente das que eu costumo ler, ainda por cima) já fiquei doida para ler. Sem contar a capa, que é maravilhosa, né?! Fiquei muito feliz em saber que você gostou do livro, me deixou ainda mais animada para ler, mas só em 2017? *-* Oh, céus, será que eu aguento??
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2016/01/novidades-de-janeiro-josy-stoque.html

    ResponderExcluir
  8. Viciada em distopia gritando que quer ler o livro \o/
    Para mim distopias só tem 2 tipos: maravilhosas ou horríveis, não tem meio termo. E essa parece ser MARA *o*
    A ideia da cor dos olhos devido a alteração, a forma de segregação, todo o livro. E a resenha toda está piscando em neon 'LEIA!'
    Mas a sinopse parece confusa, só por ela eu não entendi nada da história e muito menos que era uma distopia, apenas que era fantasia. Sua resenha foi muito esclarecedora sem spoilers.

    Bjnhos de Tinta
    Blog Mundo de Tinta

    ResponderExcluir
  9. Olá, eu já ouvi falar muito desse livro e sempre tive uma vontade de lê-lo, para ser sincera eu não sou muito fã de distopias mas esse livro parece ter algo especial, seilá mas a trama me cativou, com certeza eu leria. Ótima resenha!

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/resenha-tudo-pode-acontecer.html

    ResponderExcluir
  10. UAAAAAU. Adorei sua resenha. Eu quero muito conhecer esse livro, porque adoro distopias e essa me pareceu bastante diferente do que vemos por aí. Gostei da ideia de castas e da personalidade da protagonista. Eu não sabia que haveria uma continuação, já curti!

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá Kris,
    Só esse título já nos convence a ler o livro, não é? Acho que nem precisaria de uma resenha tão apaixonada assim para querer ler, mas ganhei ela, então, quero ler para ontem.
    Acho que a personagem foi muito bem criada e desenvolvida e a escrita do autor parece bastante dinâmica mesmo só pela resposta dele rs.
    Já anotei o nome, mas vou ler quando sair a continuação, não vou aguentar esperar rs.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu já tinha lido uma resenha desse livro, talvez tenha lido 2, mas essa foi a que me convenceu. VOU LER O LIVRO. Quanto mais sendo uma distopia e vc deixou tudo mais claro na sua resenha, antes eu achava tudo muito confuso kkkkkkk
    Uma pena que o romance é bem de levinho, pois amo romance, mas acho que com uma premissa dessa nem vou sentir falta de corações apaixonados.
    Adorei sua resenha e espero ler o livro em breve

    ResponderExcluir
  13. Oii, tudo bem?
    O que dizer desse livro? Ele é incrível!Eu amei a historia e os personagens que o Nicolas criou, amei as habilidades de cada um, e aquele final quase me matou! Eu não vou conseguir esperar um ano para poder ler a continuação!

    ResponderExcluir
  14. Ei Kris!
    É tão bom terminar o livro querendo mais... ultimamente só estou terminando livros assim. Primeiro, a capa do livro é lindíssima!!! E segundo esse enredo é tem uma conotação histórica muito, muito legal. Fiquei curiosa pra saber as mudanças com a Evangellyne, não consigo pensar que elas não foram pra melhor...
    Bjss
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie Kris,
    Kris sua loka haha Eu estou lendo esse livro e nossa, estou me sentindo com você, estou prevendo horas e horas para escrever a resenha desse livro maravilhoso! A escrita do autor e muito fluida e a historia está ótima até agora. 2016/2017? Acho que irei ficar loka quando acabar, porque pelo jeito o final vai estar de arrasar :O
    Enfim, amei sua resenha, tá ótima.
    Beijos
    Bru, Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
  16. Ow que resenha linda e completa! Até comentário do autor! Amo!!
    Minha irmã leu esse livro e me contou essa premissa toda, ela também ficou maravilhada!
    E me resta querer encaixar essa leitura na minha lista infinita, mesmo sem gostar muito de distopia, gosto de um bom livro, e esse me parece ser o caso!

    Bjus
    blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  17. Que legal Kris, mas me lembrou a saga de Divergente que as pessoas são de uma classe e tudo o mais, mas é um pouco diferente porque se trata da cor dos olhos e por se passar na Rússia, ui, me arrepia por me lembrar de frio. Hahahahaha. A capa é muito bonita e o legal é que quando um livro mexe com a gente fica assim para fazer a resenha.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  18. Oi Kris, tudo bem?

    Eu já tinha visto outra resenha desse livro, e já tinha gostado bastante do livro... e vendo a sua agora, só me fez ficar curiosa. Lembrei que ele está em promoção na Saraiva Online e fui correndo garantir.

    Acho bem interessante essa segregação a partir da cor dos olhos, e a Evangellyne parece ser uma personagem bem construída, e ter nascido com uma característica e pertencer a outra casta é tenso. Gosto de personagens bem desenvolvidos e gosto de ambientações bem descritivas e adorei ele ter criado toda a hierarquia de Estravânzia.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  19. Oi! Tudo bem?

    Oba, resenha do gênero que mais amo! <3 Curti a premissa de 'Espelhos nos Olhos'. Parece-me bem original e complexa... Preciso conferir de perto. E eu sei bem como é essa sensação de gostar tanto de um livro e mal conseguir falar sobre ele. E nooooossa, esse comentário do autor sobre o próximo livro é de deixar qualquer um morrendo de ansiedade e curiosidade, hein? Fui procurar o livro e a versão impressa está mais barata que a digital, vou comprarrrr


    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  20. Olá
    Já tinha ouvido falar desse livro a um tempinho e apesar de gostar mas não ler muito livro desse gênero fiquei bem curiosa com relação a essa estória!!!
    Bem bolado essa ideia de separar as pessoas pela cor dos olhos.. E fiquei bem curiosa como Evangellyne vai lidar com todas essas mudanças e se em algum momento ela vai desenvolver algum tipo de poder ;)
    Curti bastante a estória..só não gostei da capa!!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/01/resenha-mais-uma-chance-abbi-glines.html

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bem? Eu já li outras resenhas desse livro, e simplesmente eu o amei, como pode com uma distopia totalmente revoluiconária dessas e ainda brasileira e as pessoas preferirem mais jogos vorazes, jogos vorazes não chegam ao pé desse livro. Esse autor tem o meu respeito, ele é muito bom, e eu quero mais livros dele, ainda não li o livro mas só com a sinopse eu fiquei encantada, beijos, obrigada pela dica
    Sthe - Blog
    http://leesoncre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi, Kris! Sei bem como é difícil resenhar uma obra que a gente gostou tanto. Você se saiu muito bem e traduziu a essência do livro! O universo criado pelo autor parece mesmo maravilhoso, super completo e sem pontas soltas. Fiquei com muita vontade de conhecer e também adorei saber que os personagens são carismáticos e únicos. A sinopse chama muito a atenção, principalmente as classes e subdivisões que ele criou. Espero gostar tanto quanto você! Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oiii
    Quando gostamos muito de um livro a resenha fica difícil mesmo.
    Gosto de distopias e a resenha me fez ver o tanto que o livro é bom.
    Esse universo parece ser maravilhoso.
    Achei criativa a ideia de separar as pessoas pela cor dos olhos.
    Quero muito ler o livro. Acho que vou gostar muito.
    Beijos,obrigada pela dica.

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥