Resenha: A Promessa da Rosa - Babi A. Sette

30 junho 2015

Olá Leitores
(toda vez eu quero escrever Olar, mas acho que tem gente que não ia entender a piada.)

Hoje eu trago a vocês a resenha de A Promessa da Rosa o novo livro lindo da Babi A. Sette, que me conquistou com Entre o Amor e o Silêncio e agora estrela brilhantemente seu primeiro Romance Histórico, que não deixa nada a desejar em relação aos estrangeiros.




Ficha Técnica
Edição: 1
Editora: Novo Século
ISBN: 9788542805550
Ano: 2015
Páginas: 432
Sinopse:
A Promessa da Rosa - Século xix: status, vestidos pomposos, carruagens, bailes… Kathelyn Stanwell, a irresistível filha de um conde, seria a debutante perfeita, exceto pelo fato de que ela detesta a nobreza; é corajosa, idealista e geniosa. Nutre o sonho de ser livre para escolher o próprio destino, dentre eles inclui o de não casar-se cedo. No entanto, em um baile de máscaras, um homem intrigante entra em cena… Arthur Harold é bonito, rico e obstinado.
Supondo, por sua aparência, que ele não pertence ao seu mundo, à impulsiva Kathelyn o convida a entrar no jardim – passeio proibido para jovens damas. Nunca mais se veriam, ela estava segura disso. Entretanto, ele é: o nono duque de Belmont, alguém bem diferente do homem que idealizava, só que, de um instante a outro, o que parecia a aventura de uma noite, se transforma em uma paixão sem limites.
Porém, a traição causada pela inveja e uma sucessão de mal-entendidos dão origem ao ciúme e muitas reviravoltas. Kathelyn será desafiada, não mais pelas regras sociais ou pelo direito de trilhar o próprio caminho, e sim, pela a única coisa capaz de vencer até mesmo a sua força de vontade e enorme teimosia: o seu coração.

Resenha

Quem me conhece sabe que ao lado dos Policiais os Romances Históricos são meus livros favoritos. Por isso eu estava ansiosa para fazer a leitura de A Promessa da Rosa e não me decepcionei. Como eu já esperava a escrita da Babi é tão gostosa que me transportou para a Londres do século XIX.
De cara conhecemos Kathelyn Stanwell uma debutante que apesar de linda, não é nem um pouco convencional. Impulsiva, geniosa e questionadora, praticamente, uma Feminista no século XIX.

Em nosso primeiro encontro a vemos se preparando para um Baile de Máscaras, só que ao contrário das debutantes comum Kate não está ansiosa pela pompa e cortejo da festa, mas pela outra aventura que ela tem em mente. Porém uma vez naquela festa, ela se torna o centro das atenções e quando coloca o seu plano em prática ela percebe que acabou encontrando ali um perigo que nem havia imaginado. Um homem fantasiado de falcão a espreita, seu nome é Arthur Harold. E seu olhar sobre Kate a fez perceber que ela tornou-se a presa. Mal sabem os dois que esse baile; esse encontro inesperado mudará as suas vidas para sempre.

Assim, como em Entre o Amor e o Silêncio a escrita da Babi, mostrou-se arrebatadora. Ela consegue criar uma conexão tão forte entre o leitor e os personagens, que faz com que nós nos tornemos amigas deles e fiquemos ao seu favor mesmo quando eles agem como verdadeiros idiotas. É impossível largar o livro antes do fim, torcemos por esses dois personagens cabeçudos como torceríamos por nós mesmos.


A Babi escreveu uma trama intrincada que envolve vários aspectos importantes da época, como os costumes, a habitual (e forçada) submissão feminina, a política que estava começando a dar uns passos rumo a inclusão social, até a homossexualidade é abordada no enredo, entre outras coisas. Ou seja, vocês podem perceber que não é um romance histórico clichê, o livro traz sim alguns aspectos comuns do gênero, como por exemplo toda a pompa e o glamour, mas vai bem além do que apenas isso. Um dos grandes diferenciais é a grande pesquisa na composição do enredo, pois noto que poucos autores nacionais focam nisso.

Os personagens são muito bem desenvolvidos e estruturados o que aumenta mais ainda a conexão do leitor com eles. A Kate não segue o estereótipo de heroína submissa ao pai que faz de tudo para ter um marido, ela quer sim, casar e constituir uma família, mas quer fazê-lo por amor. Porém a sua personalidade navega entre os mares da impulsividade e da infantilidade, ela luta por seus ideias (que são bons), mas não sabe como fazê-lo sem colocar-se em risco e acaba se colocando em muitos problemas.
Já Arthur é a prova de que não é fácil mudar quando se faz parte de uma sociedade que não muda. Ele ama a personalidade de Kate, defende o seu direito de ter opinião, admira sua inteligência e curiosidade, e na política defende ideais humanitários, mas quando a situação ameaça a sua imagem perante a sociedade e o nome da sua família ele retroage absurdamente nos seus ideais. É muito bom poder acompanhar esses conflitos pessoais dos personagens, com certeza daí vem grande parte da magnitude dos personagens dessa trama avassaladora.

No enredo, vocês podem esperar por uma linda história de amor, podem esperar por cenas sensuais, podem esperar por intrigas, podem esperar por problemas gigantescos e praticamente insolúveis que vão te fazer querer chorar (ou socar um personagem), mas pode relaxar, pois quando você pensar que a história morreu, ela renasce das cinzas com uma das reviravoltas mais originais, que eu já vi num romance histórico.

Vou parando por aqui, pois não quero dar spoiler e acho até que já falei demais.
Recomendo a leitura, sem sombras de dúvidas, o livro é lindo e vai te encantar, se você ainda não conhece a escrita da Babi, vai amar e se já conhece vai amar mais ainda.
Recomendo que leiam também Entre o Amor e o Silêncio, porque é o meu xodó.
Tenho certeza que a escrita da Babi A. Sette vai conquistar vocês. Pois, para mim, a cada livro lançado ela se consolida como uma das melhores autoras contemporâneas nacionais.

E Vocês, já leram ou conhecem o livro? O que acham dele?
Conversem conosco nos comentários.

14 comentários:

  1. ai, Kris. Apesar da tua resenha ter ficado ótima, expondo os pontos bacanas inseridos no livro, tanto na parte técnica como na trama em si, eu não me animei pra ler :(
    Não curto muito o gênero, apesar de já ter lido mais dele anteriormente... Hoje em dia, não tô com vibe pra romances históricos...

    ResponderExcluir
  2. Oi Kris, que romance histórico lindo! Estava precisando de um livro desses para um desafio. A sinopse está encantadora! Gostei tanto da sua resenha que escolhi esse e tomara que consiga ler esse lindo!
    Beijo
    Mila-Scraplivros

    ResponderExcluir
  3. Oi Kris, mais uma vez encantada com uma resenha sua. Adoro a maneira como lê os personagens, adorei a sua percepção dos conflitos que o Arthur vive e enfrenta; "á Arthur é a prova de que não é fácil mudar quando se faz parte de uma sociedade que não muda."
    Amei saber que vc gostou assim do romance e obrigada por citar Entre o amor e o silêncio como seu 'xodó" Estou planejando a minha ida para Recife, vc é daí, não é? quem sabe vamos conseguir nos conhecer pessoalmente?! vou adorar.

    ResponderExcluir
  4. Kris, faz muito tempo que não leio romance histórico e fiquei muito curiosa depois de tudo que você falou.
    Pelo que andei lendo ultimamente a escrita da Babi é muito gostosa de se ler.
    Estou louca por ler algo dela e se fosse esse livro acho que seria um bônus a mais.
    Apaixonei.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  5. Oi Kris, a capa do livro está bem linda, mas ao contrário de você eu achei a história bem clichê, e olhe que não costumo ler romances de época, mas acho que está ficando meio repetitivo essa coisa de mocinhas à frente do seu tempo nesse gênero literário. Ainda assim, acredito que a leitura seja válida pela qualidade da escrita da autora e toda a pesquisa sobre os costumes do século XIX, mas especialmente por ser uma autora nacional. Bjs

    Território nº 6

    ResponderExcluir
  6. Oi Kris, tudo bem?
    Primeira resenha que leio do livro e não esperava menos dele!
    A Babi é uma escritora fantástica, mal posso esperar para ler esse livro <3
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oii!

    Muitas pessoas me recomendaram esse livro e já vi várias resenhas, mas não tinha nem me mexido para procurar um lugar para comprar, mas agora acho que está na hora de ler esse livro pois parece ser muito bom :)
    Além disso dizem que a Babi é uma escritora ótima ^^

    Beijos, Amanda ^^
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  8. Essa foi a primeira resenha que leio do livro e fiquei encantada com a premissa apesar de não ser muito fã de romances históricos. Achei essa capa um arraso, muuuito bonita! Sua resenha ficou ótima :)
    Beijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. A capa é linda. E pela sua resenha, a história parece ser fantástica. E olha que eu não sou leitora desse gênero.
    Acho que o fato da autora ser uma querida nas redes sociais tem muito a ver com a minha admiração pelo trabalho dela. Ainda não li nenhum de seus livros, mas tenho vontade que conhecer a escrita.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu sou completamente louca para ler algo dela e nunca consegui :(
    Amo romances de época e esse livro me parece maravilhoso!
    Depois da sua resenha, só fiquei com mais vontade ainda de lê-lo!
    Esse livro é o tipo certo de leitura para mim, espero gostar tanto quanto você.
    Ótima resenha!
    Beijão!

    www,livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  11. Não li toda a sua resenha, pois estou ansiosa pela leitura. Já li outros livros da autora e gosto muito da sua escrita, fora que sou apaixonada por romances de época né? <3
    Adorei
    http://teoremasdamimosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    É a primeira resenho do lvro que leio e já quero
    Já tinha visto a capa e acho linda demais
    Não sabia que era romance de época
    Estou super viciada no gênero

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Eu nunca li nada da Babi, mas confesso que esse livro está pedindo para ir para minha estante. Eu adorei a proposta do enredo dele e tenho certeza que eu vou amar essa leitura. Tomara que ele me encante tanto quanto te encantou.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie, tudo bom?
    Amo romances históricos e quando são bem escritos, minha curiosidade só aumenta. A mistura de romances, intrigas e cenas sensuais chamou minha atenção. E que capa linda.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥