Resenha - A morte de D.J em Paris, de Roberto DrummondDefinição

16 setembro 2014

Edição: 2ª
Editora: Ática
ISBN:  8573024402
Ano:1977
Páginas: 100

Sinopse: Em dez contos, o escritor mineiro revela a delicada fronteira entre realidade e fantasia. O clima urbano e a linguagem direta permitem que o leitor se torne cúmplice destas narrativas curtas sobre o homem contemporâneo e seu mundo fragmentado e paradoxal. Lançado primeiramente em 1975, por suas inovações estilísticas e de linguagem, o livro rendeu ao seu autor o prêmio Jabuti do ano.




Minhas Opiniões sobre o Livro
Bem, depois de me lascar me aventurando em mares desconhecido, volta o cão arrependido ao seu habitat natural: a loucura. Este é mais um daqueles livros que quando a gente vai indicar pra alguém e perguntam sobre o que é, a gente se limita a dizer:
 -Lê aí, que você vai ver.
Definição do próprio Roberto Drummond sobre a literatura
(que eu não sabia que chamava assim, mas descobri que é isso que eu gosto) Pop. Perfeita.

Esse delicado livrinho de contos, que infelizmente tem apenas 100 páginas (vi que a nova edição tem 128, tô bem querendo achar uma pra ver o que é que ela tem que aumentou tanto o número de páginas... será só diagramação?) é um sonho, um devaneio, uma divagação. Onde acaba a realidade e começam os sonhos? Quem é normal?
Cai como uma luva na vida desta que vos fala, cada vez mais afundada numa depressão sem fim, mas pode agradar a quem é normal, também, porque é um livro lindo.
Os contos são em sua maioria curtos, sendo A Morte de D.J em Paris o último, mais longo, e mais tocante deles. Na minha edição, estão dispostos da seguinte maneira;


  • Dôia na Janela -É a história de uma menina que descobre que terá alta da Instituição Psiquiátrica em que está internada. Ela se descobre, então, mais feliz onde está. E um dia antes de receber a alta, "testemunha" uma crucificação, da janela de seu quarto. Lindo demais.
  • Isabel numa 5ª feira - Um homem, numa praça, aguarda Isabel, com seu andar de Ava Gardner, toda última quinta- feira do mês. Ele, e tantos outros, na mesma praça, no mesmo dia. Descobriram, tarde demais, que a bela Isabel era uma devoradora de homens...
  • Objetos pertencentes a Fernando B, misteriosamente desaparecido -Fernando B. é um rapaz intrigante, que só usa azul. Ultimamente havia se metido numa seita de rituais de antropofagia, e está misteriosamente desaparecido a principal suspeita do crime é Catherine Deneuve...
  • Os sete palmos do Paraíso - A mãe de Batman vive num quadro. Seu pai, sem poder trabalhar, deve vários alugueis. Para mim, depois de "A Morte de DJ", este é o conto mais tocante do livro. Sério, caiu uma lágrima. 
  • O doce Blues das Hienas - O cotidiano de um rapaz apaixonado. Carla não sai de seus pensamentos.É outro texto incrível diferente, delicado. Eu me vi totalmente apaixonada pela escrita do autor deste livro.
  • A outra margem - Mais um conto que lida com a morte, com os sentimentos. Um homem tem os últimos desejos realizados antes de sua execução.É de uma sutileza comovente, já disse que estou apaixonada?
  • Um pouco pra lá do Aconcágua - Esse é talvez o mais estranho e mórbido dos contos deste livro. Um homem mata gatos. Todos os dias. E isso é um peso em sua consciência. Mas ele não para de matar gatos, desde que seu irmão Dico foi devorado pelos índios. ( será que Dico é Fernando B?) Ele está obcecado com seu segredo e com a morte do irmão, e tem estranhas visões a noite.
  • Rosa, Rosa, Rosae - Em um macarrônico latim, esse conto conta a história do Professor Evangelista, que ao pegar a linda aluna Rosa colando em sua prova, se liberta das moscas, e passa a ser perseguido por borboletas. Apesar de ser meio repetitivo, e um pouco difícil por tentar emular um latim meio enfadonho, o texto é muito bonito e delicado.
  • A morte de D.J em Paris - D.J é um professor de francês, louro, magro, com uma aparência Britânica. Anda obcecado em reencontrar as femmes bleues, e rever Paris. Mora com a irmã, Maria Mariana, que em alguns raros momentos, volta a ser Marimá. 
Eu nunca vou conseguir explicar o quanto esse conto é lindo. Achei no Youtube uma adaptação teatral do conto, pra vocês verem o quanto é lindo! A adaptação está muito longe de ser 100% fiel ao conto. Mas ainda assim é linda. olhem:

Eu já disse que estou apaixonada?

7 comentários:

  1. Oi Amanda,
    Esse livro me parece ser realmente bom e essa peça? Me dá uma saudade das aulas de teatro...
    Gosto muito desse gênero, olhei aqui no site da Livraria Cultura pra comprar o livro e achei ele meio caro pra só 128 págs, mas segundo sua resenha vai valer a pena (o problema é que vai acabar rápido, livro de contos e curto dá pra devorar em um dia só rsrs').
    Já adicionei a minha lista de leitura, valeu pela dica!

    Beijão
    Diego
    Literamúsicas

    P.s.: Morri com o seu "Sobre mim"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá vendo Amanda, não fui só eu que morri com seu "Sobre mim" Hauhahauhauha
      A LOUCA

      Excluir
    2. Huahuahua! Diego, é tudo verdade. O "sobre mim" e o quanto eu amei o livro. Huahuahua. Menino, a peça não é um terço da lindeza do conto. Se vc puder, compra mesmo! <3

      Excluir
  2. Amanda as páginas a mais na nova edição, deve ser a diagramação mesmo, devem ter aumentado as letras os espaços. O que eu acho ótimo, porque antigamente os livros tinham letra muito pequenas. #ascegaspiram
    adoro contos e não conhecia o livro, pra ter ganhado a sua simpatia deve ser ótimo, mesmo. rsrsrsrs, pena é agora eu não estar em condições nem de comprar vergonha na cara. Quem sabe mais pra frente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Huahuahua Kris, eu adorei mesmo. Ele é tão doido, tão lindo, tãoooo... Você ia adorar. Pena que os tempos estão escassos pra nós, viu. Se não, eu mesma comprava um pra te mandar, pq é lindo, lindo, lindo!

      Excluir
  3. amo contos, esse me parece muito bom, ainda mais pela temática que explora... ^^
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria Valéria, é uma delícia, se achar leia!

      Excluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥