Resenha: Filhos de Lilith - O Despertar de Elaine Velasco

13 abril 2015


Olá leitores, hoje eu trago para vocês a resenha do livro nacional que fez renascer a minha esperança na literatura vampiresca: Filhos de Lilith - O Despertar da autora Elaine Velasco e lançado pelo selo Madras Teen.

A História começa nos mostrando um jovem rapaz que cuida carinhosamente de uma jovem reclusa em um quarto, com medo da luz e medo de sair. O rapaz se chama Carlos e a jovem é Alice Layil e ela estava desaparecida durante um bom tempo, sua família a busca desesperadamente, só que ela se recusa a dar noticia a eles pois teme que dessa forma possa também estar dando noticias do seu paradeiro ao seu raptor.

Alice havia sido raptada por um belo e misterioso rapaz chamado Alejandro, ela não se recorda muito do seu tempo no cativeiro, a não ser do dia de sua fuga, o mesmo dia em que ela salvou a vida de Melissa e acabou indo parar na casa de Carlos, o namorado dela. Os três são antigos conhecidos dos tempos de colégio onde Carlos nutria um amor platônico por Alice, o que torna a relação desse triângulo conturbada e extremamente a flor da pele.
Alguns acontecimentos fazem com que Alice fuja e acabe tornando-se uma vampira justiceira, que se alimenta exclusivamente de bandidos e traficantes na noite do movimentado centro de São Paulo. E é aí que ela encontra, ou melhor, é encontrada por Carol (que pra mim é uma das personagens mais divertidas do livro a amei ♥), uma bela e jovem vampira veterana que a propõe ensinar tudo sobre o modo de vida noturno dos vampiros.

E assim, Alice se vê em meio ao luxo, poder e luxúria dos descendentes de Lilith, e descobre que o sobrenome Layil da sua família tem mais influência nos motivos da sua transformação do que ela poderia imaginar. Nesse meio-tempo, ela se vê novamente diante de Alejandro seu criador por quem nutre um ódio gigantesco, só que ele traz consigo um presente com o qual deseja comprar a sua fidelidade.

E aí, ficaram curiosos? Então, vão ter que ler o livro pra saber de tudo. Porque a história é assim mesmo, nos deixa de olhos arregalados no inicio ao fim, esperando o que vai acontecer na próxima folha.


Quem me conhece, ou acompanha as resenhas do blog já deve ter visto eu dizer que ando desacreditada das histórias de vampiro, né? E eu realmente ando, só que a história escrita pela Elaine, apesar de moderna traz em si aquele aspecto clássico em crônicas vampirescas do qual eu sinto muita falta nos livros de vampiros teen por aí. Nada de amores em excesso, nada de vampiros vegetarianos e bons demais.

A Elaine escreveu vampiros, como vampiros devem ser. E ainda trouxe à tona na história questões polêmicas, como o aborto. Defendendo dois pontos de vista, o que pode não ter agradado a todos, o que demonstrou coragem da parte da autora, pois não é todo autor que expõe assim suas opiniões.
Sendo assim, sangue e sexo são colocados na medida certa nas páginas desse livro, trazendo de volta a essência que algumas obras tão romantizadas roubou dos vampiros e criando uma aura que nos envolve e prende a essa leitura de modo que não conseguimos tirar os olhos das páginas antes do livro acabar. Eu terminei a leitura com o coração na mão, por causa do ultimo acontecimento. E uma ansiedade monstra pela sequência. 

Os Filhos de Lilith é um Spin-off do livro Herança de Lilith, mais o fato de não o ter lido, não prejudica a leitura. Mas eu fiquei morrendo de vontade de ler, pra saber um pouco mais sobre a história da família de Alice.

A Edição da Madras Teen é espetacular, desde a capa incrível, até a diagramação.
As folhas são amareladas e levemente texturizadas de modo que facilita a leitura (e o cheiro do papel novo é uma delícia *__*, sou viciada em cheirar livros - Judge Me).


Enfim, simplesmente amei a leitura e recomendo a todos!
Esse foi um maravilhoso início de parceria entre nós e a Madras Teen e só tenho a agradecer pela oportunidade.

Espero que tenham gostado da resenha e deixem nos comentários as suas opiniões.
Beijos!
 

Ficha Técnica

Edição:
1
Editora: Madras Teen
ISBN: 9788537009468
Ano: 2015
Páginas: 160

28 comentários:

  1. Adoeei a resenha, Kris, vampiros sendo vampiros é o que há! Huahuahuahuahuah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Mandy, tava precisando disso na minha vida Vampiros sendo vampiros, sem brilhar, sem chupar animais indefesos. Sendo maus e sacanas <3

      Excluir
  2. Kris lindona acabei de ler esse livro e amei , eu sou apaixonada pelo tema Vampiros, e tem uma gama extensa de como trabalhar esse tema, alguns escritores se perdem , uma pena. Mas Elaine me contagiou com essa nova vida de Alice , um mundo novo com Clãs diferente e muito bem definido no livro. Amei a leitura e já estou com urticárias pela continuação. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joyce,
      Eu também super gostei disso dos clãs, realmente algo bem original.
      Fala não menina, essas continuações deixam a gente morrendo de gastura, não é?
      Beijos e obrigada por vir aqui ^_^

      Excluir
  3. pra mim conto vampirescos é de Anne Rice e a sua saga, esse nacional me deixou muito na vontade de ler :)

    http://armazemdochef.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Sou muito fã de historias de vampiros
    seja livros filmes series
    me encantei já e quero ler

    Linda Semana!!
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se vc gosta de história de vampiros, então acho que vai curtir essa tabm, nanda
      Obrigada pela visita, beijos

      Excluir
  5. Não curto essa temática de vampiros e enfim...
    Gostei do resumo que você de maneira prática e objetiva. Já li outra resenha do livro a escrita da autora parece ótima, porém não curto o tema.
    Parabéns pela resenha bem feita.
    Blog ArroJada
    Divulgação de Blogs

    ResponderExcluir
  6. Nossa, perdi as contas de quantas resenhas deste livro eu já vi. Eu já fiquei querendo ler na primeira vez, não tá diferente agora! Haha.
    Beeeeeeijos.

    ResponderExcluir
  7. Muito boa a resenha! Gostei da colocação de Lilith no titulo, um personagem tão incógnito da mitologia, rainha do inferno, primeira esposa de adão e afins. Pobre da moça que não sabia ser a própria.
    Blog Com Mãos de seda ✿✿Fan Page do Blog ✿✿ Grupo do Blog

    ResponderExcluir
  8. hahahah eu tbm amo cheirá-los, mas cheiro os velhos tbm, mlr *-*
    E eu que não recebi o meu e tô já ficando triste, pq todo mundo tá curtindo a história, menos eu :'( #Cry

    Fiquei curiosa pra saber o que foi que te deixou com o coração a mil na parte final e sobre o lance dosa pontos de vista sobre o aborto, que a autora expôs na história...
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu adorei a resenha! A autora abordou realmente pontos frágeis em seu livro, e concordo contigo quando diz que ela teve coragem para isso. Confesso que sou louca para ler livros de vampiros, embora ainda não tenha lido nenhum. Esse é um dos que estão na minha lista, e como você citou, quero um livro de vampiros de verdade! Beijos

    http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Que bacana esse livro, apesar de eu não gostar muito de ler, achei o legal, e interessante
    De uma garota que não sai pra nada, e de repente se dá com luxo todo...
    Muito bom gostei
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Que bacana esse livro, apesar de eu não gostar muito de ler, achei o legal, e interessante
    De uma garota que não sai pra nada, e de repente se dá com luxo todo...
    Muito bom gostei
    bjs

    ResponderExcluir
  12. Amo autores que se arriscam e abordam temas que são certos "tabus". Eu já tinha lido um pouco sobre ele e estou muito curiosa.

    ResponderExcluir
  13. Oláá
    Foi uma das minhas últimas leitura e gostei sim do livro, porém, senti falta de muita coisa, achei o fino demais para tanta história, mesmo assim aguardo a continuação e espero que seja melhor, ótima resenha ;)

    http://realityofbooks.blogspot.com.br/
    Beijos
    Catharina

    ResponderExcluir
  14. Muita gente comentando desse livro, mas realmente não consgue ser um enredo atraente pra mim. Eu até que gosto desse genero literário, só que não sei, achei o enredo bem fraco.

    http://www.laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  15. olá tudo bem?
    Simplesmente adorei a premissa desse livro, assim como vc estou meio desacreditada em relação às estórias de vampiros, fiquei muito feliz que essa traz elementos que são realmente de vampiros sem aquela melação toda que só desqualifica os livros, melhor ainda saber que é nacional, lerei com certeza. Bjus!!!
    http://lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Menina, essa é a resenha super favorável que leio sobre esse livro hoje! Vocês estão conseguindo me deixar bem curiosa a respeito desse livro viu! hehehehe
    Eu gostei dos vampiros de Nazarethe Fonseca. Eles não são bonzinhos e tal, apesar de ter uma parte bem grande de romance. Mas não chegou a me incomodar não, não sei se você chegou a tentar lê-los.
    Vou anotar esse aí! Obrigada pela dica! ;)

    ResponderExcluir
  17. Vou resumir o que senti na resenha, um livro para ser devorado...
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  18. Oi Kris, tudo bem?
    Aii, ansiosa para ler esse livro e o meu não chegou ainda :(
    Amo vampiros e é bom saber que os novos autores (brasileiros) estão escrevendo coisas boas.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  19. Olá, estou muito curiosa para ler este livro. Pois só vejo resenhas falando bem. E já havia gostado da capa e da sinopse, e com as resenhas, só aumenta minha vontade.

    beijinhos

    http://www.livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oie, Kris!
    Como você, ando desacreditada de histórias de vampiros, sabe? Mas esse livro conseguiu minha atenção agora que estou lendo as resenhas. Achei interessante a ideia da energia sexual. Espero gostar tambem!
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando: Livre-se você também!

    ResponderExcluir
  21. Olá,
    Já tava mega interessada nesse livro, agora fiquei mais ainda hihi
    Amo livros de vampiros que retratam os velhos e bons vampiros, não aqueles 'mimizentos', vegetarianos - como você disse - ou que brilham no sol.
    Amei saber que levanta essas questões que são importantes de serem discutidas, como aborto.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  22. Eu não gosto de histórias com vampiros, mas o fato de vc ter escrito a frase "a autora retratou vampiros como eles devem ser" me atraiu haha
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  23. Oi Kris...
    Menina eu to doida pra ler esse livro, mas o meu ainda não chegou :(
    Adorei a sua resenha e me deixou ainda mais curiosa haha

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥