Parceria: Leonardo Nóbrega Autor dos livros - Outros Tempos e Crimes do Tarô

31 janeiro 2015

Oi gente,
Hoje venho novamente apresentar um parceiro, e o autor dessa vez é o Leonardo Nóbrega, que já não bastava me conquistar por ser nordestino (como eu! ♥), ainda escreve o meu gênero literário favorito: Romances Policiais. Então vocês podem imaginar, o quanto eu estou ansiosa pra ler os livros dele né?
Agora, vou deixar vocês conhecerem um pouco mais das obras e do autor.

Outros Tempos

Ulisses, um jovem bem-sucedido jornalista que vive na bela e agitada cidade de Fortaleza, tem sua despreocupada vida de solteiro transformada quando acorda, numa manhã qualquer, no ano de 1942. Nessa "nova" vida, no passado, o recebimento de um pacote misterioso deixado para ele pela bela Camille o envolverá em uma série de eventos relacionados com a II Guerra Mundial, com uma célula nazista no Brasil e com a resistência brasileira, que o levará, alternadamente em suas duas vidas, por um labirinto angustiante de segredos, códigos, tradições e mortes, mas também de poesia, festas e romance. Uma história envolvente e surpreendente.





Resenha: Entre Quatro Poderes - Grupo (Sic)

30 janeiro 2015

Olá galera,
Hoje eu venho trazer para vocês a resenha de um livro parceiro, espero que vocês curtam.
A obra aborda um tema não muito comum, na verdade até, um tema que as pessoas costumas evitar:
A Corrupção. E foi muito feliz em sua abordagem ao assunto, o livro é bem reflexivo e quem sabe até um pouco educativo.
Então me acompanhem!


Edição: 1
Editora:
Novo Século
ISBN: 9788542803518
Ano: 2014
Páginas: 248

Leia a Sinopse no Skoob


Parceria: Autora Cinthia Freire - Um Novo Amanhecer

29 janeiro 2015

Oi gente, desculpem pela ausência, ultimamente não tenho postado com a frequência que eu queria. Mas, é por um bom motivo, ou melhor, são bons os motivos!
1- Início da vida letiva da minha filha Alice e eu tenho estado bem empolgada por essa novidade na vidinha dela e preparando tudo com o maior carinho possível pra que seja perfeito. E 2 - Um motivo super empolgante pra mim, consegui passar pra Federal com o Sisu e vou cursar Design esse ano. Por isso estou correndo atrás da documentação, para poder me matricular e fazer com que tudo dê certo.
Por isso eu acho que esse ano vai ser um daqueles bem movimentados pra mim, e de verdade estou torcendo por isso, já estava cansada de tanta estagnação na minha vida.

Agora, sem mais delongas vou apresentar a vocês a minha nova parceira: Cinthia Freire. Ela têm feito um enorme sucesso no meio literário nacional e não é difícil de ver os blogueiros literários falando sobre o livro dela. E falando muito bem, diga-se de passagem. Um Novo Amanhecer faz parte de um gênero que está em grande ascensão o Sick-lit, que em português pode ser traduzido para "Literatura enferma ou doentia" esse gênero nos traz obras que apresentam protagonistas com enfermidade grave, tipo Câncer, Depressão, Anorexia, Autismo, entre outras. Tenho certeza de que você se lembrou de vários livros de sucesso que seguem essa linha.
Agora para aguçar ainda mais a vontade de vocês fiquem com a Sinopse:


Um Novo Amanhecer

Giulia está arrasada! seu namoro chegou ao fim e ela não sabe o que fazer.
Leo está confuso e com medo, seu tempo está acabando e ele não quer magoar sua namorada.
Zyon é um anjo perdido e apesar de saber que está em uma missão na Terra, ele não tem idéia exatamente do que o aguarda.
Em uma tarde chuvosa o caminho dos três se cruzam de forma trágica e comovente.
UMA GAROTA APAIXONADA
UM RAPAZ DOENTE
UM ANJO PERDIDO
Eles serão capazes de lidar com a força do verdadeiro amor?



Cansei de Ser Fit: Cheesecake Truqueiro - de ricota é mais legal.

28 janeiro 2015


Você deve estar aí pensando: OI???? A AMANDA CHEIROU, GENTE!
Mas não. Eu tô bem, tô careta e tô sussa.


O Blog também tá tranquilo. Não vamos transformar o nosso cantinho literário de vocês na cozinha da vovó Palmirinha.
Num belo dia de dezembro, eu postei a foto do meu famoso (aqui em casa) cheesecake com geléia de morangos, e a Kris me pediu a receita, explicadinha, nos mínimos detalhes, eu fui lá e fiz.
Claro, não sem a minha babaquice habitual.
E foi aí que a Kris me perguntou se eu não queria fazer a mesma patacoada aqui no blog.
Macaco quer banana?
Pois bem, depois de muito pensar em como colocar essa coisa toda pra funcionar, aqui vai, a receita de Cheesecake Truqueiro, cheio de hacks, pra não ter erro.
Se você quer o New York Cheesecake tradicional, procure outra receita. Essa aqui é uma bagunça deliciosa de minha autoria, pra agradar o paladar da ,minha irmã mimada. Huahuahauhauhau


INGREDIENTES:
Base da torta
1 pacote de bolacha maisena ( triture aos poucos no liquidificador para que vire uma farofa)
100 gr de margarina sem sal gelada

Creme de ricota
400 gr de ricota
1 lata de leite condensado
2 ovos
1 colher de chá de extrato de baunilha

Geléia de morango
2 bandejinhas de morango
1 xíc de açúcar
2 xíc de água
½ xíc de vinho branco (opcional)
1 folha de gelatina incolor sem sabor hidratada com cerca de 5 colheres de água (se você quiser uma caldinha mole, não utilize a gelatina)

Resenha: O Mago de Camelot - Macelo Hipólito

26 janeiro 2015

O Mago de Camelot - A Saga de Merlin para coroar um dragão
Edição: 1
Editora: Novo Século
Selo: Novos Talentos da Literatura Brasileira
ISBN: 9788542800593
Ano: 2013
Páginas: 151

Leia a Sinopse no Skoob

Resenha

Primeiramente quero agradecer ao autor Marcelo Hipólito, por me conceder a oportunidade de ler sua obra. O livro é uma fantasia épica, que pelo título já nos deixa perceber que iremos reencontrar personagens já muito nossos conhecidos. E de fato, o livro é uma releitura da história dos cavaleiros da Távola Redonda. A diferença dessa vez é que o foco principal da história é Merlin.

Inicialmente, vemos a jovem Nimue morrer drasticamente após ser molestada por soldados romanos e desaparecer nas brumas, dando assim inicio a "Lenda da Dama do Lago"
Em seguida começamos a acompanhar a Jornada de Merlin, desde quando era um menino sujo, filho de uma prostituta roubando frutas na feira, junto ao seu irmão e sendo preso por isso. Para em seguida serem levados como oferenda para um ritual dos Druidas e sendo poupado e tomado como aprendiz.

Parceria com a autora Camila Pelegrini - Sombras do Medo

25 janeiro 2015

Oi gente,
É com imenso prazer que hoje apresento a vocês a nossa nova parceira Camila Pelegrini, a autora do livro Sombras do Medo, uma distopia nacional que vem fazendo muito sucesso entre os leitores.
Eu adoro distopias e em 2014 tive experiências maravilhosas com distopias criadas por autores nacionais e por isso sinto que em 2015 não será diferente, o que me faz estar bem ansiosa para fazer essa leitura.
Como sei que muita gente que acompanha o blog, também curte esse tipo de leitura desde já convido vocês a acompanharem as novidades do livro pelas redes sociais


Conheça a Autora
Camila Pelegrini
Com um sonho na cabeça e uma caneta na mão, Camila Pelegrini (21 anos), estudante de direito e professora de inglês, criou um mundo pela primeira vez. 
A escritora é de Mogi Guaçu e é uma consumidora assídua de livros, o que chega até a ser um vício (um dos bons é claro). 
O livro Sombras do Medo é o primeiro publicado e ela já trabalha em suas próximas obras.


Tag - Read Problems (Problemas de Leitor)

22 janeiro 2015

Oi gente,
Ultimamente, ando meio sem tempo, sem coragem, sem inspiração, sem perspectiva de vida,
e por isso não ando com a maior criatividade do mundo para postagens e por esse motivo eu saí procurando uma Tag legal, para responder aqui no blog e achei essa Read Problems bem interessante.
Então...


Resenha: Uma Viagem através dos mitos, de Liz Greene e Juliet Sharman- Burke

21 janeiro 2015

Edição: 
Editora: Jorge Zahar 
ISBN: 8571105839
Ano: 2000
Páginas: 212
SinopseEsse livro revela de que maneira os mitos podem nos auxiliar a compreender a vida e saber vivê-la. Explorando os temas psicológicos de muitas tradições míticas, as autoras guiam os leitores desde os conflitos familiares e infantis, passando pelas questões relativas ao amor, à intimidade e à ambição, até chegar ao momento em que temos de enfrentar nossa mortalidade – fazendo de Uma viagem através dos mitos um verdadeiro manual para a vida. Histórias das civilizações greco-romana, hebraica, egípcia, celta, norueguesa e oriental são analisadas de uma perspectiva contemporânea, facilitando a identificação do leitor. Belíssimas ilustrações a bico de pena complementam e enriquecem o livro.Alguns dos mitos tratados:Osíris, Íris e Hórus • Caim e Abel • Rômulo e Remo • Antígona • Adão e Eva • Buda • Eco e Narciso • Sansão e Dalila • Merlin • Jó • Orfeu e Eurídice • Artur e Guinevere • O Minotauro • Fausto • Hera e Hefesto • Ulisses e Penélope • e muitos outros.

Sisu 2015 - Guia para Iniciantes

19 janeiro 2015

Oi gente!
Esse post é um guia para os marinheiros de primeira viagem, e pra quem não é também, mas tem dúvidas de como funcionam as inscrições para o SISU (Sistema de Seleção Unificada). Então se você quer concorrer a uma das vagas disponíveis nas universidades federais da sua região, essa é a hora!


As inscrições vão de 19/01(segunda-feira) até 22/01(quinta-feira)
O resultado sairá dia 26/01 (na próxima segunda-feira) e o dia das matriculas para quem tiver sido selecionado será de 30/01 a 03/02.
Esse ano o SISU só terá uma chamada, e os candidatos que não forem selecionados terão do dia 26/01 ao 06/02 para se cadastrarem na lista de espera.

Apesar do constante congestionamento, o site do SISU é bem auto didático, e é só você ter paciência de ler que dá pra entender tudo, mas se você é marinheiro de primeira viagem e está mais por fora que bumbum de rainha de bateria, cola em mim que eu te explico como funciona tudo.

Parceria: Hugo Ribas - Confesse-me

18 janeiro 2015

Oi gente, espero que estejam todos bem ^_^
Os leitores do blog já devem ter alguma noção do apoio que nós damos a literatura nacional e do prazer que é,. sempre que firmamos parceria com um novo autor.
Então, é por isso que hoje eu venho muito animada e feliz apresentar para vocês o nosso mais novo parceiro, o simpaticíssimo Hugo Ribas, que está lançando seu livro Confesse-me pela Giostri Editora.

Conheça O Autor:


Hugo Ribas é autor do livro "Confesse-me" e criador do Blog Versos de Argila, onde publica suas crônicas e entrevistas com escritores brasileiros. 
Escreve artigos para o blog Revista Pacheco, e também cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima, onde apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Durrenmatt.
Nascido em 1985 na cidade de Jundiaí (SP), o autor vive atualmente em Itatiba (SP).

Divulgação da União dos Autores - Janeiro

17 janeiro 2015


Oi gente, hoje trago para vocês a divulgação referente ao mês de Janeiro da União dos Autores.
Cliquem em leia mais e confira as capas e os contatos de alguns dos autores participantes.

Divulgação - Seja um Herói e descubra novas histórias!!

16 janeiro 2015

Olá queridos!
Em Novembro, fiz uma doação de sangue aqui na minha linda cidade de Goiânia. Quando voltava para casa tive a ideia de juntar meu blog Amor Literário com algumas editoras, para fazermos uma campanha de doação de sangue juntamente com nossos leitores. Quem doar e comprovar ganhará prêmios.

Aqui está os kits para inspirar vocês a um ato voluntário saudável. 

Por: Ana C. Martines

Resenha: O Visconde que me Amava - Julia Quinn (Os Bridgertons)

15 janeiro 2015

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580411973
Ano: 2013
Páginas: 304
Tradutor: Ana Resende
Sinopse:
A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será
Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.
Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela.
Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.
Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.
Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro
da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.

Eeeeee \o/
Até que enfim concluí a primeira leitura do ano!
Não foi o primeiro livro que li, na verdade dei uma breve pausa na leitura que estava fazendo, para lê-lo.
O que fiz entre as 15 h da tarde e às 23 h da noite, do sábado que passou. Romances têm esse domínio sobre mim, assim como os livros policiais, os leio de um fôlego só!
Esse livro mais uma vez recebi como cortesia da Editora Arqueiro, para o blog Poesia na Alma, onde sou resenhista. A resenha saiu inicialmente lá e agora a trago aqui também, para vocês.

Então sem mais delongas, vamos a resenha.

Vinte e Seis...

14 janeiro 2015

Atenção:
O texto a seguir é de irresponsabilidade de seu autor. Em nenhum momento ele representa os ideais deste blog. 
Exceto do parágrafo seguinte até o último ponto final.



Vinte e seis, vinte e seis...
O número ecoava em sua mente, girava e dava cambalhotas, como se zombasse de sua agonia.
Agonia.
AGONIA
A
G
O
N
I
A
Faltavam cinco dias, mas aquela tristeza já lhe seguia há tempos.
VINTE
E
SEIS
Você só é jovem até os vinte e cinco, dizia. Até os vinte e cinco você tem vinte e poucos, depois tem vinte e muitos, vinte e todos, quase trinta, "ainda tá solteira?", "já passou da hora de ser mãe, não acha?".
"Cheguei a um ponto deplorável", ruminou, ao escutar pela terceira vez uma música do Rosa de Saron.
"Eu devia ter vergonha."



"Mas essa droga é a minha cara."- Ponderou, antes de aumentar o volume.
Há dez anos atrás... se a menina que eu fui há dez anos atrás me visse agora, choraria. Com certeza.
Mas dez anos depois ela se limitou a encher mais uma vez o copo com vodka e suco de laranja, gelo e açúcar.
"Screwdriver." Sorriu sarcasticamente. "Perfeito pra uma fodida como eu. SCREW YOU!" E tomou do copo em um único gole, fazendo uma careta.
Havia começado o ano resolvida a fazer diferente, a não ser tão pessimista, a levar um sorriso no rosto, e um monte de outras baboseiras.
Com os pés fincados na terra e os fogos de artifício lambendo seu rosto, prometeu aos seus elementais que seria a última vez, a última tristeza, o fim da depressão.
Hoje, um namorado distante infartado e uma conta bancária zerada depois, já havia se decidido de que a única promessa para o ano seria a de não se matar. Conveniente, era uma situação de GANHA-GANHA, não haveria como se dar mal: se fosse covarde mais um ano, promessa cumprida; se descumprisse a promessa, pelo menos estaria abaixo de sete palmos, quem sabe batendo um papo com o capeta.
Sorriu ao pensar na imagem.
Seu humor negro era o que lhe fazia menos insuportável. Por vezes pensou em aproveitar-se disso, criar uma esquete, um vlog, qualquer coisa. Mas a capricorniana dentro de si era sempre muito mais forte que o ascendente em sagitário.
Mau- humorada, pessimista e depressiva. Uma combinação mais do que agradável. E logo mais: Velha.
Não que os malditos vinte e seis fossem algo que ela considerasse como velho. Mas eram um símbolo, o pendão de que o tempo passa, e que ele é veloz e implacável.
Há dez anos... dez anos... eles voaram como se estivessem montados na droga de um foguete. O que esperar dos próximos dez?
"Que ridícula! Ao invés de perder tempo pensando no futuro, você deveria fazê-lo!" Mas sabia que já não acreditava mais nisso, que não sabia mais agir. A ansiedade não tratada por anos, a depressão não curada, tudo era como uma bola de ferro que a prendia onde estava. Na desconfortável posição de coisa nenhuma.
Engoliu mais uma dose de screwdriver: SCREW YOU! Brindou. Era a única coisa que sabia que aconteceria: "Vinte e seis! Ainda há muito a se foder até lá..."

Meu Correio #9 Dezembro de 2014

13 janeiro 2015

Esse #MeuCorreio também vem com atraso, mas dessa vez não tanto quanto o anterior. Em dezembro a quantidade de livros foi menor, minha sorte deu uma minguada, rsrsrsrs


Nesse post eu vou mostrar a vocês o que recebi, e até que para um mês onde os correios acabam parando completamente (e fazendo uma cagada atrás da outra), até que correu tudo bem e eu recebi as coisas em dia...

Sigam-me os bons!

#JuliaQuinnDay - Feliz Aniversário Julia Quinn!

12 janeiro 2015


E Hoje é o aniversário da Diva Julia Quinn.
E Nós do Conversas de Alcova, desejamos muita felicidade e tudo de bom para essa que é uma das maiores autoras românticas da atualidade!

Chamada de Jane Austin do Século XXI, Julia Quinn é o pseudônimo de Julie Pontinger.
Ao terminar a faculdade Julia não sabia ao certo que carreira seguir, começou então a escrever um livro que foi imediatamente disputado por duas editoras, e desde então não parou mais.
Atualmente seus livros atingiram a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, sendo que desses 3,5 milhões da série os Bridgertons.
O que a Tornou uma grande escritora de amor, com seu nome figurando a lista de mais vendidos do The New York Times, seus livros foram traduzidos para 26 idiomas. E Ela tornou-se a autora mais jovem a entrar para o Romance Writers of America’s Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos.

Essa é a nossa humilde homenagem para essa Diva do Romance ♥


Fonte: Editora Arqueiro, Wikipédia e JuliaQuinn.com

Tag: Estante Perfeita

11 janeiro 2015

Oi gente, eu fui indicada para uma tag, pela fofa da Beatriz do blog Escrevendo Mundos, a Tag se chama estante perfeita e é bem simplesinha. Basta responder umas perguntinhas e depois indicar 5 blogs pra fazerem também.



Lembrando que a Bea é que criou a Tag, então você mesmo sem ter sido indicado pode usar, só não esqueça de creditar, tá bom?

Então Vamos lá!

Meu Correio #8 Novembro de 2014

10 janeiro 2015

Olha eu mais uma vez aqui com post de correios super atrasado :/
É praticamente um hábito isso, mas esse ano vou tentar parar de procrastinar e deixar isso em dia.

 Em novembro os correios por aqui foram bem movimentados e eu até inventei de fazer um vídeo mostrando ele a vocês, mas acabei não curtindo o resultado do vídeo e acabou ficando pra lá, o que fez com que o post até hoje não saísse do papel. Mas, hoje eu vou apresentar esses recém chegados a vocês à maneira antiga mesmo.

Me acompanhem!

Resenha: Cem anos de Solidão, de Gabriel García Marquez

07 janeiro 2015

Edição: 
Editora: Record/Altaya
ISBN: 8501154032
Ano: não possui informação
Páginas: 395
SinopseEste livro, vencedor do prêmio Nobel traz a incrível história da família Buendía, uma estirpe de solitários que habitam a mítica aldeia de Macondo. A narrativa desenvolve-se em torno de todos os membros dessa família, com a particularidade de que todas as gerações foram acompanhadas por Úrsula, uma personagem centenária.

Parceria: Grupo (Sic) - Entre Quatro Poderes

05 janeiro 2015

Oi gente,
Hoje eu venho trazer pra vocês a apresentação de uma nova parceria do blog, na verdade eu já deveria ter feito essa apresentação há algum tempo, mas com essa correria de fim de ano acabei me esquecendo.
Então, nossa parceria hoje não é de um autor ou de uma autora e sim de um grupo de autores. Legal, né?
Eu achei super interessante.
Nosso parceiro é o Grupo (Sic).


Quatro Jornalistas que se uniram para escrever um livro que tem como pano de fundo a política e traz em letras garrafais em sua contracapa o forte questionamento:

Você está totalmente envolvido nessa trama?

Afinal, quem responde pelo quarto poder?

#Desafio Um Ano de Contos

04 janeiro 2015

Oi gente, hoje venho trazer pra vocês um projeto que foi formulado em uma parceria entre os blogs Conversas de Alcova e Academia Literária DF.


Então, como blogueiros estamos constantemente lendo vários livros com o intuito de avaliarmos os mesmos e dar nossa opinião sobre a obra. Dizer no que elas são boas e no que elas são ruins, se elas nos tocaram, se os personagens foram bem construídos, se o livro foi bem revisado ou se a capa nos chama atenção, entre outras coisas...
No nosso âmago também escrevemos, muitas vezes em nossas mentes, como desejaríamos que alguns eventos do livro transcorressem, em geral, o final. É algo muitas vezes inconsciente e sem malícia. Só queremos participar ativamente daquele enredo bem construído ou evitar a morte daquele personagem amado. Assim nascem as FanFics e assim, sem querer querendo nos transformamos também em escritores, embora não usemos essa nomenclatura de um modo profissional, como os autores  o fazem.
E por conta desse sentimento, dos 15 minutinhos de “eu sou um autor” que temos sempre quando terminamos de ler uma obra, que criamos essa Tag, que nada mais é do que uma diversão e quem sabe, para alguns, possa vir a ser uma porta de entrada para o mercado editorial.

Apresentamos a vocês o #DesafioUmAnoDeContos. 

Desafio de Leitura 2015 (Reading Challenge 2015)

02 janeiro 2015

Então 2015 começando e eu não poderia deixar de tentar criar algum objetivo literário nesse ano.
Então a meta, criada ano passado, foi mais que batida, porém os títulos não foram bem os que eu havia escolhido. Por isso, eu preferi tentar esse ano um desafio diferente e passeando pela blogosfera gringa encontrei esse desafio super legal.



Encontrei no blog Pop Sugar, com o simples título: Reading Challenge 2015 ( Desafio de Leitura 2015), esse desafio bem simples e legal que pode ajudar a impulsionar a nossa meta de leitura.
Ainda mais porque ele não delimita um título em especial ou uma quantidade de leituras no mês, mas sim as temáticas (??? - Ou quase isso) que você irá buscar para ler no ano.

Feliz Ano Novo - Que venha 2015!

01 janeiro 2015


E graças aos deuses (que nada graças a Terra ter completado sua volta em torno do sol) o tenebroso ano de 2014 chegou ao seu fim. E confesso que fazia tempo que eu não via um ano que tantos pediam pra acabar, salvo poucos sortudos que parece que monopolizaram a sorte a felicidade nesse período.
Não vou aqui fazer uma retrospectiva desse ano, pois a globo já se responsabiliza por isso e eles têm mais meios para isso do que eu (sem dúvidas), mas nesse ano perdemos grandes nomes na literatura nacional e isso é algo que tenhamos que lamentar. O que nos anima é saber que esses partiram, mas deixaram uma obra que os tornou imortais para a nossa história.

Vocês que nos acompanham devem ter notado que não fizemos nenhuma eleição de melhores do ano, ou coisas do tipo, então quero aqui justificar a razão disso. E essa é simplesmente porque eu não consigo nomear um só livro, autor, filme, música, banda (etc.) como melhor, pelo simples motivo de que eu acredito que cada um é melhor em um ponto, em um momento e para um grupo determinado de pessoas. Por isso digo que todos os livros nacionais que li esse ano foram maravilhosos (todos vírgula, porque alguns foram sofríveis, mas ainda esses, deve haver quem os ache os melhores do ano).

Por isso quero usar esse post, para agradecer aos nossos parceiros, tanto autores quanto editoras, por terem nos dado esse imenso apoio e nos ajudado a crescer, permitindo que tenhamos construido o nosso espaço por essa blogosfera literária. Quero agradecer a Amanda, por ser tão doida quanto eu e ter topado embarcar nessa loucura que é o Conversas de alcova, aos nossos parceiros blogueiros que nos acompanham sempre e quero dizer que unidos somos mais fortes. E com maior força, quero agradecer a vocês que gastam seu tempinho e vem nos ler, pois é por vocês que continuamos firmes e fortes, fazendo o que amamos a cada dia, a cada ano.
2015 nos reserva muitas novidades, vocês não perdem por esperar. Desejo a todos, muitas felicidades, realizações e saúde.

A 2015 só peço uma coisa: Por favor, pega leve com a gente!

Beijos