Resenha: A Profecia de Samsara - Leticia Vilela

21 outubro 2014

Título: A Profecia de Samsara
Edição: 1
ISBN: 9788565383912
Editora: Gutenberg
Ano: 2014
Páginas: 256
Quando o príncipe do Clã mágico dos Devas é assassinado, as suspeitas recaem sobre sua própria mestra, Draupadi. O irmão do príncipe, o jovem Arjuna, jura vingar sua morte e persegue a criminosa pelos reinos mágicos da antiga Índia. Draupadi inicia sua fuga ao lado de Asti, uma humana a quem chama de filha, que guarda um segredo em seu corpo desde que nasceu - uma maldição ancestral em forma de tatuagem, da qual procura desesperadamente se libertar. Todos os fatos fazem os destinos de Arjuna e Asti convergirem definitivamente, o que torna inevitável a concretização da temível 'Profecia de Samsara'.


Resenha

A Profecia de Samsara foi pra mim um novo encontro com a fantasia, a estória é tão doce, interessante e encantadora que nos faz ler todo o livro de um só fôlego. Além do que, em minhas tantas jornadas de leitora por esse mundo de fantasia, nunca havia lido nada com uma temática semelhante.

A Profecia de Samsara faz parte de um projeto Crossmedia chamado Universo Red Luna (que depois eu vou trazer uma postagem explicando o que é). O Projeto já lançou um livro anteriormente A Biblioteca do Czar, as estórias se passam no mesmo universo e tem as mesmas bases, porém com anos de diferença entre elas. A Profecia de Samsara se passa antes a biblioteca do Czar, na linha cronológica, por isso mesmo que você não tenha lido o livro anterior, pode ler esse sem problemas, pois isso não interfere na leitura. Esclarecimentos feitos vamos ao que interessa...


A Leticia Vilela criou  um enredo completamente original a começar pelo universo onde a trama é ambientada, você nunca poderia imaginar uma Índia antiga tão mágica, povoada por seres mágicos de pele arroxeada.
Os Devas - Uma espécie de Deuses que se alimentam de uma energia que só os Alayas (humanos) podem dispor, mas essa alimentação, não causa danos aos Alayas pois não é tirada diretamente deles e sim de um portal que eles possuem para Maan o mundo dos elementais.

Um deva se alimentando de um Alaya
Outra coisa em que a autora acertou em cheio foi nos personagens, que são altamente fortes e cheios de características marcantes, não só os protagonistas, mas os personagens secundários também. E isso faz com que o leitor se apegue a eles e partilhe de suas emoções que a autora retrata tão bem.

Entre os protagonistas temos de um lado Arjuna, um Príncipe Deva que quando menor presenciou o que pensou ser o assassinato de seu irmão mais velho (e herói) Bhima e a assassina que ele viu foi Draupadi sua própria mestra, que acaba por fugir. E assim Arjuna cresce em busca de fazer justiça pelo irmão.

Arjuna

Do Outro lado temos a deva Draupadi que protege a alaya Asti, com sua própria vida e por isso acaba sendo acusada de diversos crimes pelos clãs dos Devas. Asti por sua vez é uma doce menina, que carrega consigo o segredo de uma maldição e só tem no mundo Draupadi a quem ama como mãe.

Draupadi

E após anos de perseguição o destino trata de os unir, e um inimigo em comum é apontado. Esse por sua vez é uma ameaça a era dos Devas que pode estar prestes a ruir e para impedir isso eles tem que se unir e esclarecer os fatos do passado, onde nada pode ser o que parece. E Asti é a chave para consertar ou destruir tudo, o que os faz embarcar numa jornada perigosa e eletrizante a cada minuto. Você não vai querer tirar os olhos do papel.

Outra coisa que me chamou muita atenção no enredo foram os Elementais. Eles é que são os responsáveis em transformar Alayas em Devas e mesmo sendo personagens que não falam, eles conseguem se comunicar com o leitor de uma maneira surpreendente e nos passam boa parte dessa aura mágica do livro. Gostei realmente da estória, porque traz a inovação no território da fantasia onde os livros infelizmente são tão "mais do mesmo".

E o melhor de tudo é que o livro é nacional, nos fazendo ter orgulho e esperança nos talentos do nosso país. Acho que ainda ouviremos falar muito da Leticia Vilela.

A Gutemberg está de parabéns com essa diagramação, que está perfeita nos mínimos detalhes, desde o mapa no inicio do livro mostrando os Reinos Devas, passando pela linha temporal que nos ajuda a entender melhor a estória e até o cuidado com cada folha que antecede os capítulos e traz uma linda ilustração feita pela própria autora, que também é uma ilustradora muito talentosa. O Livro é completamente lindo. E eu não notei nenhum erro de revisão.

Asti

Então é isso gente, a estória é ótima, prende do início ao fim, a leitura é fácil e gostosa.
Recomendo, sim e dou cinco corações. E Mal posso esperar pra ler mais alguma coisa sobre a série.

Acompanhe:
Site oficial do livro: http://aprofeciadesamsara.com.br/
Site oficial da série: http://www.redluna.com.br/
Página da Autora no Facebook: https://www.facebook.com/lehlatte?fref=ts

Beijos e espero que tenham gostado da resenha.

7 comentários:

  1. Desde que lia a série A Maldição do Tigre, estou 'in love' com a Índia. E cá entre nós, quando explorada rende estórias ótimas. Adorei essa abordagem sobre Devas, sobre pessoas de peles coloridas, e um reino todo mágico. A literatura nacional vem com uma leva de novos autores muito bons, e esse com certeza é um que eu leria facinho/facinho. Vou esperar pela sua postagem para saber mais sobre Universo Red Luna, porque fiquei curiosa.
    bjos
    www.aghridoce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tô louca pra ler A Maldição do tigre, só tô sem grana pra comprar.
      No começo tinha medo porque pensei que era aquele négocio de animal falante, mas depois que vi umas resenhas (inclusive a tua) fiquei louca pra ler.

      Excluir
  2. Fiquei encantada com sua resenha e o livro também parece ser realmente mágico. Já disse várias vezes que adoro histórias de fantasia e as ilustrações me chamaram muito a atenção também. Adorei Kris, com certeza vou colocar esse livro na minha listinha de desejados.. grande beijo!

    Mutações Faíscantes da Porto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Carol você sempre fala.
      Olha se você comprar esse livro, não vai se arrepender a história é um máximo e o livro é muito, muito lindo!
      Beijos

      Excluir
  3. Kriiiiissssss! Eu quero!!! Achei sua resenha tão linda, e vc tá fazendo um fusquinha com esse livro no facebook, que eu to pirando pra ler!

    ResponderExcluir
  4. Caramba! Você sabe que eu adoro uma história de fantasia, né? Fiquei interessadíssimo pelo livro. Ainda mais por eu nunca ter lido nada que remetia a Índia. E ainda um nacional? Muito bom! Fico feliz quando um autor nacional se destaca pelo seu trabalho bem feito, para provar aos céticos que literatura nacional é de qualidade. :)
    Parabéns pela resenha. Bjus

    Academia Literária DF

    ResponderExcluir
  5. Olá :) Amei a sua resenha! <3 Ainda não tinha ouvido falar nesse livro. :/
    Nossa, eu achei o assunto muito fascinante e interessante, fiquei com vontade de ler,a fantasia desse livro deve ser ótima, me chamou a atenção essa parte que fala sobre esses Deus que se alimentam de energias dos humanos. :o :D Beijos! <3
    http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥