Resenha de A Metamorfose - Franz Kafka

23 abril 2014



Título: A Metamorfose
Edição: 0
Editora: Hedra
ISBN: 9788577151370
Ano: 2009
Páginas: 109
Tradutor: Celso Donizete Cruz
Sinopse: 
A Metamorfose é a mais célebre novela de Franz Kafka e uma das mais importantes de toda a história da literatura. O texto coloca o leitor diante de um caixeiro-viajante - o famoso Gregor Samsa - transformado em inseto monstruoso. A partir daí, a história é narrada com um realismo inesperado que associa o inverossímil e o senso de humor ao que é trágico, grotesco e cruel na condição humana - tudo no estilo transparente e perfeito desse mestre inconfundível da ficção universal.

Minha opinião sobre o livro:


Se fosse pra resumir o livro em uma palavra seria "Perturbador".

Kafka conseguiu nas poucas folhas do seu livro, dar um tapa na cara do leitor com todos os sentimentos que ele consegue despertar. E deixando bem claro que esses sentimentos em nenhum momento são bons.

No inicio do livro você tem a Dúvida. "Porque Gregor virou um inseto?" "Gregor voltará ao normal?" E essas dúvidas persistem até o final do livro. Mais adiante você sente Nojo. Confesso que quase parei de ler o livro, quando esse começou a descrever o inseto gigante, mas então você começa a se aprofundar nos dissabores do personagem e quase esquece que ele de repente, sem explicação se tornou um inseto gigante, pra mim a sensação foi a de que ele era uma pessoa doente que precisava de cuidados e é nessa parte que o livro começa a despertar no leitor a Revolta, a Raiva.


Na época em que eu li o livro, eu estava meio que em crise e o livro me deixou com muita raiva. A família de Gregor consegue ser a mais mesquinha e nojenta no momento em que ele mais precisa, mesmo depois dele ter sido o único provedor da família durante muito tempo e se matar para sustentar a casa quando ninguém mais trabalhava. E mesmo depois de sofrer a transformação seus únicos pensamentos continuarem a ser em relação a família. Então depois da transformação, eles mudam. Começam a se virar sozinhos, e aos poucos esquecem de quem fez tanto por eles, agridem, humilham e destroem.

O livro choca, porque o que ele mostra realmente acontece em muitas famílias. Não é preciso virar um Inseto gigante pra ser abandonado e desprezado, para algumas famílias basta apenas não ter mais utilidade. Um exemplo de família Sansa são as pessoas que abandonam seus idosos em asilos. Esses que outrora foram os provedores, que fizeram tudo o que puderam, cuidaram, alimentaram, amaram, quando perdem a utilidade são postos de lado e tratados como "insetos" pelas mesmas pessoas por quem um dia fizeram de tudo. Resumidamente em uma palavra : INGRATIDÃO e o livro serve para chamar a sua atenção para isso, para que você se revolte e por sua vez não o faça.

E essa foi a intenção de Kafka que defendia que a literatura precisava de livros que afetassem.

“Precisamos de livros que nos afetem como um desastre, que nos angustiem profundamente,
 como a morte de alguém que amamos mais do que a nós mesmos,
 como ser banido para florestas distantes de todos, como um suicídio.Um livro tem que ser o machado para o mar congelado dentro de nós”.
Franz Kafka

E ele conseguiu!

Curiosidades sobre a Obra

 Não encontrei muitas curiosidades sobre a Obra só um filme que dá pra assistir logo abaixo, pelo YouTube.
  • Baseado em: A Metamorfose, de Franz Kafka
  • Direção: Jan Nemec
  • Gênero: Drama
  • Origem: Alemanha
  • Duração: 50 minutos

E a música da Banda Inimigos do Rei - Uma Barata Chamada Kafka que fez sucesso nos anos 80.
( Esse livro faz parte do meu desafio literário de 2014 o/ )

Vale a Leitura!

 

2 comentários:

  1. sem sombra de dúvida, é um dos meus livros preferidos. Foi meu primeiro contato com Kafka e fez com que eu me apaixonasse pelo autor hahaha
    Ah, tem uma hq do livro, Kris. Particularmente eu gostei, apesar de ter visto algumas opiniões nada favoráveis sobre ela.

    Te indico de Kafka tb: Um artista da fome.

    bjinhos, lindona :D
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Val, eu confeço que quando acabei o livro estava com tanta raiva que preferia não tê-lo lido :(
      Então depois lendo sobre o Kafka, achei-o um autor foda, porque essa foi exatamente a intenção dele.

      Vou procurar esse que você me indicou ;)

      Como sempre, obrigada pela visita ^_^

      Excluir

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥