Apenas mais Uma Crônica de Amor...(ou de Dor)

18 abril 2010

No meio da noite um grito ecoa por toda a vizinhança...
Era ela. Lays havia acordado com o som do seu próprio grito avassalador.
Logo ela, que jamais pensava em ninguém, que nunca se entregara a ninguém para não sofrer novamente, passava novamente por tudo aquilo...
O pior é que dessa vez não era ninguém que a fazia mal.
Era ela mesma que se machucava.
Tentava fugir daquilo terminantemente, mas de jeito algum sabia como faze-lo...
E aquela noite, Sonhou...
Em seu sonho, viu novamente aquele sorriso lindo, que muitas vezes emoldurou um rosto que ela tanto amava ao dizer que lhe amava também...
Mas dessa vez aquele sorriso lhe dizia: Vou embora. Não fique triste, gosto muito de você! Mas preciso partir. E ela pode ver no brilho dos olhos de quem lhe dava o sorriso, que era verdade e sempre fora verdade. e que esse Fim Havia chegado e era pra sempre...
E então aquele grito havia ecoado enquanto ela dormia, mas não parou de ecoar quando ela despertou... aquelas lágrimas eram a coisa mais sincera que poderia ocorrer naquele Momento... Eram lágrimas de alguém que jamais Havia amado... e que descubriu um amor real e milhões de vezes mais Dolorido do que qualquer paixão poderia ter sido.
Aquelas eram lágrimas de um alguém que sabia, que daí em diante Jamais seria inteira novamente, pois o dono daquele sorriso bonito lhe arrebatara uma parte e de agora em diante a carregava com ele aonde fosse e que daí em diante ela jamais poderia ser a mesma que foi antes de embarcar naquele amor...
E era isso que fazia falta... A inocência perdida.
O poder de não saber amar.
Que agora Havia perdido para sempre!

Um comentário:

Seja Bem-Vindo,
Interaja conosco, é um prazer poder saber a sua opinião.


Deixe seu link que retribuiremos a visita.
Não serão aceitos comentários ofensivos ou de span.

Volte sempre ♥