Colin Fischer - Ashley Edwrd Miller e Zack Stents

04 maio 2015

Eu terminei a leitura de Colin Fischer com uma frase em mente: " Quero mais!"
Quando eu comecei a leitura eu não esperava me deparar com algo tão gostoso e divertido ♥



Ficha Técnica
Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581634166
Ano: 2014
Páginas: 176
Tradutor: Henrique Monteiro
Sinopse: 
Colin Fischer - Resolvendo o crime. Uma expressão facial por vez. O ano letivo de Colin Fischer acabou de começar. Ele tem cartões de memorização com expressões faciais legendadas, um desconcertante conhecimento sobre genética e cinema
clássico e um caderno surrado e cheio de orelhas, que usa para registrar suas experiências com a MUITO INTERESSANTE população local.
Quando um revólver dispara na cantina, interrompendo a festinha de aniversário de uma das garotas, Colin é o único que pode investigar o caso. Está em suas mãos provar que não foi Wayne Connelly, justamente aquele que mais o atormenta, que trouxe a arma para a escola.
Afinal de contas, a arma estava suja de glacê, e Wayne não estava com os dedos sujos de glacê…
Resenha

Colin é um garoto que facilmente identificamos ser portador da, atualmente, famosa síndrome de Asperger. O que o faz ter várias características parecidas com outros personagens de seriados que eu amo, como Sheldon Cooper de The Big Bang Theory e Temperance Brennan de Bones. Pois uma das características da personalidade dos portadores da síndrome é uma condição que pode se assemelhar a falta de tato social, ou empatia de modo que eles são extremamente sinceros sem perceber que possam estar sendo ofensivos.


" — Se precisar de alguma coisa você sabe onde nos encontrar.
  — Sim, eu sei. Na cozinha, bebendo vinho, ou no quarto, assistindo algum programa de TV a cabo com violência e nudez."

  Entre outras coisas uma, de suas maiores dificuldades como paciente com Asperger é a de não conseguir identificar nas expressões faciais das pessoas o que elas estão exprimindo, e por isso carrega sempre consigo um guia, feito por sua antiga tutora Marrie, com expressões faciais desenhadas e o que elas representam. E foi daí que o livro ganhou os detalhes tão criativos da capa. Porém acredito que Colin não curtiria a sua cor. Porque ele tem vários TOC's e um deles é o de não gostar da cor azul, de barulho e de contato físico. Ele também tem o hábito de escrever tudo no seu livro surrado de capa vermelha e relaxa saltando numa cama elástica no quintal de sua casa. Acho que esses são os pontos principais a se conhecer do Colin.


A História se passa no início do colegial e os personagens só tem de diferente dos principais estereótipos, das histórias de colegial americana, os nomes. pois são os de sempre: Os Atletas idiotas e arrogantes, as Líderes de torcida bonitas, arrogantes e fúteis, O Valentão que desconta nos mais fracos os problemas que traz de casa e a Menina inteligente, que cresceu como patinho feio, mas está virando um cisne. Ah e o nerd estranho que não toma lugar nenhum e é sempre atormentado pela maioria citada anteriormente, que no caso da nossa história é o Colin.


Nada incomum até o dia em que durante o aniversário de Melissa (o cisne), acontece uma briga entre Wayne Conelly (o valentão, cuja vítima preferida é Colin) e Eddie Martin (líder dos atletas), na qual uma arma é disparada dentro da escola.
A Culpa do incidente e o porte da arma recaí para Wayne, mas Colin não está convencido, partindo assim em sua primeira investigação que poderá inocentar aquele que deveria ser seu pior inimigo. Mas Colin não se importa com isso, ele só busca a justiça, assim como seu ídolo Sherlock Holmes.

"Com sua psicologia complexa, obsessões obscuras, energia quase desumana e dons intelectuais, Sherlock Holmes não era apenas um detetive  — Ele foi o primeiro super-herói do mundo."

Gente o livro é doce e eloquente, Colin tem sempre uma frase marcante ou uma curiosidade legal, pra dividir com a gente. Cada capítulo se inicia com uma passagem escrita em primeira pessoa pelo próprio Colin e em seguida a narrativa passa a ser em terceira pessoa, por um narrador desconhecido.
A Linguagem do livro é gostosa e os personagens são interessantes, todos são bem definidos, porém pouco é falado sobre eles, o foco da narrativa é sempre o Colin e esse é astuto, sagaz, inteligente e encantador.

"É por isso que confio na matemática e não nas pessoas. A matemática produz melhores decisões."

Ao longo da narrativa além da parte investigativa da trama, podemos ver um pouco mais da parte familiar. Vemos as demonstrações de amor dos seus pais, o zelo e a preocupação deles, assim como a perseguição de um irmão menor ciumento infantil e idiota. Enquanto por diversas vezes recebemos de Colin as melhores lições de vida.
Colin Fischer é um livro que traz lições de vida, que são verdadeiros socos no estômago do preconceito e da discriminação. Leitura super recomendada para todas as idades. Eu simplesmente me apaixonei ♥

Beijos, e vocês já leram o livro? Contem pra gente!

22 comentários:

  1. Oi Kris..
    Eu ouvi falar pouco desse livro, mas gostei de sua resenha. Confesso que pela capa o livro não me chamaria atenção.
    Eu gosto de livros com alguma mensagem por trás, e com uma narrativa agradável. Pelos seus elogios e sua empolgação a obra deve mesmo agradar.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Kris! Amada quero muito ler esse livro, até alguns anos atrás eu nem sonhava o que seria o Asperger, até que o neuropediatra pré-diagnosticou minha filha com Asperger, por uma série de exames de consultório ele e disse que ela poderia ser portadora da Sindrome. Foi um choque e tanto, e desde então tudo que se relaciona ao tema, seja cientifico ou fictício, eu procuro ler. O diagnóstico dela não se concretizou apesar de eu achar que ela tem muitos traços da sindrome, mas passado o choque inicial, aprendi a lidar com tudo que a sindrome envolve, e vejo que os traços dela são bem presentes em algumas atitudes dela. Se você gostou desse livro, tente ler Passarinha, também traz o tema, por outro ponto de vista. Adorei a Resenha,e queria ficar horassssssssssss aqui papeando com você sobre muitos pontos do livro e de Collin. bjs
    www.amorascompimenta.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Kris, tudo bem? Eu li o livro no final do ano passado e gostei, mas não me lembro de muita coisa sobre a investigação. Mas gostei do Colin e de seu jeito de ser, adorei o caderno de expressões faciais e das curiosidades que ele citava durante a narrativa. Foi uma leitura agradável. Se você gostou do Colin, recomendo que leia Passarinha (se ainda não tiver lido) e se apaixone pela Caitlin, ela também possui a síndrome de Asperger.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho muita vontade de ler o livro, adoro tramas que se passam no colegial ou faculdade. Sempre há alguma mensagem ou reflexão. Adorei essa capa, simples, mas bonita <3
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  5. Olha já faz tempo que não leio resenha sobre esse livro e já o tenho em minha estante já faz um bom tempo. Espero ter a oportunidade de ler, porque é um livro que todos comentaram muito bem e sinceramente sua resenha me deixou bastante interessada. Espero ler assim que puder, porque agora estou na fase dos meus romances e no momento eu ainda não pretendo ler, mas pode ter certeza que logo o pegarei =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/05/resenha-o-substituto-serie-ordem-da.html

    ResponderExcluir
  6. Olá; eu ainda não li, mas quero ler. O Colin parece um personagem bem interessante, e, pela sua resenha, acho que seria o tipo de livro do qual eu ia gostar muito.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Nossa que legal deve ser ser esse livro.
    Acho que nunca li um livro assim que em cada capítulo o começo com a primeira pessoa e depois vai para terceira pessoa. Adorei esses quotes e com a sinceridade do personagem deve ser bem engraçado. Gosto de livros que passam uma mensagem. Entrou pra lista ;)
    Adorei sua resenha.

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Kris, não conhecia o livro ainda. Não sei porque, mas me parece fofo, não no sentido de "ai meldels preciso apertar", no sentido engraçadinho, essas coisas de superação sempre são fofas, não? Hahaha
    Sendo fofo ou não, me interessei pela história e quero ler o quanto antes *-*
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Ai que lindo!!
    Eu adoro livros assim.
    Já vi esse livro em tantos lugares mas nunca me interessei em ler nem a sinopse e me arrependo.
    Amei sua resenha.
    Com certeza esse é um livro que vale muito a pena.

    Estou segundo o blog e suas redes.

    www.saladadelivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Kris, tudo bem?
    Se eu visse o livro na livraria passaria reto, mas agora que li uma resenha acho que daria uma chance para ele.
    O Colin me parece um personagem cativante.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  11. Olaaaa
    Tive curiosidade a um tempo mas passou mas se tiver oportunidades eu leio sim, a resenha esta ótima e gostei da capa e do enredo.

    Beijos
    Reality of Books

    ResponderExcluir
  12. O livro parece ser muito diferente do que ando lendo, parece ser muito bom, além de ter essa capa que chama bastante a atenção. Adorei a resenha, me deixou um tanto instigada a conhecer Colin Fischer.

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Não conhecia o livro, mas me interessei bastante após ler sua resenha. Ainda mais por ter uma comparação com Sheldon, que eu adoro.
    Interessante os autores terem criado uma história com os personagens com a síndrome, achei diferente. Parecer ser uma leitura um tanto agradável.
    Espero gostar tanto quanto você.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  14. Oi Kris,
    eu achei a ideia do livro muito bom, gostei da abordagem do autor sobre a doença e mais ainda da ideia do personagem de ter um caderninho com desenhos de expressões faciais. Esse é aquele livro que trás um significado e você sabe que você passa a ver o mundo um pouco diferente.
    Me interessei bastante.
    beijos
    cheireiumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Eu sempre tive muita vontade de ler esse livro, mas como nunca vi ninguém resenhando alguma coisa sobre ele, acabei deixando completamente de lado a leitura. Me arrependi, sério. Depois de ler a sua resenha e descobrir que o livro fala de Asperger, fiquei muito animada. Li outros livros que abordam o assunto e acabou se tornando um dos meus temas favoritos de leitura.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Adorei sua resenha! Já tinha visto a capa desse livro em algum lugar, mas não tinha lido nada sobre ele. Sua resenha foi tão linda que me deixou com muita vontade ler o livro logo! Vou anotar aqui para a próxima compra também! Desse vou falir! hehehe
    :***

    ResponderExcluir
  17. Oi! Tudo bem?
    Eu já peguei Colin Fischer para ler, mas acabei não finalizando a leitura ( na verdade nem me lembro o motivo, rsrsrs).

    Talvez eu não gostasse mesmo, porque já estou saturado desses clichês adolescentes, ou talvez gostasse pela características do protagonista, vai saber... hahaha

    Amei a resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oie! Eu tenho este livro, mas não dava muita coisa por ele, foi bom vê-lo com outros olhos e notar vale uma leitura. Farei isso assim que possível.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  19. Heey, tudo certo?
    Esse livro me persegue!!! hahahha Quero demais conhecer o Colin e acompanhar essa investigação. Eu adoro personagens como ele e esse livro tem tudo para me agradar imensamente, quero ler logo!
    Amei a resenha!

    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi,
    Acho que essa resenha é a segunda que leio do livro, gosto muito de histórias que mexem com os leitores, com verdadeiros socos no estomago, pois depois da leitura conseguimos levar algo em nossa bagagem de aprendizado, parabéns pela resenha esse é um livro que pretendo ler.
    Beijos



    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  21. Nunca tinha parada para saber do que se tratava o livro e sua resenha me deixou super curiosa, eu gosto muito de livros que falam de pessoas que sofrem algum tipo de síndrome e esse parede ser bem legal, passamos a conhecer mais sobre o assunto de uma forma prazerosa em forma de leitura! Adorei a resenha!
    Bjkas

    ResponderExcluir
  22. Olá tudo bem?
    Achei a sua resenha fantástica a forma como vocÊ descreveu a história e o livro em si me deixou muito animado, gostei muito da premissa do livro e gostaria muito de poder dar uma olhado no livro. Achei muito interessante mesmo.
    Abraços, Carlos.

    http://blogchuvadeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥