Resenha de Entre Mundos - Brenna Yovanoff

06 junho 2014

Edição: 1

Editora: Bertrand Brasil
Título Original: The Space Between
ISBN: 978-85-286-1805-1
Tradutor: Sibele Menegazzi

Sinopse: Depois do enorme sucesso de O substituto, Brenna Yovanoff, no esperado Entre mundos, envereda novamente pelo gênero fantástico, tendo sempre como pano de fundo um mundo nebuloso e personagens sombrios. Os romances da autora já ultrapassaram a marca de um milhão de cópias vendidas no mundo, figurando sempre nas listas de mais vendidos dos EUA e da Grã-Bretanha.

A protagonista Daphne vive em Pandemonium desde que nasceu e sempre se sentiu excluída, um peixe fora d’água. Mesmo sendo filha de Lúcifer e Lilith, a mulher mais poderosa do inferno, a menina sempre teve o desejo de uma vida diferente da de suas irmãs, que se alimentam do sofrimento humano. Já seu irmão, Obie, que se dedica a salvar espíritos desvirtuados na Terra, é um ídolo e a esperança de Daphne para mudar de vida.

Quando Obie é raptado, Daphne foge para a Terra para resgatá-lo e tentar encontrar seu verdadeiro caminho. Ela só não imaginava conhecer o misterioso e desprotegido Truman.

O novo livro de Brenna Yovanoff é mais do que um romance para jovens, como a maioria no mercado editorial. Ele apresenta, além de uma história intrigante, um debate inteligente e bem construído a respeito do bem e do mal na sociedade. Com isso, a autora desconstrói o maniqueísmo inerente aos seres humanos, que estão sempre buscando o mocinho e o vilão.

Entre mundos é um romance transcendental sobre uma jovem – que também é um demônio – e sua procura pelo amor na Terra. Uma história que põe em questão a ética, os valores e os sentimentos humanos neste e em outros mundos. 

Minhas opiniões sobre o Livro


Eu demorei um pouco pra escrever a resenha desse livro e acho que não vou acabar soando muito tiete, porque eu adorei a história.
Eu Não li o livro anterior da Brenna e por isso eu não tinha ideia do tipo de escrita com que eu ia me deparar, Entre Mundos foi pra mim um grande presente, não só porque eu ganhei o Livro como cortesia da Bertrand Brasil e do blog Lost Girly Girl da fofíssima Michele, mas também  porque eu adorei o livro e me apaixonei pelos personagens.

O Livro é de uma temática bem diferente e interessante, a autora criou com sua escrita clara, moderna e totalmente fluída um inferno completamente metálico, quente e apaixonante. Com seu jardim de aço e suas fornalhas ardentes.
A Personagem principal do livro Daphne é "apenas" a filha de Lúcifer e Lilith e dona de um drama pessoal que se define em não ser “O demônio” que deveria. E por isso acaba vindo a terra na tentativa desesperada de salvar seu meio-irmão Obie e acaba descobrindo o amor e se descobrindo também.
Truman  é um jovem depressivo que perdeu a mãe recentemente e é assombrado por alguém que ele não conhece, passando então a buscar refúgio pra sua aparente "loucura" na bebida e em outras formas de autodestruição.
A História é escrita em primeira pessoa do ponto de vista de Daphne e em algumas partes em terceira pessoa do ponto de vista de Truman. Quando comecei a leitura achei que a história parecia fria, sem sentimento, numa descrição quase impessoal, mas ao desenvolver dos fatos percebi que essa impressão foi intencional da autora, pois a narrativa vai se intensificando junto com Daphne que é uma personagem que amadurece notavelmente no breve espaço onde é contada a história.
A Brenna conseguiu criar um enredo que faz com que os leitores acabem se afeiçoando a demônios muito conhecidos na cultura cristã, como Belzebu, Lilith, Mollock, a maneira em que ela descreve esses personagens é um dos pontos altos da história. Achei-a muito criativa.

Os personagens principais são completamente cativantes, durante a leitura chorei, xinguei e fiquei em depressão quando o livro acabou, senti saudade da Daphne e do Truman. O livro é doce e romântico, mas sem a melação que é comum em alguns livros atuais. É uma leitura diferente, interessante que quebra alguns paradigmas e apesar de se passar no inferno, não é aterrorizante, o ponto alto da trama é o mistério. Acima de tudo o livro deixa a mensagem de que somente nós mesmos podemos escrever o nosso destino, ninguém nasce obrigado a ser alguém só porque seus pais querem (ou são), que com força de vontade e perseverança conseguimos chegar aonde queremos e sermos quem quisermos.
Recomendo a leitura!

Quotes



"Amor. A palavra faz com que eu me sinta incomodada, como se algo movesse sob minha pele. Não estou cheia de amor nenhum, mas não lhe digo isso. Amor é para pessoas com alguma dose de humanidade. É para outros."




“A tristeza pode ter várias aparências diferentes. Você não precisa chorar nem fazer escândalo para provar que está triste. Eu reconheço tristeza quando a vejo."
 

Título: Entre Mundos
Autor: Brenna Yovanoff
Editora: Bertrand Brasil
N° de Páginas: 392
skoob
Classificação: 5 estrelas
Compre: Saraiva

sinopse:
Depois do enorme sucesso de O substituto, Brenna Yovanoff, no esperado Entre mundos, envereda novamente pelo gênero fantástico, tendo sempre como pano de fundo um mundo nebuloso e personagens sombrios. Os romances da autora já ultrapassaram a marca de um milhão de cópias vendidas no mundo, figurando sempre nas listas de mais vendidos dos EUA e da Grã-Bretanha.
A protagonista Daphne vive em Pandemonium desde que nasceu e sempre se sentiu excluída, um peixe fora d’água. Mesmo sendo filha de Lúcifer e Lilith, a mulher mais poderosa do inferno, a menina sempre teve o desejo de uma vida diferente da de suas irmãs, que se alimentam do sofrimento humano. Já seu irmão, Obie, que se dedica a salvar espíritos desvirtuados na Terra, é um ídolo e a esperança de Daphne para mudar de vida.
Quando Obie é raptado, Daphne foge para a Terra para resgatá-lo e tentar encontrar seu verdadeiro caminho. Ela só não imaginava conhecer o misterioso e desprotegido Truman.
O novo livro de Brenna Yovanoff é mais do que um romance para jovens, como a maioria no mercado editorial. Ele apresenta, além de uma história intrigante, um debate inteligente e bem-construído a respeito do bem e do mal na sociedade. Com isso, a autora desconstroi o maniqueísmo inerente aos seres humanos, que estão sempre buscando o mocinho e o vilão.
Entre mundos é um romance transcendental sobre uma jovem – que também é um demônio – e sua procura pelo amor na Terra. Uma história que põe em questão a ética, os valores e os sentimentos humanos neste e em outros mundos.
- See more at: http://www.lostgirlygirl.com/2014/03/resenha-330-entre-mundos-brenna.html#sthash.l6R3pW7i.dpuf

4 comentários:

  1. Não conhecia esse livro mas pela sua resenha parece ser muito bom.
    Essa temática de demônios, inferno e amor, é bem original.
    Abraços

    estantejovem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu particularmente adoro essa temática, obrigada pela visita Paulo ^_^

      Excluir
  2. não sei pq, mas esse livro não me atraiu. Vi algumas resenhas dele, mas ainda assim ele não me conquistou... e olha que até curto a temática... =/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Val, acho que você ia achar provavelmente tean demais, mas eu adorei. Rrsrsrs
      Beijos e como sempre obrigada pela visita :P

      Excluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥