Resenha:A Fúria dos Reis - As Crônicas de Gelo e Fogo, de George R.R. Martin

24 dezembro 2014

Edição: 
Editora: Leya
ISBN: 9788580440270
Ano: 2011
Páginas: 656
Sinopse:Quando um cometa vermelho cruza os céus de Westeros, os Sete Reinos estão em plena guerra civil. Os exércitos dos Stark e dos Lannister estão se preparando para o confronto final, e Stannis – irmão do falecido Rei Robert –, desejoso de possuir um exército que lute pela sua reivindicação ao trono, alia-se a uma misteriosa religião oriental. Porém, seu irmão mais novo também se proclama rei. E, enquanto isso, os Greyjoy planejam vingança contra todos os que os humilharam dez anos atrás.
Ainda, no distante Leste, poderosos dragões estão prestes a chegar aos Sete Reinos, trazendo fogo e morte... Um perigo de proporções gigantescas, muito maior do que as grandes guerras! 
Minhas opiniões sobre o livro
Olá amiguinhos (leiam isso com a voz do Totoro) eu tenho uma amiga que, ao invés de se preparar pro natal, resolveu fazer uma resenha difícil pra caramba. Essa minha amiga, obesa e bonitona quebrou a cabeça pra fazer essa resenha pra vocês.
 Então, por favor, não briguem com a minha amiga, que é obesa, sensual e não tem vida social, porque é difícil PRA CARAMBA fazer resenha das Crônicas de Gelo e Fogo sem dar spoiler.


Gente, é isso, de presente de natal a Kris me incumbiu de resenhar as crônicas, que eu não tinha resenhado porque eu achei que ela já tinha feito tudo, e  descobri que foi só o primeiro livro. 
Já que eu tenho todos, e Kris resenhou o A Guerra dos Tronos, seguiremos então com A fúria dos Reis, e eu serei responsável por essa bagaça daqui pra frente.

Em primeiro lugar, peço encarecidamente que quem só viu a série e não leu o livro, limpe sua mente de toda HBO que existe em seu cérebro, pra que possamos ser bem felizes nesse exercício de resenha, e que se mantenha assim PRINCIPALMENTE nos próximos livros, pois este ainda está batendo mais ou menos com a série.

Vamos lá, então. Pra quem não sabe, todos os livros da série são divididos em PoVs (point of view, ponto de vista em inglês), que não necessariamente significam que o personagem é principal, mas sim que ele tem um ponto de vista diferente para expressar. Essa manobra, usada por Martin nesta série, nos possibilita viajar pelos "Arcos" da história (Porto Real, Winterfell, A Muralha, seja lá onde Daenerys resolve se enfiar, etc.) e também, dentro destes arcos, diferente pontos de vista, já que tá todo mundo querendo garantir o seu.

Na minha humilde opinião de leitora, este artifício é o grande trunfo de Martin, pois é através dele que conseguimos entender cada vez melhor cada personagem (eu por exemplo, nessa onda, entendi até Cersei <3) e desta forma ficarmos cada vez mais apegados a eles- não que isso seja algo sensato a se fazer. 

Neste livro, então são nove os personagens PoVs: Arya, Sansa, Tyrion, Bran, Jon, Catelyn, Davos, Theon e Daenerys, que pra desespero dos Danyfans demora pra caramba a aparecer, e aparece bem pouco.
Embora o livro I já tenha sido bem chocante , principalmente pra quem tá acostumado a finais felizes, é neste que a coisa começa a pegar forte MESMO, e as intenções ao trono, que até então permaneciam debaixo dos panos, se tornam uma batalha sangrenta, chamada de Guerra dos Cinco Reis.
Nesta guerra, Stannis Baratheon, Renly Baratheon, e Robb Stark lutam para que Joffrey Baratheon saia do trono de ferro, usando as mais diferentes armas, desde magia até carisma; 
Enquanto isso, Daenerys, totalmente desprovida de recursos, tenta meios de chegar a Porto Real, para que possa retomar o trono que pertenceu a sua família por tantas gerações, apelado para a honra de seus "aliados", já que ela é a única herdeira por direito, a última Targaryen que restou em Westeros.
Alheios a disputas entre reis, pois seu propósito é ainda maior do que isso, os homens da Muralha se preparam para enfrentar os Selvagens, infiltrando Jon (sabenada) Snow entre os inimigos.


Devo confessar que por muitos momentos este livro me irritou, e o motivo é que ele possui MUITOS PoVs de Catelyn e Sansa, e nem toda sororidade do mundo me faz suportar a Sansa neste livro, e a Catelyn EM QUALQUER LIVRO DESTE MUNDO

Na verdade, Sansa até me passa, porque ela é uma garotinha bobinha e mimada e nada disso é culpa dela, mas da criação que tem recebido da mãe e de sua Septã. Já a Catelyn destrói minha paciência completamente. Não dá pra aguentar tanta amargura, tanta prepotência, tanta  ,"Família, Dever, Honra", tanta TULLYCE.

EM COMPENSAÇÃO, nada menos do que QUINZE capítulos desse livro são dedicados ao lindo (NOT) do Tyrion, e tem também Arya pra alegrar nossos corações. Os PoV da pequena são os mais eletrizantes e cheios de tensão e provavelmente de sangue deste livro, já que  Arya está no meio do olho do furacão, longe de Porto Real, em Harrenhal, castelo dominado pelos Lannister.

Eu DETESTO personagens certinhos e honradinhos e mimizentos, e amo os tranqueira, no melhor estilo "Quando nasci, um anjo torto desses que vivem na sombra disse: Vai, Carlos! ser gauche na vida" Por isso sou team Lannister até morrer, gente muito mais interessante que os Stark.) 
A verdade é que meu ódio profundo pela Catelyn e amor por Tyrion e Arya, que são uns renegados, é só uma prova de como Martin constrói perfeitamente uma personagem, porque era provavelmente o que ele queria. 

Hear me roar, caras.
Se você quer o resumo da história, As 
Crônicas de Gelo e Fogo ( que eu passarei a abreviar nos próximos textos como ASOIAF- sigla para A Song of Ice and Fire, porque vamos combinar que é muita coisa pra escrever) é a melhor história dos últimos tempos. Não é pra todo mundo, porque Martin não perdoa ninguém, e eu tenho quase certeza de que ele vai acabar matando todo mundo numa guerra nuclear; os livros são enormes e alguns até um pouco cansativos (falarei disso na Resenha apropriada), e talvez seja sacanagem demais ou de menos pro seu gosto (se você acompanha a série vai se decepcionar. Muito menos peitos. Huauhahuahaha.). Mas é inegável que é uma das obras mais interessantes da atualidade, e por isso tão badalada e hypada e super comentada a ponto de quase todo mundo saber do que se trata.

Toda vez que leio algum livro das Crônicas , me lembro da introdução de "Desventuras em Série", e acho que o texto que inicia a série de livros infantis serviria para nossa querida saga.
Olha só:
Caro Leitor,

Se você está em busca de uma história sobre jovens animados que se divertem a valer num internato em "Westeros", bateu na porta errada. Violet, Klaus e Sunny Baudelaire (insira aqui seus favoritos de ASOIAF) são inteligentes e engenhosos, e você talvez imagine que eles se sairiam muito bem "na vida". Mas não foi o caso. Para os Baudelaire (Clã que você prefira, que provavelmente será dizimado), o colégio veio a ser mais um desastroso episódio em suas vidas infelizes. Para dizer a verdade, nos capítulos que constituem esta história pavorosa, eles enfrentam caranguejos que mordem, exames hiper-rigorosos, castigos duríssimos, fungos gotejantes, recitais de violinos, exercícios de D.O.R. e o sistema métrico (seja qual for a forma bizarra como Martin mata seu personagem).
É minha solene obrigação passar a noite inteira pesquisando e escrevendo a história dessas três crianças desgraçadas. Quanto a você, entretanto, nada impede que se entregue a uma bela noite de sono tranquilo. Para conseguir isso, eu sugeriria: escolha um outro livro.
Respeitosamente,
Lemony Snicket / George R.R. Martin.


Não é perfeito, crianças? Hauhauhauhauahuahua.
Foi isso, pessoas, estou morta, tive que escrever e reescrever mil vezes para evitar spoilers, vamos ver o que nos reservam as próximas resenhas.
Beijos e Feliz natal pra todos vocês, e maneirem nos spoilers se quiserem comentar.


  HoHoHo

12 comentários:

  1. Ai Amanda, me fizesse sentir cruel agora, por ter te pedido isso nas vésperas do natal, parece que só pq eu não tenho ninguém tem.
    Sei bem que essa é uma resenha complicada mesmo, ainda mais sem dar spoiler.
    Olha concordo que os POVs sao uma ótima jogada do Martin pra fazer a gente entender os personagens, eu também consegui entender a Cersei e o Jamie.
    Um tempo atrás eu tava até debatendo com alguém que não me recordo, que sim tem personagem no livro que é ruim só por ser tipo Jofrey, mas tem uns tipo (os irmãos incesto) que se você se colocar no lugar deles você entende o porque deles serem assim. Pode não concordar, mas entende. Acho que essa é até uma temática legal para outras postagens, vamos fazer uma mesa redonda sobre ASOIAF (ufa!)
    Amei, amei é por isso que te amo como parceira.
    Feliz Yule, xoxo

    ResponderExcluir
  2. Oush Kris, me deixou encabulada com tanto amor! Eu também amo estar aqui.
    Mulher, eu sou muito enlouquecida com esse negócio de PoV. No pornô é furada, mas na literatura, arrasa! Huahuahuahuahuah.
    Feliz Yule pra você também, gata. Espero continuar a contento. :-*

    ResponderExcluir
  3. Ótima resenha Amanda, eu mesma sou super fã da série, já li 2 livros e concordo com *quase* tudo o que você disse.. parabéns :)

    Mutações Faíscantes da Porto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolzinha, pelo menos estamos no quase, pq quando começo a falar de ASOIAF sempre arrumo uma treta! Huahuahauhauahuahuahuah. Obrigada.

      Excluir
  4. Menina, que resenha fabulosa. Ainda não li os livros, mas meus alunos sempre falam pra mim e fico muito, muito curiosa, sua resenha só potencializou.
    Mas já deu pra sacar que não é nada linear, nada bonitinho da Disney. Amoooooooooooooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh obrigada pelo fabulosa, foi uma dificuldade conseguir resenhar sem dar spoiler, e é um tanto de spoiler possível que me dá até gastura! HAUHAUHAUHAUHAU

      Excluir
  5. o bom é que não deu spoiler mesmo. kkkkkkkkkkkkkk ganehi o primeiro voluem e assim que terminar umas leituras planejadas e uma de parceria, vou pegar no meu lindo pra ler *---*

    ResponderExcluir
  6. Oush, Val. Mais confiança em mim, cara. Falei q não tinha spoiler e vou me manter assim, amém. Huahuahuahuahuah

    ResponderExcluir
  7. Oi Amanda!
    Mais uma vez eu ri muito, fala pra sua amiga obesa e sensual que ela mandou bem hahaha
    Eu só li os três primeiros livros das Crônicas de Gelo e Fogo.
    Me julgue, mas me da preguiça de ler os outros, por isso ainda nem me preocupei em comprar kkkkk
    Pior que deu certinho a introdução do Lemony hahahah

    Beijos
    ​​​​​LiteraMúsicas​ | Fanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diego, a minha amiga obesa, que é muito linda e sensual agradece mais uma vez os elogios e risadas.
      Ta tudo bem não querer ler mais dois livros de 1000 páginas que você nem sabe se vai ter fim. Minha amiga gorda, que é inteligente e simpática pediu pra dizer que não pega nada isso aí.
      Huahuahuahuahuah. Beijinhos!

      Excluir
  8. Parabéns Amanda!! Não é fácil escrever uma resenha dos livros do tio George! Ainda tou na primeira por medo de encarar A Fúria dos Reis! hahahahaha
    Sua resenha ficou excelente! ;)
    Samara - www.infinitoslivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Samara, valeu. Não tenha medo não, que os livros não vão te morder. Eles vão rosnar e talvez até cuspir, mas vai acabar tudo bem. hHuauhauhauauahauha

      Excluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥