Resenha: A Playlist de Hayden - Michelle Falkoff

06 junho 2015






Ficha Técnica
Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581637044
Ano: 2015
Páginas: 288
Adicione no Skoob
Classifiquei 4/5
Sinopse:
A Playlist de Hayden - Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente
Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava.
A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.

Resenha

    A Playlist de Hayden é um livro muito intenso que traz a tona vários temas pesados, mas que infelizmente permeiam a nossa realidade, a começar pelo Bullying e a partir dele vários outros vão surgindo.

    A História começa no dia após uma fatídica festa, onde algo muito mal aconteceu e fez com que Sam e Hayden brigassem. E por isso San está lá, de manhã para fazer as pazes com o amigo. Tudo parece normal, o quarto de Hayden continua como sempre, porém há algo diferente, uma garrafa de vodka, um frasco de remédios vazio, um pendrive junto a um bilhete com as palavras: "Para Sam. Ouça, Você vai entender." e Sam percebe que tudo mudou para sempre...

   Hayden não vai mais acordar.

   Sam começa então uma luta interior contra a culpa, pela briga na noite anterior, por não ter notado os sinais que Hayden poderia ter dado de que iria fazer aquilo, com o ódio que cresce dentro de si por todos que ele acredita serem culpados pela atitude do amigo.

   Hayden e Sam eram uma dupla de geeks, que só tinham de amigos um ao outro. Mas a diferença é que apesar do pai de Sam ter abandonado a família em condições financeiras não tão favoráveis, que faziam com que sua mãe precisasse trabalhar muito, ela era uma mãe amorosa. Enquanto os pais de Hayden, de classe alta, sentiam vergonha pelo filho disléxico, não corresponder aos padrões que eles ansiavam e acabaram por negligencia-lo totalmente, deixando a mercê do bullying do próprio irmão mais velho. O seu maior carrasco.


   Após a morte de Hayden, Sam conhece Astrid, uma linda garota com um visual nada convencional, que se apresenta como amiga de Hayden e demonstra saber muita coisa sobre ele, só que Sam sempre achou que era o único amigo dele, e ele nunca havia falado sobre ela. Então, Sam mergulha na playlist que ele deixou na tentativa de compreender o porque do amigo ter tomado aquela decisão tão trágica. Como se tentando conseguir perdão para si mesmo, pudesse também descobrir tudo o que Hayden escondia.
Então os garotos que cometiam bullying com Hayden começam a se ferir gravemente e paralelamente surge no RPG que eles jogavam alguém com o mesmo Nick de Hayden, que fala exatamente do mesmo jeito que ele falava. Será que Sam estava ficando louco, ou será que Hayden estava vivo?
  Vocês vão ter de ler pra saber!

   A Playlist de Hayden é o livro de estreia da autora Michelle Falkoff e ao meu ver: Que estreia!
Desde o primeiro contato que tive com a sinopse do livro, senti necessidade de lê-lo, não só pela temática suicida, que por motivos pessoais me é muito interessante, mas também pela maravilhosa ideia de unir literatura e música. Adoro quando os autores fazem isso.

   A Narrativa é completamente intrigante e instigante, as dúvidas, as mágoas, a culpa que Sam sente são muito comuns para as pessoas próximas aos suicidas. A necessidade de encontrar uma razão para aquele ato, e assim consequentemente um perdão para si. E são esses fatores que fazem com que Sam seja um personagem que nos conecte tanto. Paralelamente a essa melancolia por termos perdido um personagem que amávamos (pois, mesmo com Hayden morrendo no inicio da história ao longo dela você começará a ama-lo também), começamos a torcer por Sam, para que ele se adapte, supere e crie laços com outras pessoas, mas também queremos compreender o que levou Hayden aquele ponto. Até que o mistério se instala na história, a "Triqueta" do Bullying começa a se dar mal e um personagem misterioso surge no chat com o nick Arquimago_Ged, é ai nós mergulhamos na mesma confusão mental de San, uma hora pensamos que ele está louco e em outra nos vemos torcendo contra a realidade de que os mortos não voltam. Ou seja a trama nos envolve de tal maneira que praticamente nos absorve enquanto estamos com o livro aberto.

   A Playlist musical é atemporal e completamente surreal, perdi as contas de quantas vezes eu a ouvi durante e após a leitura, a música me conectou com a história de uma maneira de que mesmo após seu fim, ela permaneceu comigo durante vários dias. Ela tem uma grande importância da história, pois elas refletiram em si os sentimentos de Hayden e o farão buscar o porquê desse sentimento, fazendo assim que os últimos acontecimentos da malfada noite se esclareçam aos olhos de Sam e de quem resolver ler.

   No final das contas, A Playlist de Hayden não trará a resolução de um crime e nem mostrará culpados, mas falará sobre o Bullying e todo o mal que ele pode acarretar sobre as vítimas, assim como a negligência dos pais e a falta de apoio, de amor. O livro é sobretudo, sobre superação, sobre amizade e sobre perdão. Sobre como as vezes parar e ouvir um pouco as pessoas pode ser tão importante para elas e para nós.

“Se havia alguma coisa que eu aprendera com a playlist, é que ouvir as pessoas pode ser importante."
Ouça a Playlist




Classifiquei 5/5 e virou mais um dos meus favoritos, dos que guardarei para a biblioteca de Alice.
Recomendo a leitura para adolescentes e adultos, principalmente para pais e professores.
E Vocês já leram o livro ou querem ler? Conversem comigo nos comentários.
Beijos ☺♥

13 comentários:

  1. Já li o livro e AMEI. Achei a história surpreendente e bem escrita, bem ágil. Li em duas noites e também me perdi naquelas músicas maravilhosas, algumas bandas eu nem conhecia e acabei me apaixonando. O Sam, apesar do luto, me fez rir bastante em algumas partes, sua maneira de enxergar e descrever as pessoas ao seu redor é muito legal, e engraçado.
    Gostei da sua resenha, o livro também entrou para os meus favoritos.
    Beijos!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. OI Kris!
    Esse foi um dos meus solicitados para a editora, mas até agora não recebi, o que me deixa muito frustada, pois resenhas como a sua só me mostram o que eu tô perdendo em não ler esse livro!!
    Tenho certeza que ele também seria meu favorito e agora, você me deixou com a pulga atrás da orelha ao levantar a questão de Hayden estar vivo ou não!! Já tô roendo as unhas
    Adorei a sua resenha, muito boa!
    Beijos

    LuMartinho |Face

    ResponderExcluir
  3. pois então, eu li e fiquei completamente absorta na leitura. Me empolguei mesmo, ainda mais com a temática do suicidio, que tbm é de meu interesse...
    A playlist é uma delícia de ouvir <3

    ResponderExcluir
  4. Hey Kris!

    Adorei a sua resenha, a primeira coisa que fiz quando o livro chegou foi escutar a playlist dele. Ainda não li, optei começar por outro livro, mas mal posso esperar para lê-lo. Achei a playlist linda, mas beeeeem triste. Hahahahaha. Estou curiosa.

    Beijos
    www.estantedarob.com.br

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha e acho muito valido a sua opinião, concordo plenamente com ela, eu já li o livro e digo que as músicas ficaram comigo, mesmo depois da última paginas, além de muita reflexão sobre o tema! Adorei a resenha!

    Abraços e até!!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Caramba, que bom que gostou tanto e que se tornou um de seus favoritos, eu estou com muuuita vontade de ler desde que o vi pela primeira vez pelo enredo fantástico e espero amar a leitura haha.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Kris,
    Achei o tema principal do livro bem interessante, apesar do Bullying ser um assunto já presente em nosso cotidiano, gosto de ler diversas opiniões e relatos. Fiquei curiosa para descobrir quais foram os motivos que levam Hayden a fazer o que fez, e também quero descobrir quais são as músicas dessa playlist.

    Parabéns pela resenha, beijos
    http://bibliotecacolorida.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Estou bastante empolgada para ler esse livro. Comprei ele já faz algumas semanas e to quase burlando minhas regras de leitura e pegando ele haha muito boa sua resenha.

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu me apaixonei por esse livro, mas só li o que a editora mandou de degustação.
    Preciso saber do final.
    Que pena que não fala de quem é o culpado ou algo assim.
    Gostei de como aborda o bullying.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  10. Esse virou me favorito também, porque a história é tão marcante!
    E mostra também quanto os pais muitas vezes acaba sendo omisso as situações ,
    bjus

    ResponderExcluir
  11. Adoro quando, num drama, começamos a torcer pela felicidade do protagonista. Isso só mostra o quanto nos envolvemos com a história. Eu adorei a primeira centena de páginas que li, mas ainda não pude concluir. Fiquei feliz em saber o que me aguarda: um desenvolvimento misterioso e um desfecho satisfatório.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oii, tudo bem com você?
    Eu também recebi o livo, e admito que li sua resenha por cima, haha, perdão, é que quero ter todas as surpresas, já que estou lendo o meu, entende? Mas vi que você amou o livro, estou ansiosa para concluir a leitura.

    Beijos da Jéss ♥
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
  13. Oie, tudo bom?
    Apesar da leitura fluida, eu esperava bem mais desse livro. Ao contrário de você, eu não achei que a Playlist foi tão importante na história como imaginei. Sam e Hayden são personagens carismáticos, mas a narrativa não me emocionou como imaginei que seria.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥