Desejo de Leitura - Albúm Duplo – Um Rock Romance de Paulo Henrique Ferreira

11 junho 2014

Hoje eu estou dando inicio a uma nova coluna no Blog. "Desejo de Leitura" Nela eu vou apresentar os meus livros mais desejados e falar um pouco sobre eles.
O Livro de abertura será “Álbum Duplo – um rock romance”  que eu já venho com vontade de ler há algum tempo desde que vi um release em um blog que eu agora não me recordo o nome. Não é novidade que eu sou uma apaixonada por música e acredito que a junção Música & Literatura é sucesso certo.
Agora vamos ler um pouco sobre o livro, clique em leia mais e deleite-se.



      “Álbum Duplo – um rock romance” é o romance de estreia do jornalista Paulo Henrique Ferreira. Com apresentação assinada pelo livreiro Marcus Gasparian, o romance conta a história do jovem Marlo Riogrande, que se depara com a situação de ter magoado e perdido sua namorada, Marcela.
       Neste fundo do poço, Marlo lida com as questões que o impedem de crescer: o sexo, as drogas legais e ilícitas, o sufocante ambiente de trabalho e, após ser abandonado por Marcela, uma vida sem boas perspectivas.
      Com uma narrativa em primeira pessoa, o protagonista convida o leitor a ser o elemento onipresente da história e entrelaça suas reflexões com uma trilha sonora espetacular de rock and roll, além de outras referências da literatura, cinema e cultura pop.
      O livro sugere uma trilha sonora com 51 canções – de Beatles a Belchior – que formam a espinha dorsal da narrativa. Com ajuda das canções, Marlo Riogrande coloca em xeque suas dúvidas e inseguranças, respaldado pelos fatos e esclarecedores diálogos com diferentes personagens que surgem ao longo da história.
     Com claras influências de Nick Hornby e Fernando Sabino, Paulo Henrique Ferreira traz uma proposta de leitura com um texto leve, que facilita a experiência do leitor. Porém, o texto toca em temas atuais e delicados, como a “baixa fidelidade” de uma geração plenamente conectada, as ansiedades de uma vida urbana e desafiadora, e as dificuldades que muitos jovens adultos têm para abandonar suas próprias inseguranças e entrarem – de uma vez por todas – na vida adulta.
     Em paralelo à leitura, o leitor terá acesso a um projeto multimídia consistente, com o site www.albumduplo.com (no ar a partir de 17 de outubro), que traz uma playlist da trilha sonora sugerida.


A Trilha sonora sugerida no livro, não é nada menos que estonteante. Inúmeros clássicos do Rock 'n Roll pra ouvinte nenhum botar defeito. Acho que outra coisa que me ganhou nesse livro foi sem dúvidas o bom gosto musical do autor.

 Confiram a trilha sonora sugerida:
01. “Under Pressure” | Queen | Hot Space (1982)
02. “Mississippi” | Bob Dylan | Love and Theft (2001)
03. “A Day in Life” | Beatles | Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band (1967)
04. “Don’t Stop Me Now” | Queen | Jazz (1978)
05. “Changes” | David Bowie | Hunky Dory (1971)
06. “Dead Flowers” | Rolling Stones | Sticky Fingers (1971)
07. “Rebel In Me” | Jimmy Cliff | Higher and Higher(1996)
08. “Rocks Off” | Rolling Stones Exile on Main St. (1972)
09. “Like a Rolling Stone” | Bob Dylan | Highway 61Revisited (1965)
10. “Like a Possum” | Lou Reed | Ecstasy (2000)
11. “Helter Skelter” | Beatles | White Album (1968)
12. “Bullet with Butterfly Wings” | Smashing Pumpkins | Mellon Collie and the Infinite
Sadness (1995)
13. “Roadhouse Blues” | Doors | Morrison Hotel (1970)
14. “Little Green Bag” | George Baker Selection em Tarantino Connection (vários, 1997)
15. “No No Song” | Ringo Starr | Goodnight Vienna (1974)
16. “Visions of Johanna” | Bob Dylan | Blonde on Blonde (1966)
17. “Walk on the Wild Side” | Lou Reed | Transformer (1972)
18. “Star” | Erasure | Wild! (1989)
19. “Satellite of Love” | Lou Reed | Transformer (1972)
20. “Mama Told Me (Not to Come)” | Three Dog Night | It Ain’t Easy (1970)
21. “Dirty Boulevard” | Lou Reed | New York (1989)
22. “L.A. Woman” | Doors | L.A. Woman (1971)
23. “D’yer Mak’er” | Led Zeppelin | Houses of the Holy (1973)
24. “Susie Q” | Creedence Clearwater Revival | Chronicle (1994)
25. “Oh! Darling” | Beatles | Abbey Road (1969)
26. “Riders on the Storm” | Doors | L.A. Woman (1971)
27. “Desolation Row” | Bob Dylan | Highway 61 Revisited (1965)
28. “A Via Láctea” | Legião Urbana | A tempestade (1996)
29. “Love of My Life” | Queen | A Night at the Opera (1975)
30. “Shelter from the Storm” | Bob Dylan | Blood onthe Tracks (1975)
31. “The Raven” | Lou Reed | The Raven (2003)
32. “The Seeker” | Who | Meaty Beaty Big and Bouncy(1971)
33. “Pinball Wizard” | Who | Tommy (1969)
34. “Tudo outra vez” | Belchior | Era uma vez um homem e seu tempo (1979)
35. “It Ain’t Me Babe” | Bob Dylan | Another Side of Bob Dylan (1964)
36. “A Letter to Elise” | Cure | Galore (1997)
37. “The Wind” | Cat Stevens | Teaser and the Firecat (1971)
38. “Needles & Pins” | Ramones | Road to Ruin (1978)
39. “I Wanna Be Sedated” | Ramones | Road to Ruin (1978)
40. “Got My Mind Set on You” | George Harrison | Cloud 9 (1987)
41. “Oh My Lord” | Nick Cave | No More Shall We Part (2001)
42. “Monkey Wrench” | Foo Fighters | The Colour andthe Shape (1997)
43. “Foi na cruz” | Nick Cave | The Good Son (1990)
44. “If Not for You” | George Harrison | All ThingsMust Pass (1970)
45. “Há tempos” | Legião Urbana | As quatro estações (1989)
46. “Tiny Dancer” | Elton John | Greatest Hits 1970-2002 (2002)
47. “I’ll Be Your Mirror” | Velvet Underground & Nico | Velvet Underground & Nico (1967)
48. “All Things Must Pass” | George Harrison | All Things Must Pass (1970)
49. “Turn! Turn! Turn!” | Byrds | Turn! Turn! Turn!(1965)
50. “De uma só vez” | Rodox | Estreito (2002)
51. “Yesterday” | Beatles | Help! (1965)


Trecho do livro:
... Lembrei na hora de uma música do Cat Stevens, “The Wind”. Ele também nadou em cima
do lago do diabo, mas nunca mais cometeria o mesmo erro. Eu também não queria mais,
nunca, nunca mais, cometer o mesmo erro. Desliguei o rádio que estava sintonizado na
estação idiota de notícias a cada vinte minutos, cheia de propagandas toscas. Gostaria de ter
aquela canção ali, mas não tinha. Então, fiquei em silêncio, o que foi bom. Concluí que eu
precisava de uma única chance, qualquer uma, para não errar novamente. Como o músico
britânico-muçulmano, quero ter a tranquilidade de saber que apenas Deus sabe o que
realmente acontecerá. Não quero atrapalhar em Seus planos com minha ansiedade, orgulho
e fraqueza. Não, não vou mais cometer o mesmo erro.Neste momento de contrição, tão
delicado como a canção de Cat Stevens, um pequeno milagre aconteceu.


Paulo Henrique Ferreira nasceu em 2 de dezembro de 1978, no estado de São Paulo, mas foi criado em Furnas, Minas Gerais, onde viveu até os 17 anos. Cursou jornalismo na PUC Campinas e mestrado em Ciências da Comunicação na ECA -USP. Atualmente vive com Márcia, sua esposa, na cidade do Rio de Janeiro e trabalha como diretor de mídias digitais do Grupo LANCE!. O romance Álbum Duplo é sua estreia como escritor.

Release e Imagens 
Departamento de Imprensa Grupo Editorial Record

6 comentários:

  1. poutz, deve ser um puta livro :o
    com uma trilha sonora dessas...
    já me ganhou *.*
    a história deve ser foda tb.
    bjs, Kris :D
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tô doida para compra-lo, mas ainda não tive a oportunidade! :'(

      Excluir
  2. Que delícia essa trilha sonora! Arrepia até a alma!!! Amei a indicação com certeza uma das próximas leituras! Coluna maravilhosa... Bjokas
    entreumlivroe-outro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anya se vc ler antes de mim quero ver a resenha ^_^

      Excluir
  3. O livro parece muito bom, em geral não gosto muito de literatura nacional, mas esse deu vontade de ler! Fora que a playlist sugerida é divina!

    http://alamedaliteraria.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna vc tá perdendo muito de não ler nacionais viu?
      Um melhor que o outro.

      Excluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥