Resenha: Filho das Sombras - Juliet Marillier (Sevenwaters Livro 2)

05 setembro 2015



Ficha Técnica
Edição: 1
Editora: Butterfly Editora
ISBN: 9788588477995
Ano: 2013
Páginas: 615
Classificação: 5/5
Tradutor: Yma Vick
Sinopse:
Filho das Sombras narra a história da jovem Liadan, que, tal como a sua mãe, Sorcha, herdou a habilidade de falar com os espíritos da floresta, os quais lhe segredam que ela deve permanecer, para sempre, em Sevenwaters, se quiser que as ilhas Sagradas sejam retomadas dos bretões.
A Irlanda está numa avassaladora guerra, onde um misterioso homem é temido e reconhecido
como um mercenário feroz. E, assim como sua mãe no passado, ela acaba por ser capturada e sente-se cada vez mais atraída pelo ser das sombras, apesar de saber da maldição da profecia que Seres da Floresta lhe preveniram...

Resenha

Mesmo depois de ter lido o primeiro livro da Trilogia Sevenwaters - Filha da Floresta ao receber Filho das Sombras eu me assustei novamente com o tamanho do livro, afinal são mais de 600 páginas, mas o mais surpreendente é a fluidez da leitura, que não só prende a nossa atenção como nos traga pra história de uma maneira que acaba sendo bem sofrido ter de parar de ler para dormir. Eu li o livro num intervalo de 24 horas, contando com as poucas horas que parei para dormir, e quando ele acabou desfrutei de uma gloriosa ressaca literária, acho que por isso demorei mais que o normal para trazer essa resenha até vocês. E vocês podem lê-la sem medo, pois ela está livre de spoiler tanto dessa história, quanto da do livro anterior.

Em Filho das Sombras a história é narrada por Liadan, uma das filhas de Sorcha e Red, os protagonistas de Filha da Floresta. Ao contrário do que se possa esperar, ou pelo menos do que eu esperava a história é bem diferente da anterior, não só pelos acontecimentos em si, mas também devido a personalidade de Liadan, que apesar de nutrir os mesmos valores e determinações de sua mãe, Sorcha, é também mais determinada no que acredita e menos submissa as ordens do "Povo da Floresta".

A história começa com as celebrações do solstício, onde Conor, agora um sábio Druida, trouxe seu cortejo. Em meio as festividades Liadan, a filha de Sorcha mais propensa a desenvolver os dons da mãe tanto para a cura, quanto para o contato com os seres da Floreta e ela sente que algo de errado se aproxima e esses seus pensamentos acabam sendo confirmados pelo seu tio.
O reino continua em guerra contra os terríveis invasores que sempre ameaçam a tranquilidade do lugar, quanto agora por uma perigosa tribo de mercenários que habitam as florestas circunvizinhas  e trabalham para o lado que melhor os pagar. E nesses tempos de guerra é muito comum que alianças sejam pagas com a união de suas filhas aos nobres vizinhos, só que as filhas de Sorcha foram dadas a liberdade de se casarem com quem escolherem, para que assim possam ser felizes como a sua mãe foi. Só que por algum motivo que não lhes foi revelado o escolhido de Niamh, a filha mais velha, não agrada a família e ela acaba sendo obrigada a se casar com outro homem que trará boas alianças a família. E sendo assim ele parte para a casa do seu marido e é acompanhada por Liadan durante boa parte do caminho.
Porém, a volta pra casa não acontece como Liadan esperava e ela se vê capturada pelos misteriosos mercenários que assombram seu reino. Lá ela conhecerá o misterioso jovem, a quem chamará de Bran, e assim como sua mãe, ela viverá aventuras e terá experiências que a farão perceber que nem sempre o inimigo é tão maligno quanto o pintam. 

Filho das Sombras sem dúvida não caiu na maldição do segundo livro, muito pelo contrário. É um livro que nos faz sentir novas emoções, através de novos personagens e de uma trama completamente diferente, embora os objetivos dos dois livros sejam em grande parte os mesmos.
Uma das coisas mais interessantes que podemos perceber nessa sequência é a maneira que a autora conseguiu implementar alguns conceitos do matriarcado, tão presente na cultura celta, de uma forma menos usual. Ela apresenta a narrativa de uma forma cíclica, onde os personagens vão se renovando e nós precisamos nos despedir de alguns muito importantes, porque é assim que é a vida.
Mais uma vez, a edição da Editora Butterfly está linda, a capa tem tudo a ver com o enredo, a diagramação é clara, notei alguns erros na revisão, mas nenhum que chegasse a prejudicar a leitura de forma alguma. Sem dúvidas recomendo a leitura, desse livro, assim como de toda a série. Mais uma vez classifiquei a leitura como 5 estrelas, pois ela foi um grande achado na minha vida de leitora e já é de longe a minha série de fantasia favorita.

Leiam, vocês não vão se arrepender! Beijos e espero que tenham curtido a resenha.

 http://www.conversasdealcova.com/2015/09/top-comentarista-de-setembro-2015.html

5 comentários:

  1. Oi, Kris. Eu não conhecia o livro, mas me interessei bastante pelo o que a trama desenvolverá com esses comunicados dos espíritos da floresta e a paixão pelo rei das sombras. Com certeza o livro deve arrancar de nós um belo sentimento de aventura, não foi atoa que você deu sua classificação favorita, não é verdade? Espero que assim como foi para você, para mim a leitura seja excelente.
    ➸ Consumidor de Sonhos

    ResponderExcluir
  2. Uou, que livro grande! Tenho um pouco de preguiça para leituras muito extensas mas estou tentando mudar isso rs
    Até final do ano que vem tenho que ler pelo menos um sabe?
    Abs

    ResponderExcluir
  3. Eu já li os três livros da coleção de Sevenwaters e estou aguardando o quarto que está sendo lançado e realmente apesar de o livro ser grande a fluidez da leitura faz com que se torne rápida e prazerosa, fiquei encantada com a história de todos os livros, e me emocionei demais, principalmente com o primeiro livro.
    Sua resenha está muito boa.

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia essa série, mas adorei o romance que descreveu e a personalidade de Liadan e Bran. Esses amores impossíveis são sempre os melhores. Também achei muito interessante o universo criado pela autora. Vou procurar saber do livro. Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Já tinha visto essa serie mas ainda não tinha parado para ler a resenha, mas quando li gostei muito do livro, achei a historia diferente e fiquei ainda mais interessada ao saber que o segundo livro matem a qualidade é que consegue envolver o leitor desdo o começo !!!

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥