Resenha - Cicatrizes de Eva Zooks

29 setembro 2014

Título: Cicatrizes
Edição: 1
ISBN: 9788582700754
Editora: Literata
Ano: 2014
Páginas: 280
Sinopse:
Perdida em um mar de ilusão. Afogando-se em uma onda de solidão, entregando-se as pequenas chances e esperanças de enfim recomeçar, Cassie luta contra o mar bravio e revolto que está sua vida, caminhando em direção ao farol, seu porto seguro. Hawk. Um homem bem sucedido que vê sua vida virada as avessas com a entrada desse furacão. Uma batalha será travada, de um lado o amor, quase obsessivo de Cassie e de outro a força centrada e resoluta de Hawke. Princípios serão quebrados, lágrimas derramadas, corações dilacerados. Tudo em nome do amor.



Clique aqui e leia a resenha ouvindo
a trilha sensual que escolhi pro livro ;)


Glory Box by Portishead on Grooveshark

Resenha

E agora eu estou aqui procurando palavras para descrever para vocês as emoções que senti com Cicatrizes, então vamos lá...

Inicialmente conhecemos Cassie, uma mulher inteligente e muito bem sucedida. Porém na vida pessoal, ela se mantém alheia a todos, o que acaba lhe proporcionando o apelido de A Princesa de Gelo, entre os "colegas de trabalho". E isso realmente não a importa, Cassie de fato se isolou emocionalmente, de uma maneira que os únicos capazes de se aproximar um pouco mais das suas emoções são seus amigos Adam e Lila. Seus relacionamentos pessoais se mantém em um formato de escala, há um "amigo" para cada dia da semana e fora nas suas presenças ela não costuma nem referi-se a eles pelo nome.
Lila é a melhor amiga de Cassie, super protetora a extremos, não vou falar muito sobre ela pois é um personagem que realmente me irritou.
Adam é um amigo fofo, daqueles que se preocupa com a felicidade da amiga, acha Cassie solitária e também acha que esse hábito de não criar vínculos emocionais com os caras com quem sai, pode ser prejudicial. Por isso acaba adicionando Cassie num grupo de Whatsapp com pessoas que tem gostos em comum com ela.

E é aí que ele atira no que vê e acerta no que não vê. Adam nem imaginava que dentro daquele grupo estaria exatamente aquilo o Cassie sempre precisou, um homem capaz de lhe completar física e emocionalmente, alguém que despertaria nela o amor e que traria a redenção às suas dores.

Hawke, é um homem culto, alto, forte, sexy, viril bem sucedido e que ainda cita Poe!
O Homem dos sonhos de Cassie (dos meus e dos da torcida feminina do Corinthians)
E quando Cassie percebe que aquele homem que já havia todos atributos suficientes para ser o cara dos seus sonhos, ainda é um Dominador, é o fim. Ela sabe que seu destino foi traçado!
Ela precisava ser daquele homem.

E esse é um lado bem interessante do romance, que mexeu comigo e meus sentimentos. O relacionamento de Cassie e Hawke descreve o outro lado de uma relação D/s, que muitas pessoas podem pensar que se baseia apenas em dor, quando dor é apenas uma parte e até mesmo uma parte opcional.
Cicatrizes traz uma visão do lado emocional dessa relação BDSM, de como se sente a submissa diante dos desejos do seu DONO, dos conflitos que ela sente para entender os seus limites e repassa-los ao seu MESTRE, que apesar de prezar por seu bem não tem por hábito ceder.
Cassie tem que lutar contra seus próprios sentimentos e complexos e é ai que aparecem as verdadeiras Cicatrizes.
Será que o amor é mais forte que tudo isso?

Mais uma vez a Eva Zoks escreveu um romance com um casal de personagens marcantes e cheio de personalidade. Cassie que é aparentemente tão forte, ao se apaixonar deixa transparecer seu lado mais vulnerável, se entrega totalmente a paixão avassaladora e com ela ao ciúme. Lançando-se num abismo do qual não conseguirá sair sozinha. Já, Hawke é um dominador, compreensivo e completamente apaixonado, mas que insiste em seguir determinados pontos da sua filosofia de vida. Porém ao ver o abismo onde a sua amada começa a se precipitar precisa tomar uma rapidamente uma decisão.

Será que o verbo Ceder se conjuga na vida de um dominador?

Não conto! Vai ter de ler pra saber...

A escrita da Eva é como sempre uma delicia, a leitura de cicatrizes é bem fluída, rápida.
As cenas eróticas são super picantes, daquelas bem avassaladoras que despertam sensações.
É impossível não sentir um tesão louco pelo Hawke.
A-D-O-R-E-I o livro, com certeza é uma leitura que desperta forte emoções. Super recomendo!


Faça de mim sua Morada, seu Guia.
Faça de minhas ordens, seu Mantra.
-Hawke

Galeria



A Dedicatória da Querida Eva pra mim

Espero que tenham gostado da resenha, beijos

12 comentários:

  1. Eu não fazia ideia de que era sobre isso que o livro tratava . Acho que esse mercado dos eróticos tem crescido muito e a cada dia os autores estão se superando mais ! Ainda não li nada da Eva , mas pela sua resenha o livro parece ser realmente bom :)

    Abraços ,
    Carol | http://dezenove--primaveras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Carol, os livros eróticos que eu tenho tido o prazer de ler ultimamente, têm ido além, não são mais apenas livros eróticos, o erotismo virou o pano de fundo para enredos bem interessantes.
      Pena que mesmo hoje em dia tem gente que ainda mantém preconceitos e acha que esse é um gênero fútil, se engana redondamente.

      Excluir
    2. Verdade Kris , muita gente ainda tem esse tabu , e não adianta , só o tempo vai poder mudar isso . E enquanto não acontece a gente é que se delicia kkk

      Abraços flor
      #ClickFB
      dezenove--primaveras.blogspot.com.br

      Excluir
  2. Ainda não identifiquei o que está melhor: o livro, a resenha ou a música... tudo junto é só perfeição!

    Amada, já conheço a escrita da EVa e como você, também gosto muito!

    Parabéns pela bela resenha com fundo musical sugestivo, pois se as cenas picantes causam.... imagina essa música?

    Beijo!

    http://poesianaalmaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lilian, Só tem tu pra chegar aqui e elogiar minha música (Arranca Calcinha) hauhauah
      É que pra mim essa música encaixa completamente com a sensação que o livro passa Adooro <3

      Bjoo gata e obrigada por vim sempre aqui.

      Excluir
  3. Uau, adorei! Não vejo a hora de começar a lê-lo.
    Só não gostei do preconceito com as torcedoras de outros times, kkkkkkkkkkkkkk
    A história do livro me lembrou uma história real parecida que aconteceu esses dias, mas sem chicotes e afins, kkkkkkkkk

    bjs


    www.cladassombras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi preconceito não Rôooh foi só porque eu quis me enquadrar nas torcedoras, adorei a história real, mas sem chicotes e afins, hauhuhauha <3

      Excluir
  4. Parece interessante, apesar de não fazer muito meu gênero... até curto esses lances de BDSM mas depois de 50 tons fiquei MUITO cismada de pegar alguma obra que se assemelhe com aquilo. Espero que não seja esse o caso de Cicatrizes... xD
    bjs, Kris.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não Val, cicatrizes não tem nada haver com aquilo, não. Hauhauhauah
      na verdade nem acho 50 tons BDSM, hauhauha o daquele livro é só fetichismo.
      xD Bjooo

      Excluir
  5. Humm... parece ser instigante a leitura. Adoro histórias avassaladoras!!! kkkk... Por incrível que pareça, ainda não tinha sido apresentada a nenhuma obra de Eva Zooks até o momento, e esta, me parece ser uma leitura bastante interessante. Pelo menos foi o que deduzi de sua ótima resenha. Um abraço!

    ClickFB

    http://liza-pink.blogspot.com.br/2014/10/como-eu-era-antes-de-voce.html

    ResponderExcluir
  6. Oi, Kris!!
    Eu não conhecia nenhum trabalho da Eva Zooks, e ao que me parece há toda uma trama, é aí que tudo fica muito interessante. Gosto de ver personagens como a Cassie, que vive de alguma forma em sua 'zona de conforto' e tem seu mundo revirado, queria saber mais , mas você foi pontual, não escreveu nem muito, nem pouco, nem mais, nem menos, o essencial...sua resenha foi na medida perfeita, e deixou aquele gostinho de quero mais (preciso ler)... embora não seja meu estilo predileto, tranquilamente digo que vai pra minha lista de férias, não leio mais como antes, me faltam pelos menos mais 6 horas no dia rsrsrsrsrrs, mas vou chegar lá! Tenho um bloco de notas para listar os livros que quero para minhas raras férias, feriadões, etc
    Curiosa também sobre a Lila, quero ver porque ela te irritou tanto e sobre o Adam, acho que adoraria tê-lo como amigo. Aliás tive um amigo assim na adolescencia...as pessoas até confundiam...sinto muita falta dele até hoje.
    Não arrisco responder se o verbo Ceder se conjuga na vida de um dominador...já vi de tudo,,,e adoro quando os 'finais' me surpreendem!
    Beijão!!!
    Alê
    #ClickFB
    ♡ Blog Diva Todo Dia

    ResponderExcluir
  7. Olá :) Adorei a resenha! ;D Não sou muito de ler livros "quentes", mas eu gostei muito de saber um pouco sobre a história desse livro aí, sem dúvida, eu poderia fazer a leitura. :D Sinto vontade de ler algum livro da Eva Zoks :) *-* Beijos!
    http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥